Lygia Fagundes Telles é indicada ao Prêmio Nobel de Literatura

Lygia, na homenagem recebida do Sindi-Clube, em 2011
Lygia, na homenagem recebida do Sindi-Clube, em 2011

Lygia Fagundes Telles teve seu nome escolhido pela União Brasileira de Escritores (UBE) para concorrer ao Prêmio Nobel de Literatura.

A UBE é convidada regularmente pela Real Academia Sueca para sugerir concorrentes à distinção.

A escolha de Lygia, escritora de 92 anos, autora de “Ciranda de pedra” e “As meninas”, entre tantos outros sucessos de crítica e de público, foi unânime.

“Lygia é a maior escritora brasileira viva e a qualidade de sua produção literária é inquestionável”, disse Durval de Noronha Goyos, presidente da UBE.

A autora tem obras traduzidas para o alemão, espanhol, francês, inglês, italiano, polonês, sueco e checo.

Alguns de seus títulos foram adaptados para o cinema, teatro e televisão.

Lygia com os clubes

Em maio de 2012, Lygia, ao lado do escritor Milton Hatoum, esteve presente para incentivar o lançamento dos Clubes de Leitura, ação conjunta entre o Sindi-Clube, Academia Paulista de Letras e editora Companhia das Letras (APL).

Na cerimônia realizada no auditório da APL, a escritora saudou a iniciativa de abrir espaço para a cultura:

Lygia, com Milton Hatoum, no lançamento dos Clubes de Leitura
Lygia, com Milton Hatoum, no lançamento dos Clubes de Leitura

“Devemos juntar nossas forças para lutar pela literatura brasileira, com a ajuda da força dos clubes. Essa parceria é da maior importância, tenho certeza que terá boa repercussão”, afirmou.

De fato, os Clubes de Leitura alcançaram ótima repercussão, como previa Lygia.

Quase quatro anos depois, existem implantados 15 desses grupos de associados que se reúnem em clubes paulistas para discutir o livro que estão lendo.

Antes disso, em outubro de 2010, Lygia e o escritor Ignácio de Loyola Brandão receberam homenagem de associados de clubes, feita na APL.

Durante o evento, foram feitas leituras dramáticas de contos dos dois literatos.

Na ocasião, Lygia se declarou emocionada com a homenagem.

“Agradeço de coração aos associados de clubes e ao Sindi-Clube que se lembraram e que acreditam em nós, escritores, que precisamos muito de vocês, leitores”, afirmou.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.