Dicas para a prática de exercícios em baixa umidade e temperaturas elevadas

shutterstock_152657654Diego Leite de Barros*

Nas próximas semanas, deverá permanecer a condição climática de baixa umidade e altas temperaturas. 

Como manter os treinos em dia e não prejudicar a saúde?

Após os primeiros minutos de exercício, já percebemos que o corpo está sofrendo mais que o habitual: boca seca, muita sede, respiração acelerada, suor excessivo e outros sinais e sintomas que indicam uma luta do organismo para nos manter em equilíbrio e, na medida do possível, certo conforto.

A falta de chuva somada às temperaturas extremamente altas, mesmo para o verão, deixa o tempo seco e levam o corpo a trabalhar mais para manter o bom funcionamento dos processos metabólicos, principalmente durante a atividade física.

Dicas  importantes:

shutterstock_94310014Hidrate-se de maneira correta!

Não espere a sede chegar para tomar água ou isotônico, nessa condição já estamos com algum grau de desidratação.

Não enxugue seu suor!

O processo de controle de temperatura depende da evaporação das partículas de suor e, se as enxugarmos, a redução da temperatura corporal fica prejudicada.

Evite os horários de calor excessivo ente 10h e 16h, principalmente para treinos mais longos ou de exigência acima do que está acostumado.

Use sempre protetor solar!

*Diego Leite de Barros: Educador físico, especialista em Fisiologia do Exercício e diretor técnico da DLB Assessoria Esportiva www.dlbassessoriaesportiva.com.br – Tel.: (11) 2924-2562, 97093-9983.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.