Conheça as modalidades paraolímpicas: Judô

Creditos Victor Motta Comite Paraolimpico Brasileiro

Destinado exclusivamente para pessoas com deficiência visual, o judô estreou em Paraolimpíadas em 1988, em Seul.

A entrada de mulheres no tatame só aconteceu em Atenas, em 2004.

Os atletas são divididos por classes identificadas pela letra B (do inglês blind, cego em português): B1 para os cegos, B2 para os lutadores que têm a percepção de vultos e luminosidade, e B3, em que os participantes possuem a capacidade de definir imagens.

Existe ainda a separação por categorias de peso, que segue o mesmo padrão olímpico.

O judô brasileiro mostra sua força também quando praticado por deficientes visuais. Desde 1988, o Brasil conquistou 14 medalhas em Paraolimpíadas (4 ouro, 4 prata e 6 bronze).

Antônio Tenório, atleta que conquistou cinco medalhas (quatro de ouro), sendo a última de bronze, em Londres, 2012, pretende despedir-se do judô paraolímpico nos Jogos de 2016:

“Vou continuar, mas quero parar no Rio de Janeiro. É um acordo que nós fizemos para eu me aposentar em 2016 e eu quero estar novamente no pódio. Estarei lá para representar 193 milhões de brasileiros”, afirmou o lutador.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Facebook
Facebook
Google+
http://blog.sindiclubesp.com.br/conheca-as-modalidades-paraolimpicas-judo/">
Twitter
Visit Us
YouTube
YouTube
Pinterest
LinkedIn
RSS
Notícias por Email
SHARE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *