Pinheiros e Alphaville recebem o escritor Guilherme Fiuza, no Encontro com o Autor

portada_o-imperio-do-oprimido_guilherme-fiuza_201610101549

O escritor Guilherme Fiuza apresentará seu novo livro, “O império do oprimido”, em dois eventos do Encontro com o Autor, promovido pelo Sindi-Clube.

O primeiro será no Alphaville Tênis Clube, em 25/5, às 19h30.

Depois, no Esporte Clube Pinheiros, dia 27/5, às 10h.

No Encontro com o Autor, os clubes recebem visitas de escritores para a discussão de suas obras.

“O império do oprimido” é um romance que tem como contexto os dilemas político-ideológicos do século 21.

Fiuza destaca a ação do Sindi-Clube e fala da importância do Encontro com Autor.

Fiuza estará no Pinheiros e no Alphaville
Fiuza estará no Pinheiros e no Alphaville

“Essa proximidade com o leitor é fundamental, já que o público literário fica fisicamente distante do autor. Isso nos impossibilita de observar as reações e opiniões tidas após a leitura do livro.”

O próximo Encontro com Autor terá Thales Guaracy, no Club Athletico Paulistano, em 22/6, para a exposição da obra “A conquista do Brasil (1500-1600)”.

Clubes interessados em participar dessa ação literária conseguem mais informações no portal do Sindi-Clube.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Juan Pablo Escobar fala sobre seu livro no Paineiras

Escobra irá ao Paineiras (Foto: Ricardo Pinzón)
Escobra irá ao Paineiras (Foto: Ricardo Pinzón)

Juan Pablo Escobar estará no Clube Paineiras do Morumby, em 25 de abril, às 20h, para mais um Encontro com o Autor, promovido pelo Sindi-Clube.

Ele é autor de livros que relatam fatos da intimidade de Pablo Escobar, lendário narcotraficante colombiano, pai do escritor.

Em 27 de maio, às 10h, Guilherme Fiúza, estará com associados do Esporte Clube Pinheiros para falar de “Império do Oprimido”, seu novo livro.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Clube de Leitura do Pinheiros completa quatro anos, nesta semana

Foto: Companhia das letras
Foto: Companhia das letras

Os Clubes de Leitura, lançados em 2012, mostram, a cada ano, sua importância para o incentivo à cultura nos clubes.

Nesta semana, em 15/4, o Esporte Clube Pinheiros, celebra o quarto aniversário da ação feita em parceria com o Sindi-Clube e a Academia Paulista de Letras.

A comemoração será feita com o debate do livro “A resistência” de Julián Fuks, às 10h e 14h, e contará com a presença do autor.

A mediação será de Gerald Maurice.

Neste mês, estão previstos mais sete encontros literários nos clubes.

O Blog do Sindi-Clube divulga semanalmente a programação dos Clubes de Leitura.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Futsal do Pepac tem os vencedores de 2016

Jogos disputados marcaram festival do Pepac
Jogos disputados marcaram festival do Pepac

Dezesseis jogos foram disputados, sendo 12 pela série ouro e quatro pela série prata do Pepac.

Os torcedores que lotaram o ginásio do Círculo Mílitar puderam presenciar muita emoção e competitividade dentro das quatro linhas.

Confira as fotos do festival no Facebook do SINDI-CLUBE.

Pela série ouro, o jogo de abertura entre Clube Esportivo da Penha e Clube Esportivo Helvetia. categoria sub-11. fez valer a participação da torcida, que viu a partida ser decidida nos últimos minutos.

img_2136
Silva: Grande organização

O técnico Denis Oliveira da Silva estava bastante emocionado após a vitória do Helvetia, de virada, por 2 a 1.

“É um trabalho de dois anos, com muito esforço e dedicação de todos dentro do clube. Foi um jogo extremamente difícil, mas eu sabia que tínhamos condições de virar. Estou muito feliz e satisfeito com nosso desempenho.”

Denis ainda elogiou o SINDI-CLUBE pela organização do campeonato.

“O SINDI-CLUBE nos atende muito bem. Para o Helvetia, é, sem dúvida, o melhor campeonato metropolitano. A estrutura, premiação e todos da organização do torneio estão de parabéns”, concluiu.

Pelo sub-9, o Penha goleou o Esporte Clube Banespa por 5 a 2 e foi bicampeão da categoria.

img_3311
Pereira: trabalho em conjunto

O técnico da equipe vencedora, Bruno Roberto Pereira, falou sobre a regularidade dos atletas, em seu segundo título consecutivo.

“Fizemos um trabalho em conjunto com os pais dos meninos. Pedi a eles que levassem os filhos em todos os treinos e passasse responsabilidade, comprometimento e dedicação, pois no final tudo iria dar certo, e deu.”

Na partida final do sub-13, entre Clube Atlético Ypirange e Hebraica de São Paulo, o  pivô Diego Santos foi o grande destaque, com três gols marcados.

img_2885
Santos: artilheiro do jogo

“Foi um jogo muito pegado, mas conseguimos vencer e agora vamos comemorar. Dedico esse título e os gols ao meu pai, que sempre me apoia a jogar futebol”, disse.

Pela série prata sub-17, o Esporte Clube Pinheiros e Helvetia fizeram um grande confronto.

O primeiro período terminou 3 a 3, após uma reação incrível do Helvetia, que foi buscar o placar, após ter um revés de 3 a 0 no placar.

O último gol da partida, vencida pelo Pinheiros, foi marcado quando faltavam 8 segundos para o término, quando os times empatavam por 5 a 5.

img_4145
Roberta: jogo disputado

Roberta Batista Bezerra, técnica do Pinheiros,  sabia que seria um jogo difícil, e preparou os atletas para a grande final.

“Jogo final de campeonato é sempre muito disputado, ambos os times querem a vitória a qualquer custo. Abrimos uma boa vantagem no começo da partida, mas não soubemos aproveitar. Dei uma bronca neles no intervalo e conseguimos fazer um bom jogo e sair com a vitória.”

Confira os campeões da Copa Sindi-Clube Metropolitana de Futsal

SUB 9

Série Ouro
Campeão: Clube Esportivo da Penha
Vice: Esporte Clube Banespa

 

SUB 11

Série Ouro
Campeão: Clube Esportivo Helvetia
Vice: Clube Esportivo da Penha

 

Série Prata
Campeão: Clube Paineiras do Morumby
Vice: Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo

  

SUB 13

Série Ouro
Campeão: Clube Atlético Ypiranga
Vice: Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo

 

Série Prata
Campeão: Clube Aquático do Bosque
Vice: Associação dos Oficiais da Polícia Militar de São Paulo

 

SUB 15

Série Ouro
Campeão: Associação dos Oficiais da Polícia Militar de São Paulo
Vice: 
Alphaville Tênis Clube

 

Série Prata
Campeão: Clube Esportivo da Penha
Vice: Açaí Clube

  

SUB 17

Série Ouro
Campeão: Clube Atlético Ypiranga
Vice: Associação dos Oficiais da Polícia Militar de São Paulo

 

Série Prata
Campeão: Esporte Clube Pinheiros
Vice: Clube Esportivo Helvetia

 

SUB 21

Série Ouro
Campeão: Ribeirão Pires Futebol Clube
Vice: Alphaville Tênis Clube

Pelo Futsal sub-13 do Pepac, Mercedes goleia o Pinheiros

Mercedes e Pinheiros pela Copa SINDI-CLUBE de futsal sub-13
Mercedes e Pinheiros pela Copa SINDI-CLUBE de futsal sub-13

Mais uma rodada do Programa Esportivo para Associados de Clubes (Pepac) de futsal sub-13 foi jogada no último fim de semana.

No domingo (16/10), a equipe da Associação Desportiva Classista Mercedes-Benz venceu, em casa, por 4 a 1, o Esporte Clube Pinheiros.

As fotos da partida estão disponíveis no Facebook do SINDI-CLUBE.

Ambos os clubes já encerraram seus jogos da primeira fase da competição.

O Pinheiros, em 15 jogos, somou 12 pontos.

Já a Mercedes, com a vitória, totalizou oito.

A Copa SINDI-CLUBE Metropolitana de Futsal, iniciada em abril, se estenderá até o fim deste mês, quando serão iniciadas as fases finais do campeonato.

Satisfação em ser técnico

Sebastião Leocadio, Sebá, técnico desde 2005, conta que é gratificante treinar os garotos.

Leocadio orientando seus atletas
Leocadio orienta seus atletas

“É muito bacana trabalhar com os meninos. Além do sub-13, estou também com o sub-9 do Banespa, e faço realmente porque eu gosto.”

Já o treinador do ADC Mercedes-Benz, diz que o mais especial é poder passar suas experiências aos comandados.

“Muitos atletas que estão aqui, quando chegaram, não tinham muito conhecimento técnico, e hoje mostram que aprenderam tudo o que foi instruído. Não há dinheiro que pague vê-los jogando como hoje”.

Congresso

Em 1º de novembro, às 19h, será realizado o congresso técnico de futsal, na sede do SINDI-CLUBE. Além de informações gerais, a reunião tem como objetivo definir datas e horários dos jogos da fase final do torneio.

Interessados devem confirmar presença pelo e-mail pepac@sindiclubesp.com.br, até 28/10.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

 

Paulistano vence Pinheiros no vôlei menores do Pepac

14068182_835192199950724_7668037632558379816_nO Club Athletico Paulistano venceu, fora de casa, na última sexta-feira (26/8), o Esporte Clube Pinheiros por três sets a zero.

As fotos do jogo estão disponíveis na página do SINDI-CLUBE no Facebook.

O confronto, válido pela categoria infanto-juvenil do vôlei menores do Pepac (Programa Esportivo para Associados de Clubes), é um dos mais tradicionais entre clubes paulistas.

Denise Diniz, técnica do Paulistano, comenta o peso histórico da partida e exalta o resultado de sua equipe.

Diniz: ótimo campeonato
Diniz: ótimo campeonato

“São dois times que já se enfrentaram diversas vezes ao longo dos anos e que sempre querem ganhar uma da outra. Isso é uma motivação a mais e torna a disputa mais interessante, tanto para quem joga quanto para quem assiste. Vencer um clássico é sensacional e aumenta a confiança das meninas”, comenta Denise.

A técnica ainda elogia o torneio.

“O Pepac é a melhor coisa que já inventaram. A organização, a quantidade de equipes, o nível técnico… Tudo é muito bom e faz com que queiramos continuar jogando. Já disputamos muitos outros campeonatos, mas as atletas não tinham tanta paixão quanto têm por esse”, afirma.

Van Der Meer: benefícios para as atletas
Van Der Meer: benefícios para as atletas

Já Diogo Van Der Meer, treinador do Pinheiros, ressalta os benefícios do torneio para as jovens.

“É importante para a vida, tanto pessoal como de atleta, pois dá estabilidade, confiança, maturidade, faz sentir a pressão do jogo, entre muitas outras coisas que só um campeonato como este proporciona”, destaca.

Van Der Meer também avaliou o desempenho de seu time durante o jogo.

“Tivemos o mesmo volume de jogo do Paulistano, tanto que os sets foram bem parelhos, mas faltou um pouco mais de cabeça e concentração às meninas. Fica o aprendizado”, conclui.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja, na TV SINDI-CLUBE, a entrevista com o presidente do Pinheiros

Logo TV sindi-clube_2A TV SINDI-CLUBE, um dos meios que a entidade utiliza para comunicar-se com seus associados e outros públicos, transmitiu, na última sexta-feira (24/6), uma entrevista com o presidente do Esporte Clube Pinheiros, Roberto Cappellano.

A atração foi veiculada no programa “Vida do Esporte”, da TV Aberta-SP, e intermediada pelo apresentador, Fábio Pereira, e pelo presidente do SINDI-CLUBE, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho.

Entre os assuntos abordados, Cappellano fala sobre a recepção que o Pinheiros dará à delegação olímpica da China para um período de aclimatação, antes dos Jogos do Rio.

Assista:

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Pinheiros recebe China e reforça ligação com o esporte olímpico

Cappellano: esporte olímpico está na essência do clube (Foto: Divulgação)
Cappellano: esporte olímpico está na essência do clube (Foto: Divulgação)

Maior medalhista nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 e vice-colocada em Londres 2012, a China definiu o Esporte Clube Pinheiros como local de aclimatação de seus atletas para a Olimpíada, antes de seguirem para o Rio de Janeiro. De 22 de julho a 15 de agosto, o clube irá ceder sua estrutura para que a delegação, composta por 350 pessoas, possa se preparar para o maior evento esportivo do mundo.

Pelo uso de suas instalações nesse período, o Pinheiros irá receber R$ 14 milhões do Comitê Olímpico Chinês. O presidente da agremiação, Roberto Cappellano, entrevistado pela Revista dos Clubes, comemora a escolha e considera que a recepção a uma das principais potências olímpicas reforça a histórica ligação pinheirense com o esporte olímpico. Acompanhe a entrevista:

O Pinheiros é o clube brasileiro que mais forma atletas de ponta, que representam o país em competições internacionais. O que acrescenta à imagem esportiva da instituição ser escolhida pela China como local de aclimatação de seus competidores?

Roberto Cappellano: Fomos procurados por diversos países e termos sido escolhidos pelos chineses para essa preparação é um motivo de orgulho para todos os pinheirenses, afinal, o reconhecimento pela excelência da nossa infraestrutura, vindo de uma das principais potências olímpicas do planeta, é, sem dúvida, um reconhecimento internacional. Ser eleito pelo Comitê Olímpico Chinês para abrigar seus atletas durante essa preparação reforça que o esporte olímpico está na essência do nosso clube. Estamos certos de que será uma oportunidade única de intercâmbio para todos os nossos associados e atletas.

Quantas pessoas da delegação chinesa usarão a estrutura do Pinheiros?

Roberto Cappellano: Aproximadamente 70% da delegação chinesa que virá para os Jogos do Rio de Janeiro utilizarão nossas dependências de forma escalonada, de 22 de julho a 15 de agosto. Entre atletas, técnicos, preparadores e staff serão cerca de 350 pessoas. Eles ficarão num hotel da região e virão em dois períodos para treinar: de manhã e de tarde.

Atletas de quantas modalidades realizarão treinamentos no Pinheiros?

Roberto Cappellano: Atletas de 15 modalidades: natação, ginástica artística, futebol, tênis, rúgbi, polo aquático, vôlei, esgrima, boxe, tênis de mesa, badminton, atletismo, nado sincronizado, pentatlo moderno e tae-kwon-do.

O clube receberá uma boa compensação financeira – R$ 14 milhões. Além disso, o que os associados do Pinheiros irão ganhar com a convivência com os atletas chineses?

Roberto Cappellano: Teremos despesas também. Desenvolveremos uma campanha entre os associados e atletas do clube, com o intuito de criar um corpo de voluntários que faça a recepção e auxilie a delegação chinesa durante sua estadia aqui no Pinheiros e mostre um pouco do nosso país e da nossa cultura. Esse será, também, um importante intercâmbio, além de podermos observar a forma de treinamento deles, que são uma potência esportiva, traremos o verdadeiro espirito olímpico para dentro do clube e da cidade de São Paulo. Realizaremos também encontros, palestras e outras atividades que promovam a integração.

Qual será a destinação dessa receita extra obtida para a cessão das instalações aos chineses?

Roberto Cappellano: Criamos um fundo especial em nosso orçamento para essa receita que será recebida, com o objetivo de efetuarmos melhorias em todo o clube. Os valores envolvidos também serão muito importantes para garantir o total sucesso da operação, assim como para fazer alguns ajustes necessários para receber o Comitê Olímpico Chinês. Não teremos grandes intervenções previstas, pois o clube já possui instalações que dão bastante suporte e estão atualizadas à maioria das modalidades. Apenas no caso de alguns esportes, como o badminton, o tênis de mesa e o boxe, o clube irá adequar espaços para atender às necessidades. Em alguns espaços que já possuímos, como o ginásio da ginástica artística, faremos alguns ajustes, como troca do tablado, o que será importante não apenas para a delegação chinesa, mas para os nossos atletas e associados que utilizam o local. Todas as intervenções ficarão como legado em termos de estrutura para os frequentadores do Pinheiros.

O Pinheiros mostra-se um clube aberto a experiências que incentivem a prática esportiva, como essa de recepcionar a delegação chinesa. Sediar o Brasil Open de Tênis, em fevereiro, encaixa-se nesse objetivo?

Roberto Cappellano: Sem dúvida, o esporte está no DNA do clube e também na maioria do nosso corpo associativo. O clube já sediou inúmeros torneios e competições de diversas modalidades, inclusive Taça Davis. Esta iniciativa de receber o Brasil Open reafirma o papel de protagonista que nossa instituição desempenha no cenário esportivo nacional, assim como oferece oportunidade ímpar aos nossos associados, atletas e técnicos de presenciar um torneio de alto nível, internacional, convivendo com atletas que normalmente só são vistos pela televisão. É mais uma ação para a nossa cidade neste ano olímpico.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Neste domingo tem Circuito de Corais natalino no Pinheiros

Corais: apresentações tradicionais antes do Natal
Corais: apresentações tradicionais antes do Natal

Como ocorre tradicionalmente em todos os anos, o Circuito Sindi-Clube de Corais fará uma apresentação neste domingo (6/12), às 17h, no Esporte Clube Pinheiros, que terá no programa músicas alusivas ao Natal.

Além do coral do clube anfitrião, vão subir ao palco os corais do Clube Paineiras do Morumby, Sociedade Esportiva Palmeiras, Coral Vahakn Minassian de Sama, do Clube Armênio, e ainda, o Coral do Jardim, convidado especial.

É uma ótima oportunidade para encontrar boa música para entrar no clima de Natal.

O Circuito de Corais é uma criação do Sindi-Clube, desenvolvida durante o ano todo. Há 15 anos promove a troca de experiências culturais entre os clubes paulistas.

 

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de leitura têm reuniões para a próxima semana

ilustração livroSete reuniões de grupos de associados que participam dos Clubes de Leitura estão programadas para a próxima semana.

Na quarta-feira, 18/11, no segundo aniversário do Clube de Leitura do Anhembi Tênis Clube, serão discutidos os livros “A tristeza extraordinária do leopardo-das-neves” e “Não há nada lá”, de Joca Reiners, às 20h, com a presença do autor.

No mesmo dia, às 15h, o grupo 2 do Clube Paineiras do Morumby irá debater a obra “Tudo o que tenho levo comigo”, de Herta Müller.

Na quinta-feira, 19/11, três reuniões.

O Clube de Leitura do Círculo Militar de São Paulo fará análise do livro “Flores Artificiais”, de Luiz Ruffato, às 19h30.

No Clube Alto dos Pinheiros o livro em pauta será “A caixa preta”, de Amós Oz, às 15h.

E às 20h, a obra “Pauliceia dilacerada”, de Mário Chamie será discutida no Clube Jundiaiense.

O Clube de Leitura do Esporte Clube Pinheiros terá dois encontros no sábado, 21/11, para analisar o livro “O palácio de inverno”, de John Boyne.

O grupo 1 será às 10h, e o grupo 2, às 14h.

Os Clubes de Leitura são uma iniciativa feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão entre associados de clubes que se interessam por literatura.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.