Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

 Confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o dia a dia dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva, marketing e recreação.

Para essas áreas, o SINDI-CLUBE oferece orientação de consultores especializados. Acesse o portal do SINDI-CLUBE, seção Consultorias.

Então, Presidente, você sabia?

Que a edição da Lei 12.868/13 trouxe novas condicionantes para que os clubes possam pleitear incentivos fiscais e também manter a isenção de tributos como o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e a tributação diferenciada da Cofins e do PIS sobre a folha de salários?

Que foi estabelecido nessa lei o limite de seis meses para que os clubes promovessem a adequação de seus estatutos às novas exigências para incentivos e isenções fiscais e que o prazo expirou em abril de 2014?

Que os clubes detêm autorização legal para funcionarem aos domingos e feriados (Lei 605/49 e Decreto 27.048 de 1949) e que é permitido que o domingo seja considerado dia útil de trabalho?

Que as referidas leis autorizam o trabalho nos dias mencionados somente dos setores indispensáveis ao funcionamento do clube e que, portanto, serviços de escritório estão excluídos dessa autorização?

Que portaria do Ministério do Esporte alterou vários artigos de portaria anterior que dispunha sobre a tramitação, avaliação e enquadramento de projetos esportivos e paraesportivos que buscam recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte?

Que uma das mudanças feitas pela portaria estabelece que, para tramitação prioritária, será necessário declarar o valor de 10% do valor total do projeto, sendo que, antes, não havia valor mínimo necessário?

Que para conhecer todos os pontos modificados por essa portaria, basta falar com a Consultoria SINDI-CLUBE, acessada no portal da entidade: www.sindiclubesp.com.br/consultoria-projetos.

Que é muito importante o clube destinar um porcentual da arrecadação para a área de comunicação e marketing, para que possam ser realizadas as ações que possibilitem atingir os objetivos financeiros e Institucionais da entidade?

Que os professores do clube podem contribuir de forma eficaz na divulgação de eventos e atividades, já que eles têm contato direto com os associados?

Que essa ação direta deve ser incluída no programa de comunicação desenvolvido pelo clube?

Que no canto da leitura, no espaço de uma brinquedoteca, a criança entra em contato com a história, imagens e escrita, mantém interesse pela leitura e cria o hábito de ler?

Que a criança, quando se expressa espontaneamente durante a escuta de uma história, desenvolve suas ideias criativas de forma saudável, formando seu próprio espírito crítico?

Que o mediador de leitura pode enriquecer sua forma de contar histórias com recursos expressivos que encantem as crianças, utilizando fantoches, instrumentos musicais, adereços e muita criatividade?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!  Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do SINDI-CLUBE, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevcsabiaSenhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o dia a dia dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Para essas áreas, o SINDI-CLUBE oferece orientação de consultores especializados. Acesse www.sindiclubesp.com.br, seção Consultorias.

Então, Presidente, você sabia?

Que o presidente executivo do clube, eleito anteriormente à edição da Lei 12.868/2013, ainda poderá concorrer a dois mandatos sucessivos, independentemente de seu tempo anterior na presidência?

Que a Lei 12.868/2013 alterou a Lei 9.615/98, com a introdução de novas exigências estatutárias que estabelecem normas de gestão e transparência para obtenção de recursos fiscais para o desenvolvimento do esporte em qualquer esfera de governo?

Que a Lei Geral do Desporto (Lei Pelé) introduziu novas condicionantes para que as associações possam manter-se isentas do imposto de renda da pessoa jurídica e receber tributação diferenciada da Cofins e do PIS?

Que foi estabelecido prazo de seis meses, a contar de sua publicação, que ocorreu em outubro de 2013, para as tomadas de providências em relação às adequações estatutárias exigidas?

Que o Senado aprovou proposta que aumenta de 1% para 3% da parcela de dedução do IR devido pelas empresas tributadas pelo lucro real para incentivo aos projetos esportivos da Lei Federal de Incentivo ao Esporte?

Que a matéria segue agora para a Comissão de Assuntos Econômicos para análise de viabilidade técnica e orçamentária?

Que mais de R$ 500 milhões em recursos públicos estão disponíveis, neste ano, para incentivo a projetos esportivos desenvolvidos pelos clubes, por meio das leis de incentivo?

Que esse valor está assim dividido: Lei de Incentivo Federal, R$ 400 milhões; Lei Paulista de Incentivo, R$ 59 milhões; e Lei Pelé, R$ 60 milhões?

Que o período das festas Juninas representa uma ótima oportunidade para os clubes realizarem ações de captação de associados, já que nesse período recebem a visita de um grande público de não associados e estão em contato direto com tudo que o clube pode oferecer?

Que o endomarketing, fundamentos do marketing voltados para o público interno, melhora a qualidade dos serviços do clube, já que campanhas de incentivo e outras ações internas motivam e envolvem os colaboradores, contribuindo de forma significativa com a prestação de serviço?

Que, de acordo com o perfil do clube, além dos meios tradicionais de captação de receitas, o marketing pode criar novas oportunidades de negócios que atendam à demanda existente dentro do próprio clube e da região em que ele está inserido?

Que existem vários estudos científicos que comprovam a importância do brincar na estimulação e desenvolvimento do cérebro?

Que a criança, brincando, prepara-se para o futuro ao experimentar o mundo ao seu redor, descobrindo sua vocação, em busca de um sentido para a sua vida?

Que as crianças, quando jogam, expressam valores, assimilam ideias e formam princípios, desenvolvendo capacidades indispensáveis à sua futura atuação profissional como atenção, o hábito de permanecer concentrado e outras habilidades psicomotoras?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!  Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do SINDI-CLUBE, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevcsabiaSenhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o dia a dia dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que foi instituído o Programa de Combate à Intimidação Sistemática – Bullying, por meio da Lei 13.185 de 6 de novembro de 2015, que passou a viger em 6 de fevereiro de 2016?

Que o bullying é uma situação caracterizada por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, e que o termo tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão?

Que é dever dos clubes assegurar medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying, conforme previsto no artigo 5º da lei?

Que, em 2015, foram captados R$ 245,3 milhões na Lei Federal de Incentivo ao Esporte para o desenvolvimento de projetos?

Que, na divisão desse montante, o esporte de rendimento ficou com 60%, esporte educacional e esporte participação tiveram 20% de cada um?

Que R$ 103,7 milhões, 42%, do total, foram captados por proponentes do Estado de São Paulo?

Que, além da captação de receitas de patrocínio, é importante utilizar o marketing para criar campanhas que visem aumentar as receitas geradas por outras áreas, como cursos, venda de títulos e locação de espaços, entre outras, melhorando, assim, o resultado financeiro do clube?

Que, de acordo com Philip Kotler, um dos gurus do marketing internacional, 95% dos clientes insatisfeitos não reclamam, apenas deixam de comprar, daí a importância do atendimento para a fidelização de associados?

Que o Sindi-Clube tem à disposição uma consultoria especializada, pronta para oferecer orientação gratuita para planos de marketing nos clubes?

Que, para ter acesso a esse serviço, basta encaminhar perguntas para o e-mail consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Presidente, você sabia?

presidentevcSenhores Presidentes, confiram neste post vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões das áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que é privativo do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Paraolímpico Brasileiro o uso das bandeiras, lemas, hinos e símbolos olímpicos e paraolímpicos, assim como das denominações “jogos olímpicos”, “olimpíadas”, “jogos paraolímpicos” e “paraolimpíadas”?

Que a proibição do uso dos símbolos olímpicos está expressa na Lei Pelé (9.615 de 1998), com alterações da Lei nº 9.981 de 2000, em seu artigo 15?

Que os administradores devem estar atentos às restrições que atingem os clubes durante o período da propaganda eleitoral e que a grande maioria dos estatutos sociais das associações já estabelece que o clube está impedido de participar de movimentos políticos (e religiosos), bem como ceder instalações para esse fim?

Que a Lei de Incentivo Federal abriu inscrições em 1º de fevereiro para receber a documentação de projetos esportivos ou paraesportivos que pleiteiam verbas da Lei de Incentivo ao Esporte e que o prazo para protocolar propostas vai até 15 de setembro?

Que os clubes têm à disposição uma consultoria especializada, pronta para responder a todas as dúvidas sobre leis de incentivo?

Que, para ter acesso a esse serviço, basta encaminhar as perguntas pelo e-mail projetosincentivados@sindiclubesp.com.br?

Que Segundo Peter Drucker, guru da administração, “mais de 60% dos problemas e conflitos de uma empresa estão ligados a falhas na comunicação” – já imaginou seu clube com 60% a menos de problemas?

Que, para isso, é importante ter as áreas de comunicação e marketing muito bem estruturadas, valorizadas e alinhadas com todos os departamentos e a diretoria?

Que o associado de clube é um dos tipos de clientes mais fiéis que existem e que contemplá-lo com serviços de qualidade, por meio de canais de relacionamento eficazes, fazem dele formador de opinião e um dos os melhores divulgadores do clube?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia?

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões sobre a rotina dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que o clube deve fazer constar no estatuto todos os tipos de vínculos com o sócio titular que podem determinar quem são os dependentes?

Que os estatutos sociais podem mencionar como dependentes aqueles assim definidos nas legislações do Imposto de Renda e da Previdência Social?

Que antes de adotar o arquivamento de dados de associados em sistemas informatizados, antes anotados em livros, é necessária previsão no estatuto social, respaldada por resolução da diretoria?

Que o prazo para apresentação de projetos que pleiteiam recursos da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (LPIE) foi prorrogado para 31 de janeiro?

Que a LPIE concede crédito correspondente ao valor do ICMS destinado pelos contribuintes a projetos esportivos credenciados pela Secretaria Estadual de Esportes?

Que cada clube pode apresentar até três projetos para análise, limitados a 69 mil Ufesps (cerca de R$ 1,3 milhão) e que, em 2015, a renúncia fiscal do Estado para a LPIE fim foi de R$ 81 milhões?

Que possuir um bom plano de marketing com ações estratégicas interessa ao clube, independente do porte, pois traz resultados positivos e agrega valor à instituição?

Que a pesquisa de opinião, atrelada ao plano de marketing dos clubes, traz informações valiosas sobre hábitos de consumo, opiniões, necessidades dos associados e, além disto, contribui para o planejamento estratégico, criando um marco no sucesso da gestão?

Que o clube é um poderoso canal de comunicação segmentado que interage diretamente com um público selecionado e que o Sindi-Clube oferece consultoria gratuita (consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br) para a formulação de planos de marketing para clubes?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-ClubeClube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

shutterstock_245706880

Senhores Presidentes, confiram neste post vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o marketing, lei de incentivo estadual e questões legais dos clubes.

Então, Presidente, você sabia?

Que tão importante quanto realizar ações de marketing para o público externo (associados) é também relevante implantar nos clubes o endomarketing?

Que endomarketing é o marketing voltado para o público interno dos clubes (colaboradores, diretores e conselheiros) e tem como principal objetivo integrar as ações e a comunicação para que todos trabalhem alinhados e possam, dessa forma, tornarem-se agentes propagadores do clube?

Que a implantação de programas de incentivo, desenvolvidos pelos departamentos de marketing , RH e comunicação, são uma excelente forma de melhorar os serviços prestados pelos clubes, já que a satisfação dos colaboradores reflete-se diretamente em uma melhoria na qualidade de atendimento aos associados?

Que, em 2015, foram apresentados 609 projetos que buscavam recursos da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (LPIE), 511 dos quais receberam aprovação, sendo poucos deles oriundos de clubes?

Que a LPIE concede crédito de ICMS destinado pelos contribuintes a projetos esportivos credenciados e que cada clube pode apresentar três propostas, até o limite de 69 mil Ufesps (cerca de R$ 1,3 milhão)?

Que, para 2016, o prazo para apresentação de projetos que buscam recursos da LPIE é 10 de dezembro?

Que o associado que apenas opte pelas atividades físicas e esportivas espontâneas, sem a intermediação ou organização por parte do clube, deve apenas ser incentivado a manter-se avaliado clinicamente, sem que deva ser feita qualquer exigência nesse sentido?

Que atividades físicas como a zumba podem ser aplicadas a qualquer idade, levando-se em consideração a intensidade do exercício para as crianças, em sessões monitoradas, com turmas divididas por faixas etárias, de preferência de forma lúdica?

Que os clubes devem observar a cada seis meses as exigências do Código Sanitário que regula construções, ambientes, piscinas e exame médico, feito por médico dermatologista, para usuários de piscinas coletivas de uso restrito?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-ClubeClube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões sobre a adesão dos clubes ao Profut.

Então, Presidente, você sabia?

Que a Medida Provisória nº 671, aprovada na Câmara e no Senado e que aguarda sanção da presidente da República, criou o Profut para promover gestão transparente das entidades esportivas profissionais de futebol e também das demais de administração do esporte e de prática esportiva, mesmo que sem a prática do esporte de modo profissional?

Que os clubes em geral podem aderir ao Profut, do mesmo modo que as entidades esportivas profissionais de futebol?

Que, para aderir ao Profut, as entidades esportivas profissionais de futebol e os clubes em geral deverão apresentar o estatuto social e atos de designação e responsabilidade de seus gestores, demonstrações financeiras e contábeis, nos termos da legislação aplicável, e relação das operações de antecipação de receitas realizadas, assinados pelos dirigentes e pelo conselho fiscal?

Que os clubes que aderirem ao Profut, após a regulamentação da Receita Federal, da Caixa Econômica Federal e da Procuradoria da Fazenda, estarão aptos a apresentar projetos de formação esportiva via incentivos fiscais?

Que, além da regularidade fiscal, os clubes também devem estar atentos à adequação de seus estatutos sociais para atendimento às exigências das leis de incentivos fiscais e das condicionantes das isenções tributárias?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos importantes que cercam o dia a dia dos clubes.

As questões abaixo tratam de importantes temas que envolvem a administração clubística.

Então, Presidente, você sabia…

Que a contratação via CLT de antigos prestadores de serviços poderá ensejar a extensão do vinculo ao início da prestação de serviços, ocasionando, eventualmente, formação de passivo trabalhista, em relação a essas verbas e também às reflexivas, como FGTS, férias, 13º salário?

Que o reajuste das taxas de manutenção, administrativas e de cursos deve sempre ser feito com base no orçamento anual, peça fundamental e indispensável para tomada de decisões, ou por indexador previsto pelo estatuto social?

Que a cobrança de juros e multa dos associados inadimplentes deve seguir a regulação contida no estatuto?

Que o estatuto social deve ser adaptado às novas regras trazidas pela Lei 12.868/2013, para que o clube possa pleitear incentivos fiscais para o esporte e manter as isenções do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica, da Cofins e a tributação diferenciada do PIS?

Que o portal do Sindi-Clube traz parecer sobre a matéria relativa à adequação do estatuto e também oferece modelo que pode ser usado como material de consulta?

Que a Lei Antifumo em vigor e válida para todo o país proíbe o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou de qualquer outro produto fumígeno em ambientes fechados de uso coletivo, como bares, restaurantes, casas noturnas e ambientes de trabalho?

Que as novas disposições dessa lei federal apenas diferem da lei paulista, em vigor desde 2009, ao proibir fumódromos e consumo de fumígenos em espaços cobertos por toldos?

Que a multa pelo descumprimento da lei recai sobre o dono do estabelecimento e varia entre R$ 2.000 e R$ 1,5 milhão, até a suspensão da licença de funcionamento?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.