Conheça algumas curiosidades sobre as modalidades olímpicas

shutterstock_212257297Desde que começou, em março, a série de cursos sobre modalidades olímpicas para jornalistas e estudantes de jornalismo, promovida pela Universidade SINDI-CLUBE em parceria com a Aceesp (Associação de Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), faz sucesso entre os profissionais da mídia.

Os participantes aprenderam, além de aspectos técnicos e históricos, curiosidades dos esportes que compõem a maior competição esportiva mundial.

O Blog do SINDI-CLUBE destaca algumas delas:

Badminton: você sabia que a peteca é feita de penas de ganso? Mas só podem ser retiradas de sua asa esquerda, já que o animal repousa sobre a direita.

Arco e flecha: “Robin Hood” é o nome dado quando um arqueiro crava uma flecha na traseira da outra. E o arqueiro pode levá-la para casa, como um “troféu” de seu feito.

Hóquei sobre grama: pouco conhecido no Brasil, é o terceiro esporte mais praticado no mundo. A Índia venceu mais da metade das medalhas de ouro da modalidade em Olimpíadas.

Taekwondo: os atletas gritam durante a execução dos golpes para colocar medo e impressionar os oponentes.

Ginástica artística: quem vê a delicadeza e sofisticação das ginastas não imagina que a modalidade, nascida na Grécia e no Egito por volta de 2600 aC, era utilizada como treinamento militar.

Levantamento de peso: surgiu de uma disputa, nos povos antigos. Quem erguesse os objetos de maior peso era o chefe do grupo. Pouco mais tarde, o esporte tornou-se um tipo de preparação para guerra.

Nado sincronizado: antes de entrar para os Jogos Olímpicos era apresentado em teatros. É uma das poucas modalidades praticadas apenas por mulheres. Existem caixas de som embaixo d’água para as atletas ouvirem a música e não sair do ritmo.

Os cursos sobre modalidades olímpicas prosseguem até junho.

Interessados em participar devem mandar e-mail para contato@sindiclubesp.com.br, com nome, telefone e empresa ou faculdade.

Assista aos vídeos

TV SindiClube_verticalQuem quiser saber mais sobre as modalidades olímpicas já apresentadas pode assistir a íntegra de alguns cursos na TV SINDI-CLUBE.

Estão disponíveis no canal as exposições sobre ginástica artísticabadmintontiro com arcoluta olímpica e hóquei sobre a grama.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Levantamento de peso encerra terceira semana de cursos sobre modalidades olímpicas

Reis: propagação da modalidade
Reis: propagação da modalidade

Mais uma semana de cursos sobre modalidades olímpicas para jornalistas esportivos e estudantes de jornalismo, promovidos pela Universidade Sindi-Clube em parceria com a Aceesp (Associação de Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo), chega ao fim.

O levantamento de peso encerrou, nesta quinta-feira (17/3), a terceira etapa de exposições que ensinam aos profissionais da imprensa um pouco mais sobre os esportes que farão parte da Olimpíada do Rio, em agosto.

Horácio Reis, presidente da Federação Paulista de Levantamento de Peso, explicou a modalidade aos que assistiram, tanto presencialmente, quanto via internet, a apresentação.

Para Reis, a iniciativa da Universidade Sindi-Clube é fundamental para a propagação de outros esportes, menos conhecidos, no Brasil.

“Normalmente a imprensa desconhece a variedade de modalidades que está na grade olímpica. É fantástico que o Sindi-Clube se preocupe em mediar esse contato entre os especialistas, que conhecem e vivenciam, e o jornalista, que nunca teve contato. Isso só trará benefícios – para ambas as partes, para o público e para o torneio em si”, conclui.

Ele também acredita que o Brasil tem chance de medalha no levantamento de peso com Fernando Reis, ouro no Pan-Americano de Toronto, no ano passado.

Inscrições abertas

Seguem abertas as inscrições para participar da série de cursos sobre modalidades olímpicas.

Interessados precisam encaminhar e-mail para contato@sindiclubesp.com.br, com as seguintes informações: nome completo, empresa, e-mail, telefone e nomes das modalidades.

A próxima semana terá nado sincronizado, saltos ornamentais e polo aquático, no dia 22, e natação e maratonas aquáticas, no dia 23.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades olímpicas: levantamento de peso

Reis: favoritismo confirmado no Pan (Foto: COB)
Reis: favoritismo confirmado no Pan
(Foto: COB)

O levantamento de peso fez boa campanha nos Jogos Pan-Americanos de Toronto, no Canadá, com direito a recorde e medalhas.

O atleta Fernando Reis trouxe o ouro para o Brasil. Ele confirmou seu favoritismo ao levantar 192 kg e derrubar o recorde de 180 kg.

Na sequência, também deixou para trás o antigo recorde de 225 kg na disputa do arremesso e passou para 235 kg.

No total, ele alcançou a soma de 427 kg, superando os 410 kg.

Os recordes anteriores já pertenciam ao atleta, que atingiu as marcas há quatro anos, nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara.

Ainda no masculino, Mateus Felipe Gregório obteve o resultado de 377 kg, sendo 175 kg no arranque e 202 kg no arremesso, e conquistou a medalha de prata na categoria até 105 kg.

As atletas femininas também subiram ao pódio. Bruna Piloto, na categoria até 63 kg, perdeu a chance de faturar a prata por 1 kg e garantiu o bronze.

Totalizou 202 kg com 90 kg no arranque e 112 kg no arremesso.

Com a medalha, a brasileira fez história ao ser a primeira mulher do país a subir em um pódio pan-americano na modalidade.

Jaqueline Ferreira, na categoria até 76 kg, faturou o segundo bronze. Ao todo ela levantou 230 kg, 105 kg na arrancada e 125 kg no arremesso.

A modalidade é uma das apoiadas pelo governo federal e começa a ganhar favoritismo do público.

A inédita medalha olímpica do Brasil pode chegar nos Jogos Rio-2016.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades olímpicas: levantamento de peso

Reis: entre os oito melhores do mundo (Foto: Katryn Dias)
Reis: entre os oito melhores do mundo (Foto: Katryn Dias)

O levantamento de peso é um dos esportes olímpicos com menos recursos do Brasil.

Os Jogos no Rio serão uma oportunidade para desenvolver a modalidade e buscar a medalha inédita.

No início de março, o torneio Internacional Manuel Suárez In Memorian de halterofilismo em Cuba, foi uma espécie de aquecimento para os Jogos Pan-Americanos, que serão realizados em Toronto, em julho.

E teve medalhas para os atletas brasileiros.

No feminino, Jacqueline Ferreira conquistou a medalha de ouro na categoria 75 quilos, prova de arremesso, e estabeleceu um novo recorde ao erguer 132 e 135 quilos. Um dia antes, Bruna Piloto já havia garantido o primeiro ouro do Brasil, na categoria 63 quilos, também no arremesso.

Na categoria masculina, Fernando Reis conseguiu duas medalhas de ouro na prova de arremesso e arranco.

Atleta da categoria pesado (acima de 105 quilos) o gigante brasileiro está entre os oito melhores do mundo.

O Brasil é favorito no Pan a levar pelo menos uma medalha, no masculino, com Fernando Reis. Ainda há a possibilidade de uma inédita no feminino, com Jaqueline Ferreira e Monique Araujo.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.