Carnaval bem organizado e sem multas, em três passos

shutterstock_19669513

A maior festa popular do país, neste ano, começa no sábado de 6 de fevereiro, quando o Carnaval dá seus primeiros gritos de alegria.

A comemoração pode render aos clubes a oportunidade de organizar bailes de carnaval que despertem o interesse do público formado também pelos convidados, que poderão se tornar um possível novo associado.

Para que essa ocasião favorável não se transforme em transtorno financeiro gerado por multas, a Consultoria Jurídica do Sindi-Clube observa que o baile de carnaval bem planejado será uma importante fonte de recursos, desde que observadas as posturas administrativas e legais, para que não ocorram as multas que nenhum clube quer em sua planilha de custos. Desde já, o clube deve seguir o roteiro abaixo, organizado em três passos principais, abaixo.

1º PASSO, OS ALVARÁS

 É variável o tempo de concessão dos alvarás necessários para o baile de carnaval e que podem demandar vistorias. Checar se o clube já possui essas licenças e sua validade deve ser a primeira providência do administrador. Acompanhe o que deve ser observado:

Prefeitura e bombeiros: o alvará de funcionamento da prefeitura que o clube já tem precisa estar em conformidade com o projeto de construção registrado no ‘habite-se’ do imóvel. O alvará do Corpo de Bombeiros deve ser logo providenciado, pois, assim, eventuais pendências encontradas na vistoria poderão ser resolvidas em tempo.

Bares e restaurantes: sejam próprios ou terceirizados, esses estabelecimentos que vão atender os foliões necessitam de alvará da vigilância sanitária para funcionar.

Menores: a permanência de menores nos bailes de carnaval depende de alvará concedido ao clube pelo juizado da Vara da Infância de Juventude, conforme previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente.

2º PASSO, SEGURO E SEGURANÇA

Devem ser verificados:

Contratação de seguro: a lei estadual 11.265 obriga a contratação de seguro para a realização do baile de carnaval. A apólice cobre acidente pessoais, coletivos e sinistros. Sem esse seguro, na eventualidade de um imprevisto, o clube e seus dirigentes serão responsabilizados pelos danos que causarem a terceiros.

Brigada de incêndio: o decreto paulista 46.076/01 impõe a presença da brigada compostas por pessoas treinadas e qualificadas ou, então, contratada de empresa credenciada.

Desfibrilador: a lei estadual 12.736/07 obriga que o salão do baile tenha um desfibrilador à disposição, com operadores treinados e atualizados com as novas técnicas de ressuscitação.

Segurança: o clube pode usar segurança própria ou contratar o serviço para os bailes. Nos dois casos, é necessário o registro na Polícia Federal.

3º PASSO, OBSERVE A LEGISLAÇÃO

Depois de cuidar dos alvarás e da segurança, é hora de observar a ampla legislação que alcança os bailes de carnaval.

Meia entrada: ao calcular a receita que o carnaval vai gerar, o clube deve levar em conta a legislação que obriga a concessão do meio ingresso. Terão acesso ao baile pagando metade do valor da entrada estudantes (lei estadual 7844/92), professores da rede estadual (lei 10.858/01) e idosos com mais de 60 anos (lei 10.741/03).

Músicos: o clube é obrigado a exigir da banda contratada o recolhimento da taxa destinada à Ordem dos Músicos. A fiscalização multa o contratante, na falta desse pagamento. Os músicos também devem apresentar a carteira de identificação profissional.

Direito autoral: os direitos autorais das músicas executadas no baile de carnaval devem constituir um item principal da planilha de custos do evento. É recomendável que o clube procure o Ecad para negociar um acordo para o pagamento.

Impostos: o arrecadado em eventos abertos ao público, como o baile de carnaval é uma receita não própria dos clubes e, por isso, sobre esse valor incide ISS e Cofins.

Menores e bebida: recente lei estadual (14.592/11) proíbe totalmente a venda de bebidas alcoólicas a menores e aplica multas altíssimas aos infratores. Saliente-se que a autuação contra o clube pode ser feita mesmo que o menor flagrado com bebida esteja acompanhado dos pais.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia?

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões sobre a rotina dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que o clube deve fazer constar no estatuto todos os tipos de vínculos com o sócio titular que podem determinar quem são os dependentes?

Que os estatutos sociais podem mencionar como dependentes aqueles assim definidos nas legislações do Imposto de Renda e da Previdência Social?

Que antes de adotar o arquivamento de dados de associados em sistemas informatizados, antes anotados em livros, é necessária previsão no estatuto social, respaldada por resolução da diretoria?

Que o prazo para apresentação de projetos que pleiteiam recursos da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (LPIE) foi prorrogado para 31 de janeiro?

Que a LPIE concede crédito correspondente ao valor do ICMS destinado pelos contribuintes a projetos esportivos credenciados pela Secretaria Estadual de Esportes?

Que cada clube pode apresentar até três projetos para análise, limitados a 69 mil Ufesps (cerca de R$ 1,3 milhão) e que, em 2015, a renúncia fiscal do Estado para a LPIE fim foi de R$ 81 milhões?

Que possuir um bom plano de marketing com ações estratégicas interessa ao clube, independente do porte, pois traz resultados positivos e agrega valor à instituição?

Que a pesquisa de opinião, atrelada ao plano de marketing dos clubes, traz informações valiosas sobre hábitos de consumo, opiniões, necessidades dos associados e, além disto, contribui para o planejamento estratégico, criando um marco no sucesso da gestão?

Que o clube é um poderoso canal de comunicação segmentado que interage diretamente com um público selecionado e que o Sindi-Clube oferece consultoria gratuita (consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br) para a formulação de planos de marketing para clubes?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-ClubeClube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

“Se muito fizemos em 2015, mais ainda realizaremos em 2016”

O presidente do Sindi-Clube, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, comemora os resultados das ações da entidade em 2015 e delineia um novo ano igualmente marcado pela atuação da entidade em suas várias incumbências, nas áreas institucional, de ensino corporativo, aprendizagem, consultorias, convênios de cooperação, comunicação, esporte e cultura.

Betinho “Atingimos os nossos objetivos em 2015 e o saldo que temos é bem positivo. O Sindi-Clube fortaleceu-se como uma entidade bem posicionada institucionalmente, graças às muitas ações que colocamos em prática. Isso nos dá sustentação para prosseguir nesse caminho e nos permite projetar 2016 com a esperança promissora de que teremos um período muito bom, no principal ano da Década do Esporte, pela realização dos Jogos Olímpicos. Temos certeza de que a entidade, novamente, será um suporte valioso para os clubes, em termos de oferta de serviços, num ano que se configura mais difícil para todos. De forma otimista, posso afirmar que, se muito fizemos em 2015, mais ainda realizaremos em 2016”, afirma Betinho.

Acompanhe, a seguir, um resumo das atividades do Sindi-Clube em 2015.

Atuação institucional reforçada

Reunião do Comitê do Esporte (Foto: Master Imagem)
Reunião do Comitê do Esporte (Foto: Master Imagem)

O Sindi-Clube reforçou seu papel de interlocutor do setor com os órgãos do governo, em 2015. Destaca-se o convite feito à entidade pela Secretaria Estadual de Esporte e Lazer para formar o Comitê do Esporte do Estado de São Paulo, integrado por vários presidentes e dirigentes de clubes. O Sindi-Clube também manteve ativa sua participação no Comitê Voluntário de Apoio à Gestão Esportiva da Secretaria Municipal de Esportes.

O presidente do Sindi-Clube e o vice Luís Eduardo Dutra Rodrigues integraram outro Comitê, do Desporto da Fiesp, presidida por Emerson Fittipaldi. Além disso, ainda na parte institucional, a entidade fez importantes gestões na área legislativa, acompanhando de perto a tramitação da lei do zoneamento.

4.800 km percorridos

Encontro Campinas
Encontros com dirigentes: dez cidades visitadas

Com dez cidades visitadas nas diferentes regiões do Estado, a comitiva do Sindi-Clube percorreu 4.800 quilômetros, de abril a outubro, para realizar os “Encontros com dirigentes”.

Os eventos obtiveram ótima receptividade, com o comparecimento de presidentes e diretores que foram conhecer de perto os serviços oferecidos pelo Sindi-Clube e obter informações e orientações administrativas e legais sobre o dia a dia dos clubes.

Encontro de Soluções no Congresso de Clubes

IMG_5557O Sindi-Clube abriu o Congresso Brasileiro de Clubes, em novembro, com o “Encontro de Soluções”. O painel ofereceu palestras e uma sessão de perguntas e respostas com os consultores da entidade, que foram acompanhadas pelos congressistas. Também foi montado um estande no Congresso para recepcionar diretores e presidente paulistas e de outros estados. Os espaços transformaram-se em ponto de encontro de dirigentes de todo o país.

Convenção de Trabalho

199Em sua principal missão institucional, o Sindi-Clube fechou com o Sindesporte o acordo de trabalho para os próximos 12 meses, que, dada a atual situação econômica, proporciona reajuste salarial em duas etapas.

Com o mesmo equilíbrio, a entidade prossegue em tratativas com o Sinpefesp para também fechar a convenção de trabalho para os profissionais de educação física. Até o fechamento desta edição o acordo não havia sido concluído.

Programa Aprendiz ganha mais reconhecimento

O Programa Sindi-Clube Aprendiz (PSCA) recebeu o chamado do Ministério do Trabalho
para explicar seu conteúdo de formação de aprendizes aos clubes do estado do Rio de Janeiro, num evento promovido pelo Ministério Público do Trabalho.

IMG_2357O reconhecimento dos órgãos oficiais do Trabalho enaltece o PSCA, que já atendeu mais de 5 mil jovens, desde que foi instituído, em 2005. Somente em 2015, 500 alunos passaram pelas salas de aula do Programa. Participam 24 clubes que mantêm 315 aprendizes inscritos para receber orientação teórica na Universidade Sindi-Clube que, além da formação dos jovens, capacita orientadores de aprendizagem e instrutores do PSCA.

Mais convênios celebrados

Sobrasa: convênio divulga técnicas de salvamento
Sobrasa: técnicas de salvamento

O Sindi-Clube fechou mais três importantes convênios em 2015. Com o Instituto Mauá de Tecnologia, para a realização do Seminário de Esportes (veja abaixo) e desenvolvimento de parcerias no âmbito acadêmico, com a Federação Paulista de Handebol, para desenvolver a modalidade nos clubes e oferta de cursos, um deles já realizado, que foi dedicado a jornalistas. Ainda foi feito acordo de cooperação com a Sobrasa (Sociedade Brasileira de Salvamento Aquático), para a divulgação de técnicas de salvamento e prevenção em piscinas de clubes.

Universidade realiza Seminário com sucesso

1717
Seminário teve participação recorde

A realização do Seminário de Esportes foi atividade de destaque da Universidade Sindi-Clube, em 2015. O evento obteve número recorde de inscritos, com 145 profissionais participantes, vindos de clubes da capital, interior, litoral e também de cidades gaúchas e do Distrito Federal.

Em suas atividades, a Universidade Sindi-Clube teve 862 alunos inscritos nos 29 cursos que ministrou, sendo nove deles in company. Participaram dessas atividades, que também são transmitidas pela internet, colaboradores de 93 clubes.

Novas consultorias: marketing e projetos incentivados

Clubes passaram a ter consultoria de marketing
Clubes passaram a ter consultoria de marketing

O Sindi-Clube passou a disponibilizar duas novas consultorias, para as áreas de marketing e projetos incentivados, que obtiveram boa resposta dos clubes, em 2015.

Além disso, a Consultoria do Sindi-Clube respondeu, a centenas de consultas enviadas por e-mail, que esclareceram dúvidas administrativas e jurídicas, com profissionais das áreas trabalhista, fiscal, tributária e estatutária. Há também o atendimento online, que é feito semanalmente, via internet, para responder a dúvidas em tempo real.

Números grandiosos do Pepac

O maior torneio interclubes do país continua a exibir números grandiosos. Em 2015, o Programa Esportivo para Associados de Clubes (Pepac) teve a inscrição de 3.611 atletas de 47 clubes da capital, Grande São Paulo e interior, que disputaram 1.999 jogos no decorrer do ano, conforme exposto no quadro:

  Vôlei Futsal Handebol Total
Clubes 42 21 3 47
Equipes 168 65 3 236
Categorias 11 5 1 17
Jogos 1.399 586 14 1.999
Atletas 2.312 1.248 51 3.611

IMG_4634O coroamento do sucesso do Pepac foi na grandiosa festa de premiação das jogadoras do vôlei máster feminino (veja na pág. 11). Neste ano, o Pepac instituiu a premiação dos melhores jogadores e técnicos, nas modalidades vôlei menores e futsal. Os três melhores atletas de cada categoria foram selecionados pelos técnicos e depois eleitos por voto eletrônico, diretamente no portal do Sindi-Clube, numa enquete que recebeu 7.500 participações.

 

Recorde no Prêmio Literário

Circuito de Corais de Natal no Pinheiros (Foto: Rodrigo Sodré)

Na área cultural, o Prêmio Sindi-Clube/Academia Paulista de Letras de Poesia, Crônica e Conto obteve, em 2015, o recebimento recorde de trabalhos literários de 123 associados de 29 clubes localizados em 13 cidades paulistas. Essa participação representa um crescimento de 66% em relação ao verificado no concurso de 2014 (leia na pág. 24).

Os Clubes de Leitura também se mantiveram muitos ativos e, hoje, já existem em 15 em entidades associadas ao Sindi-Clube. Além disso, o Circuito de Corais manteve sua trajetória de realizar vários espetáculos durante o ano, os últimos dois com músicas de Natal, realizados no Esporte Clube Pinheiros e no São Paulo Futebol Clube.

Sindi-Clube muito visto na internet

O Sindi-Clube foi muito visto nas mídias sociais, em 2015. O Blog do Sindi-Clube (blogdosindiclube.wordpress.com), por exemplo, teve 27.714 visualizações, somente de janeiro a novembro. O portal da entidade (www.sindiclubesp.com.br) foi ainda mais acessado, com 37 mil visitantes e 164 mil visualizações de páginas.

shutterstock_65157943A comunicação obteve espaços para entrevistas do presidente do Sindi-Clube em vários programas de rádio e TV. Também houve a publicação deartigos, o último deles no portal da Folha de São Paulo.

Para obter o sucesso nos “Encontros com dirigentes”, foi feita uma intensiva ação de telemarketing para convidar os dirigentes das diferentes regiões do Estado. Toda essa movimentação mostra que o Sindi-Clube gera muito conteúdo. Isso se refletiu nas páginas da Revista dos Clubes que, no próximo ano, passará a ter edições mensais.

Visite o portal do Sindi-Clube e curta nossa página no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Consultoria gratuita de marketing é aprovada pelos clubes

shutterstock_245706880A consultoria lançada para assessorar os clubes na área de marketing foi bem recebida pelos gestores das entidades, que mostraram interesse pelo novo serviço gratuito.

O principal atrativo é a possibilidade que o marketing oferece de desenvolver planos e estratégias para a gestão dos clubes, com vistas a obter novas receitas e conseguir bons resultados financeiros, além de manter o nível de satisfação dos associados.

Entre os interessados que procuraram a publicitária Sueli Vidal, especializada em marketing de clubes e que comanda a consultoria, está Maria Eloísa Stiolin, tesoureira do Nosso Clube de Limeira:

“Quando vimos a reportagem na Revista dos Clubes, entramos em contato, pois achamos muito interessante uma consultoria para essa área, que é importante para o clube. Procurei a consultoria para saber sobre marketing de eventos, fidelização de associados e patrocínios para bandas. A resposta recebida foi rápida e muito útil, tirou todas as nossas dúvidas a respeito dos temas. Agora repassamos as informações para a diretoria e esperamos colocar em prática as dicas recebidas”, diz Maria Eloisa.

A gerente social do Clube Comercial de Lorena, Amanda Regöczi, da mesma forma, viu a reportagem e buscou a consultoria de marketing.

“Também sou responsável pelo departamento de publicidade do clube e solicitei a consultoria para saber meios de captar recursos para desenvolver atividades. Os assuntos abordados com a consultora Sueli foram muito bem esclarecidos e de grande valia para melhor desenvolver o nosso marketing. Achei muito bom o Sindi-Clube auxiliar os clubes nisso”, afirma.

Assuntos de interesse

A consultora Sueli Vidal explica que, além do interesse em receber informações para a ativação de novas receitas, os clubes também dirigiram perguntas sobre a introdução de programas de fidelização, por meio do departamento de marketing.

Sueli: marketing aperfeiçoa gestão
Sueli: marketing aperfeiçoa gestão

“Isso demonstra que os clubes estão reconhecendo a importância de se dar maior atenção à implantação de planos e estratégias que possam aperfeiçoar suas gestões e assim conseguir resultados mais satisfatórios, tanto financeiramente como institucionalmente”, diz.

Sueli ressalta que a consultoria pode contribuir para ações a serem aproveitadas no dia a dia dos clubes, como também para a gestão abrangente e estratégica.

“Se você, diretor ou gestor de qualquer área do clube, tem dúvidas ou deseja orientação, tanto de marketing quanto de comunicação, entre em contato. Podemos sugerir procedimentos que ajudarão o seu trabalho”, afirma.

O contato inicial com Sueli deve ser feito pelo e-mail consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br. As informações solicitadas serão analisadas e respondidas, antes do contato direto para as orientações da consultora.

Os clubes podem enviar todos os tipos de dúvidas sobre a introdução e também manutenção de planos de marketing.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Sindi-Clube oferece consultoria de marketing em clubes

Consultoria de mkt
A diretoria do clube resolve reformular sua estratégia de atuação e adotar novas ações para impulsionar as atividades oferecidas aos associados e conseguir novas receitas. Para colocar o novo plano em prática e alcançar mais eficiência, a consultoria especializada em marketing foi integrada à concepção da proposta.

  Essa é uma das várias situações em que o planejamento de marketing é fundamental para o sucesso de um clube.

  “O marketing tem papel estratégico nas organizações e com os clubes não é diferente. É um trabalho de inteligência que abrange todo o clube, estabelece metas de resultados para todas as áreas, para atender às expectativas dos associados. Os clubes, mesmo sem visar lucro, precisam de novas receitas e também manter o nível de satisfação dos associados. A atenção ao mercado competitivo em que estão inseridos deve ser dada de forma profissional e isso passa pelo marketing”, diz a publicitária Sueli Vidal, especializada em marketing de clubes e instrutora da Universidade Sindi-Clube.

  Sueli comanda a consultoria de marketing em clubes, novo serviço que o Sindi-Clube passou a oferecer aos seus associados.

  “Possuir um bom plano de marketing com ações estratégicas interessa ao clube, independente do porte, pois traz resultados positivos e agrega valor à instituição. Por isso, disponibilizamos essa nova consultoria. Os dirigentes e gestores poderão encaminhar suas dúvidas e obter apoio especializado”, explica o diretor-executivo do Sindi-Clube, Cláudio Lauletta.

Gerador de receitas

Sueli: marketing tem papel estratégico
Sueli: marketing tem papel estratégico

“O marketing pode ser um gerador de receitas para os clubes, mas é importante entender que sua ação não se resume apenas em buscar patrocínios. Muito além disso, o marketing é aplicado em ações de retenção e fidelização do quadro associativo e igualmente na busca de novos associados. Também pode ser usado como ferramenta para atrair interessados para determinado serviço e em várias ações de relacionamento que podem estimular o clube em todas as suas áreas de atuação. O clube, enfim, é um poderoso canal de comunicação segmentado que interage diretamente com um público selecionado. As oportunidades de ativação são inúmeras”, explica Sueli.

  O contato inicial dos clubes com Sueli deve ser feito pelo e-mail consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br.

As informações solicitadas serão analisadas e respondidas, antes do contato direto para as orientações da consultora.

Os clubes podem enviar todos os tipos de dúvidas sobre a implantação e também manutenção de planos de marketing.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja as fotos do “Encontro com dirigentes” promovido pelo Sindi-Clube em São José dos Campos

Imagem do Banner
Dirigentes dos Vale do Paraíba reunidos com o Sindi-Clube

Foi realizada em São José dos Campos, em 15/8, mais uma reunião da série “Encontros com Dirigentes”, promovida pelo Sindi-Clube, com o objetivo de proporcionar contato da entidade com representantes de clubes de todas as regiões do Estado.

Para estimular a interação, a reunião adotou o formato de mesa-redonda, que facilitou a troca de experiências entre os participantes.

Os diretores e consultores do Sindi-Clube esclareceram temas importantes como financiamento de projetos esportivos de clubes com verbas públicas, por meio das leis de incentivo, questões que afetam a administração dos clubes, além de esclarecimentos de dúvidas sobre assuntos tributários.

As fotos do evento podem ser acessadas no Facebook do Sindi-Clube.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Sindi-Clube passa a oferecer nova consultoria para marketing em clubes

 

shutterstock_245079679

O Sindi-Clube lançou mais uma consultoria gratuita para os associados à entidade, a de marketing em clubes.

O novo serviço, que já está disponível, será comandado pela publicitária Sueli Vidal, especializada em marketing de clubes e instrutora da Universidade Sindi-Clube.

O diretor-executivo do Sindi-Clube, Claúdio Lauletta, explica o objetivo de oferecer o apoio aos clubes.

“Possuir um bom plano de marketing com ações estratégicas interessa ao clube, independente do porte, pois traz resultados positivos e agrega valor à instituição. Por isso, disponibilizamos essa nova consultoria. Os dirigentes e gestores poderão encaminhar suas dúvidas e obter apoio especializado”, diz.

A consultora Sueli Vidal ressalta que o marketing tem papel fundamental nas organizações e com os clubes não é diferente.

O conjunto de métodos a ser adotado pelos clubes pode ser um gerador de receitas, mas é importante entender que a ação do marketing não se resume apenas em buscar patrocínios.

IMG_3044 bl
Sueli Vidal: marketing tem papel estratégico

“Muito além disso, o marketing é aplicado em ações de retenção e fidelização do quadro associativo e igualmente na busca de novos associados. Também pode ser usado como ferramenta para atrair interessados para determinado serviço e em várias ações de relacionamento para manter o nível de satisfação dos associados. O clube, enfim, é um poderoso canal de comunicação segmentado que interage diretamente com um público selecionado. As oportunidades de ativação são inúmeras”, explica Sueli.

Os contatos devem ser feitos pelo e-mail consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br.

As informações solicitadas serão analisadas e respondidas, antes do contato direto para as orientações da consultora.

Os clubes podem enviar todos os tipos de dúvidas sobre a implantação e também manutenção de planos de marketing

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões sobre a adesão dos clubes ao Profut.

Então, Presidente, você sabia?

Que a Medida Provisória nº 671, aprovada na Câmara e no Senado e que aguarda sanção da presidente da República, criou o Profut para promover gestão transparente das entidades esportivas profissionais de futebol e também das demais de administração do esporte e de prática esportiva, mesmo que sem a prática do esporte de modo profissional?

Que os clubes em geral podem aderir ao Profut, do mesmo modo que as entidades esportivas profissionais de futebol?

Que, para aderir ao Profut, as entidades esportivas profissionais de futebol e os clubes em geral deverão apresentar o estatuto social e atos de designação e responsabilidade de seus gestores, demonstrações financeiras e contábeis, nos termos da legislação aplicável, e relação das operações de antecipação de receitas realizadas, assinados pelos dirigentes e pelo conselho fiscal?

Que os clubes que aderirem ao Profut, após a regulamentação da Receita Federal, da Caixa Econômica Federal e da Procuradoria da Fazenda, estarão aptos a apresentar projetos de formação esportiva via incentivos fiscais?

Que, além da regularidade fiscal, os clubes também devem estar atentos à adequação de seus estatutos sociais para atendimento às exigências das leis de incentivos fiscais e das condicionantes das isenções tributárias?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes procuram apoio de consultoria do Sindi-Clube para desenvolver projetos com leis de incentivo

pag12

A consultoria instituída pelo Sindi-Clube que oferece suporte para a correta apresentação de projetos esportivos incentivados com verbas públicas tem recebido várias consultas de gestores e dirigentes de clubes.

A repercussão tem sido muito boa, o novo serviço comandado pelo consultor especializado Ricardo Paolucci é elogiado por quem procurou informações e esclarecimentos.

As leis de incentivo se apresentam como uma alternativa aos cortes de patrocínio provocados pela retração econômica.

Em 2014, houve um volume de quase R$ 500 milhões em recursos à disposição dos clubes para desenvolver projetos esportivos, montante que não existia antes.

Dos R$ 500 milhões disponíveis para financiar projetos, R$ 252 milhões foram destinados ao esporte pela lei de incentivo federal no ano passado, somados aos R$ 120 milhões da Lei Pelé depositados em 2014 em um fundo resultante de transferência de 0,5% do arrecadado com loterias, mais os R$ 80 milhões da lei paulista de incentivo, dinheiro originado da renúncia fiscal do ICMS.

  O objetivo da nova consultoria é instruir gestores de clubes para que não cometam erros que levam à rejeição das propostas.

Paolucci, nos contatos com representantes de clubes, explica que, além de entregar documentação completa e mostrar que não possui pendências fiscais, os clubes precisam conhecer as condições específicas para a obtenção de verbas públicas, que exigem planilhas detalhadas. Imprecisões nesse processo levam à recusa da proposta pelos órgãos do governo.

Clubes recomendam

Representantes de clubes que procuraram a consultoria para projetos incentivados não somente elogiaram o serviço como também o recomendaram.

Entre eles está Roberto José Carlini, gerente administrativo do Grêmio União São Roquense, interessado em desenvolver atividades esportivas no clube.

“No contato que fiz, agendei uma visita do consultor Paolucci. Estará presente nessa reunião um representante do Clube Atlético Sorocabana de Mairinque, entidade que também está interessada na obtenção de recursos incentivados. No nosso clube, pretendemos desenvolver a escola de esportes que atende a várias faixas etárias e também temos um projeto para o futebol. Essa consultoria é uma ferramenta importante para os clubes encontrarem o melhor caminho para aproveitar os recursos públicos”, afirma Carlini.

A dúvida apresentada à consultoria pelo coordenador de esportes da Associação Esportiva Mocoquense, Flávio Campos, referiu-se aos recursos da lei estadual de incentivo ao esporte.

“Tínhamos algumas dúvidas quanto à apresentação do projeto para obter recursos da lei estadual e todas foram esclarecidas pelo consultor. Pretendemos desenvolver mais projetos e contamos com o suporte dessa consultoria, que eu recomendo aos clubes”, diz.

Ricardo Amirato, gerente de esportes do Clube Atlético São Paulo, SPAC, participou de uma expoisção do consultor Paolucci.

“Achei a palestra muito boa e esclarecedora, pois tirou muitas dúvidas. Atualmente, o clube não tem nenhum projeto, mas em um futuro próximo as explicações poderão ser uteis, pois as condições são vantajosas. Recomendo a consultoria para qualquer pessoa interessada em projetos de incentivados”, afirma.

Consultas por e-mail

Para ter acesso à consultoria, o clube associado ao Sindi-Clube deve encaminhar suas dúvidas para o e-mail: projetosincentivados@sindiclubesp.com.br.

Ricardo Paolucci atua como gestor esportivo especializado em projetos incentivados desde 2008, ministra cursos e palestras em todo o país sobre o tema e também é instrutor da Universidade Sindi-Clube.

Foi premiado pela CBC como Gestor Esportivo do Ano, em 2009, e já obteve aprovação para mais de 40 projetos incentivados, que representam R$ 100 milhões em recursos.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Regimentos internos: importantes por determinar o funcionamento de tudo nos clubes

k

O conjunto de regras regimentais em atividades de convívio, como pingue-pongue, boliche e pebolim, entre outras,  deve ser amplamente divulgado aos associados do clube

A Consultoria Sindi-Clube recebe frequentes indagações que tratam das atividades dos associados em espaços fechados dos clubes, como as áreas destinadas ao carteado (buraco, tranca, jogos sociais), sinuca, salão de jogos infantis (pingue-pongue, pebolim, carambola), saunas, boliche, entre outros.

As respostas para as questões que envolvem o dia a dia do associado nesses locais devem estar sempre contidas nos regimentos internos de cada um deles.

Os regimentos são importantes porque indicam regras para o uso e funcionamento do clube.

Dessa forma, ampliam a ação do estatuto da associação, que remete às disposições dos regimentos.

O regimento é importante, pois, ao organizar regras, transfere para o associado a responsabilidade em casos de inobservância das normas, o que vai caracterizar infração disciplinar e a punição prevista no estatuto.

Não há limites para o estabelecimento de regimentos, que podem ser criados de acordo com as características de cada clube.

O conjunto pode chegar a 20 regimentos, desde os regimentos da assembleia-geral, dos conselhos, de admissão de associados, até o uso de espaços comuns.

O regimento do salão de jogos deve esclarecer os tipos de jogos permitidos, para vedar a prática de jogos de azar, por exemplo.

O do salão de jogos infantis determina o tempo de uso e se o espaço necessita de funcionário para gerenciar o uso.

Além de instituir regimentos para todas as áreas, o clube deve preocupar-se também em expor o regulamento de forma bem visível.

Não adianta a prescrição das normas ficar escondida atrás das portas dos locais, mas sim bem visível.

Essa exposição ajuda a formar a cultura regimental e, por conseguinte, facilita a vida dos associados e a administração do clube.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.