Alto dos Pinheiros recebe o último Clube de Leitura do ano

Com o fim do ano, algumas das atividades periódicas dos clubes entrarão em breve recesso.

É o caso dos Clubes de Leitura que, amanhã (14), às 15h, terá o último encontro de 2017.

O Clube Alto dos Pinheiros trará aos associados a discussão sobre as obras “Nunca houve tanto fim como agora” e “Trilogia do desespero”, ambas de Evandro Affonso Ferreira, que estará presente para os debates.

No primeiro livro, o leitor tem a possibilidade de encarar a miséria invisível que habita as almas e o cotidiano de nossas cidades, com cinco personagens que sobrevivem nas ruas de São Paulo.

Já em “Trilogia do desespero”, que reúne os romances “Minha mãe se matou sem dizer adeus”, “O mendigo que sabia de cor os adágios de Erasmo de Rotterdam” e “Os piores dias de minha vida foram todos”, o autor trata de morte, loucura, solidão e desespero.

Este ano, o Sindi-Clube, em parceria com a Companhia das letras, Academia Paulista de Letras e com os clubes paulistas, realizou cerca de 200 encontros de Clubes de Leitura.

Em 2018, a agenda continua e alguns clubes voltam com a programação já na primeira semana de janeiro.

Continue acompanhando o Blog e fique por dentro!

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de leitura da semana começam hoje, quinta-feira

O Paineiras do Morumby será o primeiro a receber o Clube de Leitura desta semana.

Hoje, às 15h, o grupo mediado por Debora Nascimento vai terminar o livro “A Casa dos Espíritos” de Isabel Allende.

Também hoje, às 19h30, mais dois encontros reúnem os amantes da literatura.

O Primeiro de Maio Futebol Clube, de Santo André, vai debater o livro “Os meninos da Rua Paulo”, do escritor húngaro Ferenc Molnár com a mediação de Gloria Gonçalves.

Enquanto isso, o Clube Jundiaiense, de Jundiaí, conversa sobre a obra de Ruy Castro “A noite do meu bem”, com a mediação de Sônia Cintra.

Na sexta-feira, 8, o Círculo Militar de São Paulo  terá como assunto “O Livro de Rovana – quando eu era surda-muda”, às 14h30.

O livro é do escritor Joaquim Maria Botelho, um dos jurados do Prêmio Nacional de Literatura promovido pelo Sindi Clube, que participará com o grupo da roda de conversa.

E para quem espera o fim de semana para se dedicar à leitura, o encontro está marcado para sábado, às 15h, no São Paulo Futebol Clube.

O best seller “A Hora da Estrela”, de Clarice Lispector, é a obra escolhida.

Clubes de Leitura de dezembro realizam as primeiras reuniões

A primeira reunião dos Clubes de Leitura de dezembro será feita hoje, às 19h, na Sociedade Esportiva Palmeiras, com o livro “Ainda estou aqui”, de Marcelo Rubens Paiva.

O autor relata um acerto de contas com a mãe, mas parte de um drama vivido em sua infância: o desaparecimento do pai durante a ditadura militar.

Em 2015 a Comissão Nacional da Verdade confirmou que Rubens Paiva, pai do autor, depois de preso, foi morto numa dependência militar, em 1971.

Às 19h30 de hoje, o Alphaville Tênis Clube realiza o Clube de Leitura com a obra “Os vestígios do dia”, de Kazuo Ishiguro, ganhador do Nobel de Literatura de 2017.

Nela, um mordomo, próximo à velhice, relembra as três décadas dedicadas à casa de um distinto nobre britânico.

No sábado (2), às 16h, na Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo, é a vez de um clássico norte-americano, “Herzog”, de Saul Bellow.

O livro retrata um professor universitário de meia-idade, em crise na profissão, traído pela mulher, que o trocou por seu melhor amigo.

Na segunda-feira (4), às 20h, no Anhembi Tênis Clube, a discussão é sobre o livro “Meia noite e vinte”, de Daniel Galera, que retrata a geração que cresceu em meio ao início da internet.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Três autores visitam clubes esta semana

Sete Clubes de Leitura estão marcados para esta semana e, além da leitura de obras selecionadas,  três deles contam com a presença de autores para discutirem seus livros junto com os associados.

Amanhã acontece o primeiro clube de leitura da semana, às 18h no Clube Jundiaiense, o livro da vez será “Poesia não vende” de Renata Pallottini. Segundo a autora a obra “tem muita ironia, medo e espanto, saudade e, surpreendentemente, esperança”. Ela estará presente no clube.

Na última semana, dia 13, o livro discutido no Anhembi Tênis Clube foi “Trilogia do Adeus” de João Anzanello Carrascoza, e amanhã, em comemoração aos 5 anos do Clube de Leitura do clube, o autor estará presente para um Encontro com o Autor. O evento acontecerá às 20h.

Na sexta-feira (24), às 16h, o Clube Atlético São Paulo, será abordado um dos mais famosos romances da escritora britânica Virginia Woolf, “Mrs. Dalloway” que narra um dia na vida da socialite ficcional Clarissa Dalloway.

Também na sexta, às 18h30, a AABB/SP recebe o autor Hans Freudenthal para conversar sobre o livro “O sobrevivente: de refugiado a escritor e outras histórias”, de sua autoria.

No sábado, às 10h e às 13h30, os associados do Esporte Clube Pinheiros, estarão reunidos para a discussão do livro que é uma homenagem a uma das maiores escritoras da língua inglesa, “O Clube de Leitura de Jane Austen”, de Karen Joy Fowler.

Considerada a obra mais importante do escritor ganhador do prêmio Nobel de Literatura em 1949 “O som e a fúria”, de William Faulkner, é narrado por quatro vozes distintas e tem saltos inesperados no tempo. Este será o romance que norteará o Clube de Leitura da Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo no sábado, às 16h.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Três Clubes de Leitura serão realizados de hoje a sábado

Mesmo com um feriado em plena quarta-feira, os Clubes de Leitura serão realizados durante esta semana.

Serão três encontros.

O primeiro será hoje mesmo, no Anhembi Tênis Clube , às 20h.

A obra escolhida é a “Trilogia do adeus” de João Anzanello Carrascoza, que fala da relação fragmentada das famílias.

No primeiro livro, “Caderno de um ausente”, o pai João escreve uma longa carta para a filha recém-nascida, Beatriz, para o caso de não estar presente no futuro dela.

No segundo, “Menina escrevendo com pai”, é ela quem responde.

No terceiro, “A pele da terra”, o filho mais velho de João e irmão de Beatriz narra sua relação com o próprio filho.

Logo após o feriado, na quinta-feira (16), às 15h, o Clube Alto dos Pinheiros aborda o livro “Corações cicatrizados”, de Max Blecher.

O protagonista da trama, assim como o autor, foi diagnosticado com o Mal de Pott, tuberculose óssea que afeta a coluna vertebral.

Na narrativa o escritor descreve a rotina dos internos do sanatório de Berck, divididos entre a imobilidade, os desejos, os encontros, as amizades e as paixões.

O último Clube de Leitura da semana está marcado para sábado (18), às 16h, na Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo, com a obra “Meu nome é vermelho”, de Orhan Pamuk, que une trama policial, amor proibido e reflexões sobre as culturas do Ocidente e do Oriente.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Oito Clubes de Leitura nesta semana, um deles com presença do autor Guilherme Fiuza

Os amantes da literatura terão, nesta semana, nada menos que oito clubes de leitura, ou seja, oito livros diferentes para debater, sendo que um deles será discutido junto com o próprio autor.

Os primeiros clubes de leitura serão realizados hoje (9), um no período da manhã, um à tarde e dois à noite.

Às 11h, no Clube Paineiras do Morumby, o tema é “A filha perdida”, terceiro romance de Elena Ferrante.

Nele, a autora retrata os sentimentos conflitantes de uma professora universitária de meia-idade que decide tirar férias na Itália, após a mudança de suas filhas para o Canadá.

Mais tarde, às 15h no mesmo clube, um clássico da literatura latino-americana: “A casa dos espíritos”, primeiro e mais famoso romance da escritora chilena Isabel Allende, que narra a saga da turbulenta e numerosa família Trueba.

Às 19h, no Esporte Clube Sírio, será a vez de “Noites brancas”, do escritor russo Fiódor Dostoiévski.

E, às 19h30, no Primeiro de Maio Futebol Clube, “Um homem chamado Ove”, de Fredrik Backman.

Amanhã (10), às 19h, na Sociedade Esportiva Palmeiras, mais uma obra de Dostoiévski, “Memórias do subsolo”.

E, às 19h30 no Alphaville Tênis Clube, o clássico “Triste fim de Policarpo Quaresma”, de Lima Barreto, é a obra selecionada.

O livro, dividido em três partes, conta a trajetória de Policarpo Quaresma, que causa espanto nas pessoas por causa de seus ideais, seu amor pelos livros e patriotismo elevado.

Também amanhã, às 19h30, no São Paulo Futebol Clube, o escritor Guilherme Fiuza estará presente no Clube de Leitura que abordará seu livro “O império do oprimido”, em que ele faz uma paródia da situação nacional.

Por último, no sábado (11), às 16h, na Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo, os associados conversarão sobre “Austerlitz”, de W. G. Sebald.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de leitura terão exibição de filme e presença de autor

Depois do feriado prolongado, os clubes de leitura estão de volta. E quem aproveitou a folga para colocar as leituras em dia, já pode aproveitar para começar novas histórias com as obras que serão tema dos clubes desta semana.

Hoje (19), às 15 horas, no Clube Paineiras do Morumby, os associados falarão sobre o livro “Meia noite e vinte” de Daniel Galera, que retrata a geração que cresceu em meio ao início da internet.

Ao mesmo tempo, os sócios do Clube Alto dos Pinheiros discutirão “A casa das belas adormecidas”, de Yasunari Kawabata, que conta a história de um senhor de 67 anos que parte em busca dos prazeres perdidos na ‘casa das belas adormecidas’, um bordel onde as moças estão em sono profundo, sob efeito de narcóticos.

Também nesta quinta-feira, agora às 19h o Esporte Clube Sírio traz o livro “Acordei em Woodstock: Viagem, Memórias, Perplexidades”, de Ignácio de Loyola Brandão, em que o autor relata a suas vivências de quando partiu para a Nova Inglaterra em busca de Woodstock.

Um pouco mais tarde, ainda hoje, às 19h30, no Clube Jundiaiense, o personagem Isaías Caminha relata sua vida mundana no Rio de Janeiro, cidade onde foi morar com a intenção de combater o racismo, por meio da obra “Recordações do Escrivão Isaías Caminha”, de Lima Barreto.

No sábado, às 10h e às 13h30 o Esporte Clube Pinheiros aborda a história de um jovem que vai à guerra e se depara com a realidade degradante dos campos de batalha durante a Primeira Guerra Mundial, com “Johnny vai à guerra”, de Dalton Trumbo. Às 15h30 será exibido o filme “Johnny vai à guerra”, com Timothy Bottoms.

E por último, no sábado às 16h, na Associação Brasileira “A Hebraica” de São Paulo, é a vez do livro “Mentiras”, de Felipe Franco Munhoz, que estará presente.

Em diálogos entre três personagens: Philip, Felipe e Thaís, amante de Felipe, em que Felipe e Philip sabem que são personagens de um livro e Thaís acredita ser uma pessoa real, são discutidos temas como amor, religião e literatura.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook e Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube

Confira os primeiros Clubes de Leitura de outubro

A primeira semana do mês conta com seis Clubes de Leitura agendados, com obras para agradar todos os gostos.

Nesta quinta-feira (5), às 11h, o Clube Paineiras do Morumby terá como tema a obra “Memorial de Maria Moura”, de Rachel de Queiroz, que conta a história de uma mulher que resiste à submissão feminina no Brasil rural do século 19.

Também na quinta, às 19h30, o Primeiro de Maio Futebol Clube traz “Cinderela chinesa”, de Adeline Yen Mah, que aborda o relato autobiográfico de uma menina que luta para superar sua juventude infeliz.

O título se dá por causa da semelhança entre a história da garota e o conto de fadas.

Na sexta-feira (6), às 19h, a Sociedade Esportiva Palmeiras aborda “Estórias da casa velha da ponte”, de Cora Coralina, que traça um retrato fiel da cidade de Goiás no final do século 19.

E o livro “Enclausurado”, de Ian McEwan, que tem como narrador um feto na barriga da mãe, vai estar mais uma vez presente na programação dos Clubes de Leitura: na sexta, às 19h30, no Alphaville Tênis Clube e no sábado (7), às 15h, no São Paulo Futebol Clube.

Ainda no sábado, a Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo traz o romance “A mulher de Jerusalém”, de A. B. Yehoshua, que tem uma mulher morta (e sem identificação) como personagem central.

Enquanto os outros personagens tentam descobrir mais sobre ela, acabam revendo a própria história.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook e Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

SPFC realiza Clubinho de Leitura para participantes do Kiatleta

Diversos clubes paulistas realizam, em parceria com o Sindi-Clube, os Clubinhos de Leitura para as crianças associadas.

Mas o São Paulo Futebol Clube resolveu oferecer esses encontros de leitura também para os participantes do projeto Kiatleta, que oferece aulas de atletismo para os jovens moradores da comunidade vizinha.

Na última sexta-feira de cada mês, o treino de atletismo é substituído por um Clubinho de Leitura especial para essas crianças.

No dia 29, a garotada acompanhou a leitura do livro “Cabeça de vento”, de Bia Bedran, contado pela mediadora Cibele Barros, que explica que o objetivo é proporcionar aos pequenos o direito à cultura.

Cecilia Barros e Maria Inês Suardi
Cibele Barros e Maria Inês Suardi

“Nós estamos preocupados com o direito de todas as crianças se apoderarem da cultura e do conhecimento. Nosso trabalho visa ajudar o máximo de pessoas que a gente puder”, explicou.

Os clubinhos são oferecidos aos participantes há cerca de seis meses.

“Temos 40 lugares e normalmente lota. O pessoal do projeto participa muito”, contou a coordenadora Inês Suardi.

Vitor Hugo
Vitor Hugo

Vitor Hugo Cerqueira, 14, faz parte do projeto Kiatleta e conta que participar dos clubinhos o incentivou a ler com mais frequência.

“Antes eu lia bem pouco, agora estou começando a ler uns livros lá em casa, vir aqui me fez ter mais gosto pela leitura”.

Marcos Vinicius
Marcos Vinicius

Para Marcos Vinicius Santos, 14, também aluno do projeto, estar nesses encontros ajudou a compreender melhor o que está sendo lido.

“Depois dos clubinhos eu aprendi a entender mais os livros”.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook e Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clube de leitura contará com presença de autora

Sete Clubes de Leitura estão agendados para esta semana, entre eles, o do Club Athletico Paulistano, no dia 28, às 19h30, que conversará sobre a obra “Nuvem negra”, de Eliana Cardoso, com a presença da autora durante o encontro.

Além deste, no dia 28, acontecem mais quatro reuniões.

Confira a seguir a programação completa da semana.

Na quinta-feira (28), às 14h30, é a vez do Circulo Militar de São Paulo acompanhar a história do casal de viúvos que se une em um acordo para superar a solidão, com o livro “Nossas Noites”, de Kent Haruf.

Também na quinta-feira, às 15h, o Clube Paineiras do Morumby traz o terceiro romance de Milton Hatoum, “Cinzas do Norte”, que se passa na Manaus dos anos 50 e 60 e conta a história do personagem principal pelo ponto de vista de um amigo.

No mesmo dia, também às 15h, no Clube Alto dos Pinheiros, os associados debaterão a obra de Elias Canetti, “A língua absolvida”.

Canetti ganhou o prêmio Nobel de Literatura de 1981.

O último clube de leitura da quinta-feira acontece às 19h, na Academia Paulista de Letras, com “Melhores Crônicas” de Luis Martins, livro lançado neste ano que marca os 110 anos do nascimento do autor.

A escritora Ana Luiza Martins, filha do escritor, ministrará palestra no encontro.

Na sexta-feira (29), às 16h, o Clube de Leitura do Clube Atlético São Paulo aborda a obra “Manuelzão e Miguilim”, de João Guimarães Rosa, composta de duas novelas, cada uma narrada por um personagem.

Ainda na sexta-feira, o clube de leitura da AABB-SP discute o clássico de Clarisse Lispector “A Hora da Estrela”, às 18h30.

E pode começar a se preparar para a próxima semana: no dia 2 de outubro, segunda feira, às 20h, os sócios do Anhembi Tênis Clube conversarão sobre o livro “Estive em Lisboa e lembrei de você”, de Luiz Ruffato.

Visite o nosso portal e curta o Sindi-Clube no Facebook e Instagram para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.