Conheça as modalidades olímpicas: esgrima

 

Élora Pattaro (esq.), ganhadora da prata, ao lado de Karina Lakerbai , ouro nos Jogos Sul-Americanos (Foto: COB)
Élora Pattaro (esq.), ganhadora da prata, ao lado de Karina Lakerbai , ouro nos Jogos Sul-Americanos (Foto: COB)

A esgrima brasileira não possui bons resultados em Olimpíadas.

Nos jogos realizados em Londres, 2012, a seleção não conquistou nenhuma medalha.

Porém, a modalidade vem ganhando força nos últimos anos.

Os Jogos Sul-Americanos de Santiago, em 2014, foram a prova disso.

O Brasil garantiu 8 medalhas (4 de ouro, 3 de prata e 1 de bronze) e terminou na primeira colocação no quadro geral.

Foi o melhor resultado da história da esgrima brasileira.

A conquista deixou animado o presidente da Confederação Brasileira de Esgrima, Gerli dos Santos, já que o último feito de maior importância foram as três medalhas de bronze no Pan-Americano de Guadalajara, em 2011.

“Vejo que a esgrima está em crescimento e, principalmente,  que se faz cada vez mais necessário a valorização e o incentivo dos jovens atletas, pois eles são as promessas. Confiança, credibilidade, incentivo, trabalho e organização levam a bons resultados” afirma.

 Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Facebook
Facebook
Google+
http://blog.sindiclubesp.com.br/conheca-as-modalidades-olimpicas-esgrima-2/">
Twitter
Visit Us
YouTube
YouTube
Pinterest
LinkedIn
RSS
Notícias por Email
SHARE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *