Gestão de clubes em tempos de crise

Roberto Libardi*

Gerir um clube não é tarefa simples e, em tempos de crise, o desafio parece ainda maior.

O Brasil passa por um período de incerteza, tanto na economia quanto na política, e os indicadores não são dos melhores.

Edmar Lisboa Bacha, economista que participou da instituição do “Plano Real”, durante o governo de Itamar Franco, prevê que, até 2019, a situação de enfraquecimento econômico não melhore muito.

Vencida a inflação, o país está estagnado e sem ritmo para acompanhar o crescimento mundial.

Segundo o Fundo Monetário Internacional, a economia nacional deve crescer apenas 0,2% até o fim do ano e 1,7% em 2018, sem forças para avançar muito mais e perdendo em quase todas as comparações – até com a maioria dos países latino-americanos.

Um dos principais motivos para tamanho declínio é a falta de planejamento em longo prazo e a má gestão por parte do governo, que vem trabalhando com uma estratégia de reação aos fatos.

Uma verdadeira operação tapa buraco.

Isso pode acontecer também em empresas e clubes, se os dirigentes não tomarem os cuidados e precauções necessários para manter uma base sólida de desenvolvimento.

O cenário está complicado e os fatos básicos são comuns a todos: inflação, juros, dólar alto, retração do consumo, arroxo fiscal, entre outros pontos que pesam no fluxo de caixa e na gestão de nossas associações.

Para surfar na onda da crise, é preciso: atenção, capacidade analítica e habilidade de ficar imune ao mau-humor que toma conta do ambiente.

Principalmente para nossas associações, que têm como essência o bem-estar, a qualidade de vida e a felicidade das pessoas (nossos associados).

Um dos maiores erros que um dirigente ou gestor pode cometer, diante da atual conjuntura, é “andar com a manada”.

O cenário não é o mesmo para todos os setores de mercado, cada um é afetado pela conjuntura de uma forma diferente e específica.

Eu diria que esta é mais hora de focar no essencial do que de entrar em aventuras.

Nas crises, também existem oportunidades, só que, quase por definição, elas não estão disponíveis para todos.

Outro erro é achar, arrogantemente, que “nada mudou” ou que a crise não tem impacto sobre o nosso negócio.

Provavelmente tem e é importante entender quais são.

Se quiser manter o clube sólido no mercado atual, é preciso ter confiança no negócio e investir na qualificação dos processos de gestão.

Descomplicar e agilizar são as palavras de ordem no momento, realizar mais com menos.

Manter a casa organizada e sob o cuidado de pessoas competentes e devidamente treinadas para operar tais funções.

Nossas associações, que compõem um setor de atividade centenária, sobreviveram a todas as crises passadas e certamente conseguiremos sobreviver a mais esta que vivemos hoje.

Portanto, aposte na gestão.

Roberto Libardi é Administrador de Clubes, atuando neste mercado há 35 anos. Diretor da RL Soluções para Clubes. Consultor especialista em gestão de clubes pelo Sindi-Clube SP. Idealizador do “Programa Esportivo para Associados de Clubes – Pepac Sindi-Clube” – o maior programa de esporte de participação do país e em atividade ininterrupta, desde 1998.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook e Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Palestra gratuita explica a influência do preparo comportamental nos resultados do clube

Foto: Shutterstock
Foto: Shutterstock

Não basta ao profissional ter boa capacitação técnica, é necessário também adequado preparo comportamental para relacionar-se com as pessoas com as quais convive no trabalho: colegas, liderados, chefes, clientes, fornecedores e a comunidade.

Em 27 de junho, das 10h às 12h, a Universidade Sindi-Clube oferece a palestra gratuita “A importância dos relacionamentos nos resultados”.

A exposição dá aos participantes técnicas e abordagens de relacionamento, considerando as questões de foco, objetivo esperado, identificação e tratamento das divergências.

Mostra como alcançar e relacionar-se com as pessoas essenciais ao trabalho.

Dirigida a profissionais de todas as áreas organizacionais dos clubes.

O palestrante é de Dimas Facioli, administrador especialista em programas de desenvolvimento de empresas, pessoas e negócios. Transmissão via internet.

Quando: 27 de junho, das 10h às 12h

Inscrições e mais informações no portal do Sindi-Clube.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Curso ensina como colocar o relacionamento interpessoal em favor do bom ambiente de trabalho

gerenciamento de conflitos

Desenvolver habilidades de relacionamento interpessoal, bem como alertar para seus obstáculos, melhora o ambiente de trabalho, por meio da comunicação, integração e colaboração dentro da equipe, de forma a manter o respeito mútuo.

Esse é o foco do curso presencial da Universidade Sindi-Clube “Gestão de relações interpessoais e conflitos”.

A exposição prepara pessoas para a prática de comportamentos e atitudes assertivas.

Também ensina a utilização de ferramentas que possibilitam trabalhar as situações de divergências e conflitos, eliminando tensões e gerando empatia para o êxito dos relacionamentos.

A expositora é Márcia Rizzi, coach especializada em gestão de pessoas e administração.

Quando: 6 e 13 de junho, das 9h às 13h.

Inscrições e mais informações aqui.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc-2

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o dia a dia dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva, marketing e recreação.

Para essas áreas, o SINDI-CLUBE oferece orientação de consultores especializados. Acesse www.sindiclubesp.com.br, seção Consultorias.

Então, Presidente, você sabia?

Que a recente inclusão das taxas condominiais no rol dos títulos passíveis de execução não se aplica às taxas de custeio e mensalidades dos clubes?

Que os clubes podem usar a força do estatuto social para compelir o associado a manter seus compromissos em dia, a fim de poder frequentar as instalações da entidade e desfrutar de seus serviços?

Que o Regimento de Acesso ao clube deve conter as regras gerais, tais como horário de funcionamento, exibição de carteira de identificação, ingresso de visitantes, ingresso de veículos e, se nesse caso, o veículo e o condutor passarão por inspeção e verificação?

Que a legislação paulista sobre controle de aquisição e uso de produtos controlados, utilizados no tratamento de águas das piscinas, vem desde o governo de Armando Arruda Pereira, em 1935?

Que o Decreto Federal 3.665 de 19/11/2000 regulamenta e obriga a obtenção de licença prévia para aquisição e estocagem de produtos controlados?

Que agora é o momento ideal para planejar ações de marketing para a temporada de primavera e verão, período em que há um interesse maior tanto de associados, como do público externo, em utilizar os clubes?

 

Que é importante planejar campanhas que aproveitem a chegada dos dias quentes para atrair novos associados com promoções especiais?

Que essa é a ocasião para criar um plano de comunicação e reter associados, convidando-os a aproveitar ainda mais o clube, destacando eventos e novidades previstas?

Que a CBC, por meio da Lei Pelé, já formalizou 62 convênios com 27 clubes de todo o país, para os quais destinou R$ 68,5 milhões?

Que os clubes de São Paulo receberam R$ 15 milhões para projetos de formação de atletas olímpicos?

Que os clubes paulistas beneficiados foram Club Athletico Paulistano, Clube de Campo de Piracicaba, Clube Esperia, Clube Internacional de Regatas, Clube Paineiras do Morumby, Esporte Clube Pinheiros e Sport Club Corinthians Paulista?

Que a brinquedoteca, ao estabelecer regras adequadas no brincar, torna-se um espaço educativo para ensinar às crianças bons costumes e cuidados com os brinquedos e consigo mesmo?

Que as crianças crescem e seus interesses e necessidades também variam e, por isso, demandam novos brinquedos e formas diferentes de brincar?

Que, em vez da compra de jogos muito caros, devemos criar oportunidades de as crianças criarem seus próprios brinquedos, com sucatas e outros materiais, que resultem em brincadeiras que as surpreendam?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!  Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do SINDI-CLUBE, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Biblioteca Virtual ganha novos manuais

shutterstock_51873682P-1024x682O acervo de obras da Biblioteca Virtual, serviço criado pela Universidade SINDI-CLUBE, não para de crescer.

Dois novos manuais estão disponíveis para consulta: o de Orçamento, que auxilia a área administrativa do clube a montar e executar este instrumento de gestão estratégica, e o de Assertividade, eficaz para a melhora do comportamento e a aperfeiçoamento das relações com os associados e companheiros de trabalho.

Além desses, podem ser acessados na Biblioteca: Manual de Atendimento ao Associado, de Inteligência Emocional, 8 regras básicas para um bom texto, Brinquedoteca, Gestão de Pessoas, seis volumes do Manual de Piscinas e Manual Básico de 13 modalidades olímpicas.

O acesso ao conteúdo é feito gratuitamente por meio de login e senha, que serão fornecidos pela Universidade aos gestores associados às entidades.

Basta solicitar pelo e-mail universidade@sindiclubesp.com.br ou pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube. 

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

 

 

 

 

 

 

 

 

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o dia a dia dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Para essas áreas, o SINDI-CLUBE oferece orientação de consultores especializados. Acesse www.sindiclubesp.com.br, seção Consultorias.

Então, Presidente, você sabia?

Que a terceirização corresponde à transferência de um determinado serviço à outra empresa e que existe um projeto na Câmara Federal de promover esse processo para todas as atividades, inclusive a atividade-fim (PL 4330/04)?

Que a Comissão de Assuntos Sociais poderá votar esse ano projeto do deputado Nelson Pellegrino (PT-BA) que regulamenta a profissão de salva-vidas, com parecer favorável do relator, senador Osvaldo Sobrinho (PTB-MT)?

Que a legislação trabalhista não possui regra específica sobre a utilização de telefone celular particular no local de trabalho e, assim, prevalece o poder do empregador de regular o uso do equipamento, por meio do Regimento de Pessoal?

Que é de R$ 59 milhões o montante máximo de recursos para apoio financeiro a projetos esportivos no âmbito da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (LPIE), em 2016, fixado pela Resolução SF 33/16?

Que termina em 30 de novembro próximo o prazo para inscrição de projetos da LPIE?

Que a criança deve encontrar na brinquedoteca do clube uma concepção que determine sua organização, uso do espaço, distribuição e a atividades propostas?

Que o espaço lúdico da brinquedoteca deve estar de acordo com normas de segurança que protejam a permanência das crianças, em harmonia com as regras gerais do clube, favorecendo as brincadeiras propostas e lazer das crianças?

Que a criança que for respeitada em seus interesses e subsidiada em suas buscas mantém vivo o prazer de aprender e faz da construção do seu conhecimento uma deliciosa aventura no caminho da sabedoria?

Que o SINDI-CLUBE passou a oferecer uma consultoria gratuita de brinquedoteca, em que os gestores obtêm orientações para implantação e melhoria de brinquedotecas nos clubes (leia na pág. 12)?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do SINDI-CLUBE, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevcsabiaSenhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões que envolvem o dia a dia dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que foi instituído o Programa de Combate à Intimidação Sistemática – Bullying, por meio da Lei 13.185 de 6 de novembro de 2015, que passou a viger em 6 de fevereiro de 2016?

Que o bullying é uma situação caracterizada por agressões intencionais, verbais ou físicas, feitas de maneira repetitiva, e que o termo tem origem na palavra inglesa bully, que significa valentão?

Que é dever dos clubes assegurar medidas de conscientização, prevenção e combate ao bullying, conforme previsto no artigo 5º da lei?

Que, em 2015, foram captados R$ 245,3 milhões na Lei Federal de Incentivo ao Esporte para o desenvolvimento de projetos?

Que, na divisão desse montante, o esporte de rendimento ficou com 60%, esporte educacional e esporte participação tiveram 20% de cada um?

Que R$ 103,7 milhões, 42%, do total, foram captados por proponentes do Estado de São Paulo?

Que, além da captação de receitas de patrocínio, é importante utilizar o marketing para criar campanhas que visem aumentar as receitas geradas por outras áreas, como cursos, venda de títulos e locação de espaços, entre outras, melhorando, assim, o resultado financeiro do clube?

Que, de acordo com Philip Kotler, um dos gurus do marketing internacional, 95% dos clientes insatisfeitos não reclamam, apenas deixam de comprar, daí a importância do atendimento para a fidelização de associados?

Que o Sindi-Clube tem à disposição uma consultoria especializada, pronta para oferecer orientação gratuita para planos de marketing nos clubes?

Que, para ter acesso a esse serviço, basta encaminhar perguntas para o e-mail consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Presidente, você sabia?

presidentevcSenhores Presidentes, confiram neste post vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões das áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que é privativo do Comitê Olímpico Brasileiro e do Comitê Paraolímpico Brasileiro o uso das bandeiras, lemas, hinos e símbolos olímpicos e paraolímpicos, assim como das denominações “jogos olímpicos”, “olimpíadas”, “jogos paraolímpicos” e “paraolimpíadas”?

Que a proibição do uso dos símbolos olímpicos está expressa na Lei Pelé (9.615 de 1998), com alterações da Lei nº 9.981 de 2000, em seu artigo 15?

Que os administradores devem estar atentos às restrições que atingem os clubes durante o período da propaganda eleitoral e que a grande maioria dos estatutos sociais das associações já estabelece que o clube está impedido de participar de movimentos políticos (e religiosos), bem como ceder instalações para esse fim?

Que a Lei de Incentivo Federal abriu inscrições em 1º de fevereiro para receber a documentação de projetos esportivos ou paraesportivos que pleiteiam verbas da Lei de Incentivo ao Esporte e que o prazo para protocolar propostas vai até 15 de setembro?

Que os clubes têm à disposição uma consultoria especializada, pronta para responder a todas as dúvidas sobre leis de incentivo?

Que, para ter acesso a esse serviço, basta encaminhar as perguntas pelo e-mail projetosincentivados@sindiclubesp.com.br?

Que Segundo Peter Drucker, guru da administração, “mais de 60% dos problemas e conflitos de uma empresa estão ligados a falhas na comunicação” – já imaginou seu clube com 60% a menos de problemas?

Que, para isso, é importante ter as áreas de comunicação e marketing muito bem estruturadas, valorizadas e alinhadas com todos os departamentos e a diretoria?

Que o associado de clube é um dos tipos de clientes mais fiéis que existem e que contemplá-lo com serviços de qualidade, por meio de canais de relacionamento eficazes, fazem dele formador de opinião e um dos os melhores divulgadores do clube?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja as fotos do “Encontro com dirigentes” realizado em Sorocaba

IMG_8220 blogJá estão disponíveis no Facebook do Sindi-Clube as fotos do “Encontro com dirigentes”, realizado em Sorocaba, no último sábado (9/5).

Os participantes puderam esclarecer todos os tipos de dúvidas sobre administração dos clubes.

Também foram apresentadas informações sobre as leis de incentivo para o desenvolvimento de projetos esportivos e serviços e convênios disponibilizados pela entidade.

A série de “Encontros com Dirigentes“ prossegue até outubro.

A próxima reunião será em Santos, em 16 de maio.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

As questões abaixo tratam de importantes pontos sobre manutenção de playgrounds e formação de aprendizes, entre outros temas.

Então, Presidente, você sabia?

Que a construção de playgrounds deve observar rigorosamente as normas técnicas da ABNT, especialmente a de nº 16071-7, e que também deverá haver Anotação de Responsabilidade Técnica firmado por profissional especializado?

Que, segundo a Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998, o adquirente de lenha deve exigir a licença do vendedor para comercializar o produto, sob pena de responsabilidade solidária por crime ambiental?

Que o art. 469 da CLT determina que nos contratos individuais de trabalho só seja lícita a alteração das respectivas condições por mútuo consentimento e desde que não resultem em prejuízos ao empregado, sob pena de nulidade da cláusula infringente dessa garantia?

Que, conforme determina o art. 429 da CLT, os estabelecimentos de qualquer natureza, com mais de sete funcionários são obrigados a contratar e matricular aprendizes nos cursos de aprendizagem, no porcentual mínimo de 5% e máximo de 15% das funções que exijam formação profissional?

Que qualquer medicamento que seja colocado à disposição dos associados somente poderá ser entregue ou ministrado por recomendação médica, por isso, não devem ser mantidos medicamentos se não houver médico responsável?

Que os vestiários e instalações sanitárias das piscinas devem ser independentes por sexo e, segundo as características da piscina, ser assim divididos: para adultos, para infanto-juvenis (6 a12 anos) e para menores de 6 anos?

Que retirar água de manancial sem autorização caracteriza infração administrativa punida com sanções de advertência, multa simples/diária, apreensão de instrumentos, equipamentos ou veículos de qualquer natureza utilizados na infração?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.