Fabiana Murer bate recorde e lidera ranking mundial

Fabiana: favorita ao pódio (Foto: CBAt)
Fabiana: favorita ao pódio (Foto: CBAt)

Durante o Troféu Brasil, em 3/7, Fabiana Murer bateu o recorde sul-americano de salto com vara ao atingir a marca de 4,87m.

Esse resultado, que foi o melhor de sua carreira, credencia a atleta de 35 anos como uma das favoritas ao pódio olímpico da modalidade.

Ela já havia alcançado 4,85m três vezes – em 2010, 2011 e 2015.

A menos de 30 dias da Olimpíada, Fabiana assume a liderança do ranking mundial de salto com vara, seguida pela grega Ekateríni Stefanídi (4,86m), a cubana Yarisley Silva (4,84m), as norte-americanas Sandi Morris (4,83m) e Jennifer Suhr (4,82m) e a neozelandesa Eliza McCartney (4,80m).

A atleta, que buscará uma medalha inédita nos Jogos Olímpicos, em agosto próximo, ainda disputará duas etapas da Diamond League este mês: Mônaco, no dia 15, e Londres, 23.

Depois, ela retorna ao Brasil para finalizar a preparação para a maior competição esportiva mundial.

Além de Murer, a Confederação Brasileira de Atletismo divulgou outros 65 nomes que formarão a maior delegação da história da modalidade – superando os 47 que foram para Atlanta, em 1996. Ao todo, serão 36 homens e 30 mulheres.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube

Conheça as modalidades olímpicas: salto com vara

Arquivo pessoal
Fabiana: bons resultados neste ano (Foto: Arquivo pessoal)

  O salto com vara está confiante em medalhas na Olimpíada Rio-2016.

 A modalidade conseguiu bons resultados este ano nas provas preparatórias e classificatórias para os Jogos.

  Na Diamond League, em junho, Fabiana Murer mostrou que está preparada.

  Na etapa de Nova York (EUA), a atleta garantiu a medalha de ouro e fez o segundo melhor salto da temporada de 2015. Isso a fez alcançar o segundo lugar do ranking mundial no salto com vara de 4,80 m, após passar pelas marcas de 4,54 m e 4,74 m.

(Foto: Agência LuzBM&FBOVESPA)
(Foto: Agência Luz/BM&FBOVESPA)

 Uma semana antes, Fabiana já havia conseguido um grande resultado ao levar o ouro na etapa de Birmingham, com um salto de 4,72m. A próxima competição da brasileira será a etapa de Paris (FRA), em julho, antes do Pan.

  Na etapa de Roma da Diamond League, Thiago Braz conquistou a medalha de prata. E ainda quebrou seu recorde brasileiro e sul-americano com a marca de 5,86m, o que o deixa atrás apenas do campeão olímpico em Londres, o francês Renaud Lavillenie, com 5,91m.

  O saltador é uma das grandes apostas para o Brasil brigar por medalha em 2016.

  Braz está no top 10 do ranking mundial do salto com vara.

  Em maio, Braz já havia conquistado a prova do salto com vara do Ostrava Golden Spike, na República Tcheca, com a marca de 5,75 m, e o título do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, com a marca de 5,65 m, em São Bernardo do Campo (SP).

  Os integrantes da delegação que representará o país no Pan-Americano de Toronto, de 18 a 25 de julho, já estão decididos: feminino: Fabiana Murer e Karla Rosa da Silva; masculino: Thiago Braz e Fabio Gomes da Silva.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.