Natação brasileira tem delegação olímpica com número recorde

Thiago Pereira: esperança de medalha (Foto: Divulgação/CBDA)
Thiago Pereira: esperança de medalha (Foto: Divulgação/CBDA)

Com o fim do Troféu Maria Lenk, no último dia 20, a delegação brasileira de natação que competirá na Olimpíada do Rio, em agosto, conta com um número recorde de atletas: 29 nadadores, até agora, representarão o país na mais importante competição esportiva mundial.

A equipe masculina é composta por Bruno Fratus, Ítalo Manzine, Marcelo Chierighini, Nicolas Oliveira, João de Lucca, Matheus Santana, Luiz Altamir, Brandonn Almeida, Miguel Valente, João Gomes Jr, Felipe França, Tales Cerdeira, Thiago Simon, Guilherme Guido, Leonardo de Deus, Kaio Marcio, Henrique Martins, Marcos Macedo, Henrique Rodrigues e Thiago Pereira.

Etiene Medeiros, Graciele Herrmann, Larissa Oliveira, Jessica Bruin, Gabrielle Roncatto, Manuella Lyrio, Daiene, Daynara de Paula e Joanna Maranhão compõem o plantel feminino para a disputa.

Ricardo de Moura, superintendente executivo da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, comenta o número de atletas garantidos nos Jogos.

“É o legado de uma nova geração sendo formado, e isso ajuda para o futuro. Tínhamos planejado 32, no total. Vamos ver os revezamentos, que ainda faltam classificados, e devemos chegar nesse objetivo inicial”, conclui.

César Cielo não conseguiu se classificar e está fora da Olimpíada. Ele conquistou na edição de Pequim, 2008, a primeira medalha de ouro da natação brasileira na história da competição.

Agora, Thiago Pereira, que garantiu prata em Londres, 2012, é a principal esperança de pódio da modalidade.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.