Esporte Clube Sírio recebe Clube de Leitura, nesta semana

download (1)

O Clube de Leitura, ação de divulgação literária do Sindi-Clube, terá mais uma reunião nesta semana.

Associados do Esporte Clube Sírio poderão, em 8/6, participar de um debate sobre o livro “Dias de abandono”, de Elena Ferrante, às 19h.

A mediadora será Christianne Boulos.

O Blog do Sindi-Clube divulga semanalmente a programação dos Clubes de Leitura.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de leitura iniciam fevereiro com três reuniões

shutterstock_226403434

Três reuniões de grupos de associados que participam dos clubes de leitura estão programados para esta semana.

Hoje, 4/2, serão discutidos dois livros.

O primeiro, às 19h, no Esporte Clube Sírio, a obra em pauta será “O filho eterno”, de Cristóvão Tezza, com mediação de Christianne Boulos.

Um pouco mais tarde, às 19h30, a mediadora Glória Gonçalves irá analisar a obra de Sandor Marai, “As brasas”, no Clube de Leitura do Primeiro de Maio Futebol Clube.

Já amanhã, 5/2, também às 19h30, no Alphaville Tênis Clube, o livro a ser debatido é “A morte do pai”, de Karl Ove Knausqard, com coordenação de Sofia de Avila.

A iniciativa é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão entre associados de clubes que se interessam por literatura.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Programa Sindi-Clube Aprendiz completa 10 anos e ganha ainda mais reconhecimento

Aprendiz

O Programa Sindi-Clube Aprendiz (PSA), único programa de aprendizagem específico para clubes, chega aos dez anos exibindo êxitos que comprovam sua efetividade.

Além de formar jovens para o ingresso no mercado de trabalho clubístico, o PSA obteve o reconhecimento das entidades que deram aos aprendizes a chance do primeiro emprego e também do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Utilizado por 24 clubes, o PSA atendeu, somente em 2014, 350 alunos.

Essas instituições contrataram os jovens, amparados pela aprovação que o programa recebe do MTE.

No ano passado, o Ministério confirmou duas validações do PSA – no Arco Ocupacional (Aprendiz em Atividades Esportivas e Clubísticas) e na CBO (Classificação Brasileira de Ocupações).

“O Programa atende a todos os parâmetros de avaliação da qualidade técnico-pedagógica estabelecidos pelo Ministério para os cursos de aprendizagem. Essa validação do MTE dá tranquilidade aos clubes para o cumprimento da Lei da Aprendizagem (10.097/00)”, diz o coordenador Programa Sindi-Clube Aprendiz, Reginaldo Teixeira Rosa.

A experiência pioneira do PSA foi classificada como fundamental pela Coordenadora Nacional de Aprendizagem do MTE, Ana Lúcia Alencastro, no desenvolvimento do Jade, Programa Jovem Aprendiz no Desporto do Ministério do Trabalho, lançado no ano passado, com apoio do Sindi-Clube (leia depoimento abaixo).

Aprendizes aprovam programa

Xavier: importância da aprendizagem
Xavier: importância da aprendizagem

Nos últimos dez anos, muitos dos aprendizes formados pelo PSA foram efetivados como empregados pelos clubes e elogiam a formação que receberam.

“Aprendi bastante no Programa, na minha vida pessoal e profissional. Vou me formar neste ano em Educação Física e atualmente sou orientador dos aprendizes do clube. Passo para eles a minha experiência para que saibam o quanto é importante a aprendizagem”, diz Douglas Durval Xavier, que atua no Clube Alto dos Pinheiros.

Oliveira: oportunidade do primeiro emprego
Oliveira: oportunidade do primeiro emprego

Outro jovem que enaltece o PSA é Thiago Pereira de Oliveira, que trabalha na controladoria do Esporte Clube Sírio:

“Participei do programa em 2007, foi uma experiência muito boa, pois recebi uma oportunidade de efetivação no clube. Hoje, pretendo fazer ciências contábeis e seguir carreira. Recomendo o PSA a todos os jovens que queiram adquirir experiência profissional e conseguir o primeiro emprego”, afirma.

A Coordenadora Nacional de Aprendizagem do Ministério do Trabalho e Emprego, Ana Lúcia Alencastro, classifica como fundamental a experiência do Programa Sindi-Clube Aprendiz.

“O Sindi-Clube foi a instituição pioneira em desenvolver e ofertar um Programa de Aprendizagem para o setor clubístico, o Programa Sindi-Clube Aprendiz. Sem dúvida alguma, essa experiência acumulada ao longo de tantos anos, e acompanhada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) por meio da Superintendência em São Paulo, tornou-o parceiro ideal no momento que precedeu o lançamento do Jovem Aprendiz no Desporto – Jade.

Ana Lúcia: experiência fundamental
Ana Lúcia: experiência fundamental

Foi fundamental poder contar com o testemunho de quem já atua e conhece muito bem a organização do trabalho, o ambiente, o ritmo, as necessidades e as novas possibilidades de trajetórias profissionais existentes nos clubes empregadores, mostrando-se sempre disposto a compartilhar tudo isso e colaborar com a consolidação de uma das ações estatais que integram a política em favor da juventude.

O investimento do MTE na pesquisa e sistematização de novos currículos, produção de materiais didáticos e capacitação de educadores para utilização correta da metodologia de formação profissional desenvolvida pelo Laboratório Trabalho & Formação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, visa ampliar essas oportunidades em âmbito nacional, promovendo inserção digna, ativa e promissora a muitos outros adolescentes e jovens brasileiros”.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.