“Encontros com dirigentes” percorrem 4.800 quilômetros e encerram visitas em Ribeirão Preto

Encontro Campinas
Eventos reuniram dirigentes em dez cidades

  Desde abril, a série “Encontros com dirigentes”, desenvolvida pelo Sindi-Clube para levar atualização e esclarecimentos a todas as regiões paulistas, percorreu nove cidades: Presidente Prudente (25/4), Sorocaba (9/5), Santos (16/5), Campinas (23/5), Piracicaba (20/6), Araçatuba (27/6), São José dos Campos (15/8), São José do Rio Preto (19/9) e Santo André (26/9).

  Quando o ciclo se encerrar em Ribeirão Preto, última cidade a ser visitada neste ano, em 24 de outubro, a comitiva do Sindi-Clube terá percorrido 4.800 quilômetros em sua caminhada pelas várias regiões do Estado.

  Para o presidente do Sindi-Clube, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, o esforço despendido foi validado pelo significado dessa ação.

  “Esse giro representa, de forma efetiva, a expansão das ações do Sindi-Clube para toda a sua base. Mesmo com as facilidades da tecnologia que permitem a conexão online com a maioria dos serviços do Sindi-Clube, como consultorias e cursos, é preciso ampliar o contato direto e mais frequente dos representantes do Sindicato com os dirigentes dos clubes que ficam mais distantes da sede, em São Paulo”, diz Betinho.

  Nos “Encontros com dirigentes” foram montadas mesas-redondas para a troca de experiências e opiniões entre os participantes, que aprovaram os assuntos discutidos e as informações obtidas.

  Os consultores e diretores do Sindi-Clube expuseram temas como financiamento de projetos esportivos de clubes com verbas públicas por meio das leis de incentivo, além de responder a dúvidas sobre assuntos administrativos e novidades tributárias.

Reuniões proveitosas

  Na opinião dos dirigentes que participaram, as reuniões foram muito proveitosas e instrutivas. Claudinei Giovanelli, presidente do Conselho do Clube Jequitibá, que compareceu ao Encontro de São José dos Campos, aprovou a iniciativa.

Giovanelli: troca de ideias
Giovanelli: troca de ideias

“Foi muito bom e produtivo. Foi a primeira vez que participei e o formato de mesa-redonda é bem interessante, porque dá mais liberdade para conversar com expositores e outros dirigentes. Houve uma grande troca de ideias. Abordamos tudo no geral, não houve um assunto específico. Tivemos bastante contato com outros clubes e foi bom poder conhecer a realidade de cada um”, diz Giovanelli.

 

Makino: informações úteis
Makino: informações úteis

Renato Takeshi Makino, presidente do Tênis Clube de São José dos Campos, que também acompanhou o Encontro, concorda. “Foi muito bom, principalmente a parte que tratou da renovação do estatuto, que é um tema muito importante no nosso clube, tivemos informações muito úteis. É a primeira vez que participo, achei a reunião bem objetiva e participativa. O formato de mesa-redonda deu dinamismo à conversa para que todos participassem mais. Achei ótimo, pretendo estar nos próximos”, afirma.

Moreno: aproveitamento da lei de incentivo
Moreno: aproveitamento da lei de incentivo

  A mesma impressão teve Paulo Afonso Abbade Moreno, vice-presidente do Clube Monte Líbano de São José do Rio Preto, presente ao Encontro que visitou a cidade. “Foi ótimo, muito esclarecedor e ajudou bastante. Os temas tratados foram todos interessantes, principalmente sobre projetos incentivados. Nós já possuímos alguns no clube e sabemos como lidar com eles, mas as novidades apresentadas serão aplicadas. O formato também é dinâmico, ajuda na troca de ideias. Pretendo ir nos próximos”, diz Moreno.

Fasolari: dúvidas esclarecidas
Fasolari: dúvidas esclarecidas

  Wesley Fasolari, diretor de esportes do Primeiro de Maio Futebol Clube, compareceu ao Encontro feito em Santo André e também elogiou a reunião. “Foi excelente, deu para tirarmos várias dúvidas que tínhamos, principalmente em relação à captação de recursos de incentivos fiscais – não sabíamos que havia tantos recursos e muito menos como fazer para tentar utilizá-los. Participei pela primeira vez e pretendo vir outras vezes, pois o que aprendemos será útil na vivência clubística”, afirma.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Clubes de Leitura têm várias reuniões programadas até o fim de junho

ilustração livroNove reuniões de grupos de associados que participam dos Clubes de Leitura estão programadas até o fim de junho.

A primeira será realizada no Esporte Clube Pinheiros, no dia 20, em duas discussões acerca do livro “Senhor das Moscas”, de William Golding. Uma às 10h e outra às 14h.

Também no sábado (20), às 16h, a reunião será na Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo, com o livro “Ciências morais”, de Martín Kohan.

No dia 24, quarta-feira, o livro em pauta será “A festa da insignificância”, de Milan Kundera, no Clube Paineiras do Morumby, às 15h.

No Club Athletico Paulistano, dia 25, quinta-feira, serão dois livros discutidos: “As cidades invisíveis”, de Ítalo Calvino, às 19h30, e “A festa da insignificância”, de Milan Kundera, às 16h.

O debate sobre o livro “Sergio Y. vai à América”, de Alexandre Vidal Porto, vai ser no Clube Atlético São Paulo (SPAC), no dia 26, sexta-feira, às 16h.

O último encontro do mês ocorrerá no São Paulo Futebol Clube, dia 27, sábado às 15h, com o livro “Reprodução”, de Bernardo Carvalho.

Já existem 15 Clubes de Leitura em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão entre associados de clubes que se interessam por literatura.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de leitura se reúnem na última semana de fevereiro

clube de leitura shutterstock_93752521

Mais duas reuniões de associados de clubes que participam de Clubes de Leitura serão realizadas na próxima semana.

O Atlético São Paulo (SPAC), em 27 de fevereiro, às 16h, discutirá o livro escolhido “O fio das missangas”, de Mia Couto.

Já no dia 28 de fevereiro, na reunião do São Paulo Futebol Clube, às 15h, o livro “A festa da insignificância”, de Milan Kundera será o assunto.

Existem 15 Clubes de Leitura instalados em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão.

Nesses espaços, grupos de associados se reúnem mensalmente para discutir e trocar ideias sobre os livros que estão lendo.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Clubes de Leitura iniciam fevereiro com reuniões

shutterstock_141036124

Quatro reuniões de grupos de associados que participam dos Clubes de Leitura estão programadas para o início de fevereiro.

A primeira acontecerá dia 2, uma segunda-feira, no Anhembi Tênis Club, às 20h.

O livro em discussão é “O palácio de inverno”, do autor John Boyne.

Já no dia 5, quinta-feira, às 19h30, leitores do livro “A vida secreta das abelhas”, de Sue Monk Kidd se encontrarão no Primeiro de Maio Futebol Clube.

O Alphaville Tênis Clube reunirá o Clube de Leitura para debater “O Amigo americano – Nelson Rockefeller e o Brasil”, de Antônio Pedro Tota,  no dia 6, sexta-feira, às 19h30.

Por último, o Clube de Leitura da Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo analisará obra “A tristeza extraordinária do leopardo-das-neves” de Joca Reiners Terron, no dia 7, sábado, às 16h.

Outras reuniões acontecerão no fim do mês.

Já existem 15 Clubes de Leitura em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão entre associados de clubes que se interessam por literatura.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Clubes de Leitura fazem reuniões para discutir livros

shutterstock_62245591Grupos de associados que participam de Clubes de Leitura têm reuniões programadas.

Em 20 de novembro, às 20h, no Clube Jundiaiense, de Jundiaí, a obra escolhida é “Diálogos e Sermões de Frei Eusébio do Amor Perfeito”, de Mafra Carbonieri.

A Associação Brasileira Hebraica terá duas reuniões, em 22/11.

Na primeira, às 15h, os associados terão como tema o livro “Minha vida sem banho”, de Bernardo Ajzenberg.

Às 17h, o assunto será “Essa coisa brilhante que é a chuva”, escrito por Cintia Moscovich.

Já existem 15 Clubes de Leitura em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa do Sindi-Clube é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão entre associados de clubes que se interessam por literatura e gostam de trocar impressões sobre o que leem.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.