Betinho carrega a tocha, em Campinas

Foto: Rio2016/Andre Mourao
Foto: Rio2016/Andre Mourao

O presidente do SINDI-CLUBE, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, foi um dos condutores da tocha olímpica, na passagem do símbolo por Campinas, em 20 de julho.

O percurso na cidade foi de aproximadamente 15 quilômetros, passando pelas principais avenidas centrais e pontos turísticos, até chegar à Praça Arautos da Paz, onde foi acesa a pira olímpica em uma grande cerimônia.

Veja as fotos na página do SINDI-CLUBE no Facebook.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

TV SINDI-CLUBE exibe programa dedicado aos clubes

TV SindiClube_verticalA TV SINDI-CLUBE, um dos meios que a entidade utiliza para comunicar-se com seus associados e outros públicos, exibe semanalmente, às sexta-feiras, às 22h, o programa “Vida do Esporte”, que é veiculado na TV Aberta-SP.

O programa é transmitido pelos canais 9 da NET, 186 da Vivo Digital e 8 da Vivo Fibra.

Na pauta, entrevistas, com presidentes e dirigentes de clubes, esportistas, e também informações sobre aspectos técnicos e históricos dos esportes olímpicos.

No programa de estreia, presidente do Club Athletico Paulistano, Ricardo Sampaio Vidal Gusmão, é entrevistado pelo apresentador do “Vida do Esporte”, Fábio Pereira, e pelo presidente do SINDI-CLUBE, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho.

Há retransmissão para as mais de 50 emissoras comunitárias filiadas à Associação dos Canais Comunitários.

Mais de 10 milhões de pessoas recebem o sinal dessas emissoras.

Assista:

Parceria entre SINDI-CLUBE e FENACLUBES é capa da edição de maio da Revista dos Clubes

Revista dos Clubes_maio2016capaBlog
Capa da Revista dos Clubes edição 48

Em sua nova edição, a Revista do Clube destaca o alcance nacional que os serviços do SINDI-CLUBE ganharam com o acordo entre a entidade e a FENACLUBES.

Os balanços de gestão de Jean Madeira e Celso Jatene, que deixaram os cargos de Secretários de Esportes, e o anúncio feito por Lars Grael do novo edital da Lei Pelé, também têm espaço na capa.

Outros assuntos como o Encontro de Soluções, que será realizado pelo SINDI-CLUBE no Congresso de Clubes, e a passagem da delegação japonesa de nado sincronizado pelo Clube Paineiras do Morumby completam a revista.

Veja a edição completa aqui.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Dirigentes de clubes encontram-se com o novo secretário municipal de Esportes de São Paulo

IMG_3339

O novo secretário municipal dos Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo, José de Lorenzo Messina, teve um encontro com integrantes do Comitê Voluntário de Apoio à Gestão Esportiva à Gestão Esportiva da Secretaria, formado por dirigentes de clubes.

A apresentação foi feita por Celso Jatene, que antecedeu Messina na pasta. Ambos foram recebidos pelo presidente do SINDI-CLUBE, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho.

O Comitê foi instituído em julho de 2013, constituído por dirigentes de clubes, com a responsabilidade de representar o setor perante o poder público e oferecer sugestões para o desenvolvimento do esporte na cidade (leia mais aqui).

Veja as fotos da reunião no Facebook do SINDI-CLUBE.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente do SINDI-CLUBE fala sobre a tocha olímpica, em vídeo

05_tochaEm mais um vídeo da TV SINDI-CLUBE, o presidente da entidade, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, comenta sobre a tocha olímpica.

O tradicional símbolo da maior competição esportiva mundial já está no Brasil e percorrerá, em toda sua jornada, cerca de 20.000 km.

Assista e descubra outras curiosidades da tocha:

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente do SINDI-CLUBE fala sobre convênio com a FENACLUBES

TV SindiClube_verticalEm novo vídeo da TV SINDI-CLUBE, o presidente da entidade, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, comenta o acordo de cooperação firmado com a FENACLUBES.

A parceria amplia os serviços do SINDI-CLUBE, como cursos, programas e consultorias, para os associados da FENACLUBES em todo o país.

Saiba mais, assista ao vídeo:

Presidente do SINDI-CLUBE comenta programa de aprendizagem

TV SindiClube_verticalEm mais um vídeo postado na TV SINDI-CLUBE, o presidente da entidade, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, comenta as ações do Programa Sindi-Clube Aprendiz.

A TV Sindi-Clube complementa e amplia a exposição da entidade nas redes sociais, que já é feita pelo Blog do Sindi-Clube, Twitter e Facebook.

No portal do SINDI-CLUBE também há acesso direto para a TV Sindi-Clube.

Assista:

Veja as fotos do convênio assinado entre o Sindi-Clube e a Fenaclubes

IMG_2693Para intensificar ações conjuntas em favor de clubes em todo o país, os presidentes do Sindi-Clube, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, e da Fenaclubes (Federação Nacional dos Clubes), Arialdo Boscolo, com a presença do presidente da CBC (Confederação Brasileira de Clubes), Jair Pereira, assinaram convênio de cooperação inédito no setor.

As fotos do evento que firmou a parceria entre as entidades já estão disponíveis na página do Sindi-Clube no Facebook.

Com o acordo, o Sindi-Clube expandirá os serviços oferecidos a seus associados aos clubes que são representados pela Fenaclubes, em todas as regiões do Brasil.

“O convênio demonstra o compromisso das duas entidades de fortalecer o setor clubístico nacionalmente, em um momento muito especial da década do esporte vivida pelo país”, afirma o presidente do Sindi-Clube, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja fotos da premiação do Prêmio Sindi-Clube/APL de Literatura

IMG_6172

Os associados de clubes vencedores da quinta edição do Prêmio Sindi-Clube/APL de Literatura receberam suas premiações em 23 de novembro, em evento realizado no Club Athelico Paulistano.

As fotos já estão disponíveis na página do Sindi-Clube no Facebook.

Os textos de poesia, crônica e conto foram analisados pelo júri formado por integrantes da Academia Paulista de Letras (APL), que escolheu os melhores trabalhos – três de cada gênero literário e quatro menções honrosas.

O Paulistano destacou-se, conquistando sete dos 13 prêmios atribuídos.

O concurso recebeu 123 contribuições de 29 clubes localizados em 13 cidades paulistas.

“Essa participação representa um crescimento de 66% no número de inscrições e recorde absoluto em relação aos anos anteriores. Temos certeza de que, em 2016, continuaremos a ampliar espaços como este do Prêmio Literário, que revela e divulga talentos da arte de escrever, estimula a cultura e aproxima as pessoas”, afirmou o presidente do Sindi-Clube, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, ao discursar no evento.

Associados de clubes vencedores

Poesia

Primeiro lugar: Lisa Kahuna  (Club Athletico Paulistano), com “On”.

Segundo lugar: Vicente Rággio (Club Athletico Paulistano), com “Diário de uma menina boliviana”.

Terceiro lugar: Caroline Isadora Martins (Associação Esportiva Mocoquense), com “Não chores”.

Menção honrosa: Maria Antonieta de Souza (Club Athletico Paulistano), com “Panteão dos versos”.

Crônica

Primeiro lugar: Durval Nicolau Tabach (Esporte Clube Sírio), com “Manifestação de policiais”.

Segundo lugar: Marcelo Francisco Pimentel (Círculo Militar de São Paulo), com “Hoje vi um amigo”.

Terceiro lugar: Diovana Teresa Testa (Associação Esportiva Mocoquense), com “O desenho das nuvens”.

Menção honrosa: Virgílio Franceschi Neto (Clube Caiçara de Jaú), com “Os rumos e a bola”.

Conto

Primeiro lugar: Cláudio Fernando Mahler (Club Athletico Paulistano), com “Garrafas ao mar”.

Segundo lugar: Maria Lúcia Passos (Club Athletico Paulistano), com “A mulher e o visitante”.

Terceiro lugar: Heloisa Silveira Barros (Club Athletico Paulistano), com “Por extenso”.

Menções honrosas: Maria Helena Vieira (Club Athletico Paulistano), com “O Unicórnio”, e Hans Freudenthal (Club Athletico Paulistano), com “Cheiro de enxofre”.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Simplificando o caminho para formar campeões

shutterstock_222253792

Artigo assinado pelo presidente do Sindi-Clube, Cezar Roberto Leão Granieri, Betinho, publicado no Portal do Jornal Folha de São Paulo, em 10 de novembro.

No mês de agosto do próximo ano, receberemos, no Brasil, mais especificamente na cidade do Rio de Janeiro, os Jogos Olímpicos. Milhões de brasileiros estarão presentes para prestigiar e apoiar os nossos atletas –verdadeiros heróis que superam inúmeras dificuldades e realizam feitos excepcionais.

Já são 108 medalhas olímpicas desde o primeiro evento, realizado na Bélgica, no ano de 1920. Certamente, outras virão. Porém, antes do legado que o evento deverá proporcionar à economia e ao orgulho nacional, com ações concretas nas áreas sociais, de inclusão e cultura, devemos falar de outra seara de incentivos ao esporte: os fiscais.

A captação de recursos para projetos na área esportiva passa por uma fase inédita. Nunca houve um volume tão grande de dinheiro disponível para este fim. São aproximadamente R$ 500 milhões disponíveis para que os clubes desenvolvam ações esportivas de diversos tipos.

Vamos fazer as contas: no ano passado, a legislação federal de incentivo ao esporte tornou acessíveis R$ 252 milhões para esses projetos; mais R$ 120 milhões, originados pela Lei Pelé, foram depositados em um fundo administrado pela Confederação Brasileira de Clubes (CBC) que recebe 0,5% da arrecadação de loterias; outros R$ 80 milhões vieram da lei de incentivo do Estado de São Paulo, que destina ao esporte dinheiro gerado pela renúncia fiscal ao ICMS; e há também as verbas disponibilizadas por legislações municipais, como as que destinam ao esporte recursos originados pelo Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Estas verbas podem ser usadas totalmente por clubes – maiores formadores de atletas olímpicos – e outras entidades interessadas para concretizar obras e outras iniciativas para a preparação de novos campeões. Mas não é o que acontece. A ausência de informações sobre como funcionam as leis de incentivo ao esporte funcionam como uma barreira que impede a utilização plena desses recursos públicos para o fim a que eles se destinam.

Para que se tenha uma ideia da importância dos clubes para o cenário esportivo mundial, cabe ressaltar que o Brasil ganhou, na última edição dos Jogos Pan-Americanos, disputados em Toronto, no Canadá, 141 medalhas em diversas especialidades, terminando a competição em 3º lugar no quadro geral de medalhas. Do total de atletas agraciados, mais da metade são oriundos de clubes. Mais de 40% dos medalhistas mencionados foram (e são) treinados e preparados em clubes paulistas.

O acesso aos recursos de incentivo ao esporte, vital para oferecer apoio, estrutura e condições materiais aos atletas, exige o cumprimento de condições meticulosas e pormenorizadas. Trata-se de um processo necessário que, executado da maneira adequada, evita erros comuns na fase de sua apresentação, apesar de sua complexidade.

No final, nossos clubes devem se sentir estimulados em buscar com mais frequência esta via de incentivo e apresentar novos pedidos. O Ministério do Esporte tem regras para a concessão do benefício e, para isto, precisa que o interessado comprove a capacidade de executar o projeto esportivo ou paradesportivo. Para tanto, faz questão de que o processo inclua diversas informações e documentos.

A relação é extensa. Entre outras exigências, o processo deve apresentar as características, propriedades e habilidades de quem se candidata a participar, além dos currículos de seus membros e outros envolvidos no trabalho. O portfólio deve conter fotos, reportagens, publicações e endereços de sites; o proponente precisa comprovar eventos realizados.

Parcerias com entidades que possuam experiência na execução de projetos semelhantes ou com o órgão controlador da modalidade esportiva devem ser citadas, bem como a comprovação de capacidade técnica e operacional em determinada modalidade, que não evidencia essa competência para outros esportes, necessariamente.

O Sindicato dos Clubes do Estado de São Paulo (Sindi-Clube) vem realizando um árduo trabalho para simplificar o caminho que deve levar a novos campeões, com encontros regulares a fim de explicar todos os detalhes sobre a viabilização da captação de verbas públicas para o esporte e consultoria especializada a projetos incentivados.

Depois de anos de expectativa do setor esportivo pela criação de condições favoráveis para seu futuro, nos moldes do que é a Lei Rouanet para a cultura, chegamos a diversas legislações de incentivo ao esporte. Os clubes, qualquer que seja o seu tamanho, têm agora ao seu dispor uma fonte de recursos que nunca deve ser ignorada e podem estimular profundamente o crescimento das suas atividades.

A boa notícia é que estamos atentos, encorajando os clubes esportivos a desempenhar cada vez mais seu papel histórico de grandes formadores de atletas para o Brasil e oferecendo a estrutura da entidade para ajudar nossos associados a ter sucesso em seus pleitos nos órgãos públicos.

E que venham as medalhas!

Cezar Roberto Leão Granieri
Presidente do Sindi-Clube

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.