Conheça as modalidades paraolímpicas: paraciclismo de estrada

Paraciclismo: pioneiro nos Jogos (Foto: CPB)
Paraciclismo: pioneiro nos Jogos (Foto: CPB)

O paraciclismo de estrada foi esporte pioneiro no programa dos Jogos Paraolímpicos.

Desde a edição de 1984, realizada nas cidades de Stoke Mandeville, na Inglaterra, e Nova Iorque, nos Estados Unidos, participantes testam seu desempenho em provas contrarrelógio e resistência.

As provas de estrada são disputadas no masculino e no feminino, por todas as classes funcionais.

Os equipamentos são adequados de acordo com a necessidade de cada atleta.

Há provas para atletas com deficiência visual, que utilizam bicicletas com um ciclista sem deficiência atuando como piloto, e amputados que usam equipamentos com próteses ou adaptações específicas para o acionamento de câmbios e freios.

Pessoas com tetra e paraplegia competem com handbikes, que são impulsionadas com as mãos.

Para os ciclistas com paralisia cerebral, são usados triciclos com duas rodas atrás.

A dinâmica das provas é parecida com a do ciclismo olímpico, as distâncias mínimas e máximas para as provas variam em função de cada classe.

O Brasil, nos Jogos Parapan-Americanos de Mar del Plata (2003), conseguiu duas medalhas de ouro com Rivaldo Martins, que participou das disputas de contrarrelógio e estrada.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Facebook
Facebook
Google+
http://blog.sindiclubesp.com.br/conheca-as-modalidades-paraolimpicas-paraciclismo-de-estrada/">
Twitter
Visit Us
YouTube
YouTube
Pinterest
LinkedIn
RSS
Notícias por Email
SHARE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *