Atenção às obrigações médicas dos clubes

shutterstock_148634549

São vários os serviços médicos que se constituem em obrigações legais para os clubes.

A inobservância pode gerar autuações e responsabilização de dirigentes.

A Consultoria SINDI-CLUBE alerta para aspectos legais que devem ser observados pelos clubes.

 Exames obrigatórios

Antes de entrar na piscina, o associado deve passar pelo exame dermatológico. Porém, em aulas de natação, é necessário cumprir o exame que ateste a aptidão para a prática, com laudo de profissional cardiologista (Lei estadual 10.848/2001).

O Conselho Regional de Medicina veda que seja determinado prazo de validade nos atestados, por isso, a Consultoria Sindi-Clube recomenda que no regimento interno do clube sejam estabelecidos prazos escalonados, por faixas etárias. Por exemplo: até 18 anos, renovação anual dos exames; de 18 a 45 anos, semestral; acima de 45 anos, trimestralmente.

 Médico no clube

Não há imposição legal específica para manutenção de serviços médicos nos clubes. Entretanto, as associações que disponibilizam equipamentos e coordenam atividades físicas e práticas esportivas que oferecem risco à integridade dos associados devem manter profissional médico no clube, que poderá ser contratado diretamente ou conveniado.

Medicamentos e enfermaria

Os medicamentos só podem ser administrados e entregues por recomendação médica. Por isso, se não houver médico responsável, o clube não deve manter remédios de pronto-socorro.

Quanto à enfermaria, o clube pode mantê-la com enfermeiro de grau superior para prestar primeiros socorros, pois os profissionais graduados como auxiliares ou técnicos não podem desenvolver essa atividade. Somente a presença do enfermeiro não autoriza que seja administrado qualquer medicamento no clube.

Desfibrilador é lei

A obrigação de ter aparelho desfibrilador no clube é estabelecida em lei estadual (12.736/2007) que não especifica o número de pessoas que devem ser treinadas para a aplicação dos procedimentos de emergência.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Parceria entre SINDI-CLUBE e FENACLUBES é capa da edição de maio da Revista dos Clubes

Revista dos Clubes_maio2016capaBlog
Capa da Revista dos Clubes edição 48

Em sua nova edição, a Revista do Clube destaca o alcance nacional que os serviços do SINDI-CLUBE ganharam com o acordo entre a entidade e a FENACLUBES.

Os balanços de gestão de Jean Madeira e Celso Jatene, que deixaram os cargos de Secretários de Esportes, e o anúncio feito por Lars Grael do novo edital da Lei Pelé, também têm espaço na capa.

Outros assuntos como o Encontro de Soluções, que será realizado pelo SINDI-CLUBE no Congresso de Clubes, e a passagem da delegação japonesa de nado sincronizado pelo Clube Paineiras do Morumby completam a revista.

Veja a edição completa aqui.

Visite o portal  e curta a página do SINDI-CLUBE no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Concurso vai premiar talentos literários dos clubes

Logo_Prêmio Literatura 2014

Serão abertas segunda-feira (23/3) as inscrições para a quinta edição do concurso para associados dos clubes paulistas, destinado a revelar e premiar talentos literários dos gêneros poesia, crônica e conto.

O Prêmio Sindi-Clube/APL de Literatura será realizado em parceria com a Academia Paulista de Letras (APL).

Uma comissão julgadora, indicada pela APL, composta por três jurados especialistas de cada categoria literária, vai escolher os trabalhos classificados do primeiro ao terceiro lugares de cada gênero.

Os melhores colocados de cada gênero receberão prêmios de R$ 1.200,00, R$ 600,00 e R$ 300,00.

O concurso permite a inscrição de um trabalho por participante até 30 de julho e os temas das obras são de livre escolha.

Leia as especificações exigidas para os textos das categorias no regulamento do Prêmio, disponível no site do Sindi-Clube.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

“Encontro de Soluções” no Congresso de Clubes terá sessão de perguntas e respostas com consultores do Sindi-Clube

Logo encontro soluções

A participação do Sindi-Clube no Congresso Brasileiro de Clubes, que será realizado de 21 a 23 de novembro, em Campinas, no hotel Royal Palm Plaza, será marcada pela realização, no abertura do evento, do “Encontro de Soluções Sindi-Clube e Universidade Corporativa”.

Um dos destaques do programa está na parte final do evento, em que os dirigentes e gestores de clubes participantes poderão dirigir perguntas, com temas livres, aos consultores do Sindi-Clube das áreas: jurídica, universidade corporativa, aprendizagem, tecnologia da informação, esportes, cultural e comunicação.

“O objetivo é encerrar o painel com a discussão e solução de dúvidas sobre temas referentes a toda a administração dos clubes. Nessa parte final, os consultores do Sindi-Clube  poderão oferecer explicações não apenas sobre a legislação, como também acerca dos convênios que a entidade disponibiliza e os cursos que a Universidade Sindi-Clube oferece”, explica o diretor-executivo da entidade, Cláudio Lauletta.

Além disso, o Sindi-Clube irá montar no Congresso um estande ambientado para servir de ponto de encontro dos dirigentes paulistas, receber a visita de diretores e presidentes de clubes de todo o país e demonstrar os serviços que o Sindi-Clube oferece.

Temas do painel

A partir das 14 horas do dia 21 de setembro, o “Encontro de Soluções” serão apresentados importantes temas (veja programa abaixo) para dirigentes e gestores de clubes.

O primeiro assunto, “Como aproveitar no clube os benefícios da Lei Federal de Incentivo ao Esporte” será exposto pelo coordenador do Ministério do Esporte, José Roberto Gnecco.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece que os clubes tenham um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS).

José Valverde, relator da lei de Resíduos Sólidos, vai orientar como instituir nos clubes o PGRS e atender o que determina a lei.

Em seguida, representantes do Ministério do Trabalho farão uma exposição do Jovem Aprendiz do Desporto, que teve a colaboração do Sindi-Clube na viabilização do programa de aprendizagem recém-criado.

O painel do “Encontro de Soluções” terá como assunto seguinte “As leis como forma de organização da sociedade clubística”, exposto pelo consultor jurídico do Sindi-Clube Valter Piccino, antes do encerramento, feito com a sessão de esclarecimentos, com participação dos consultores da entidade.

Encontro de Soluções Sindi-Clube e Universidade Corporativa

21 de novembro

14h                            Como aproveitar os benefícios da Lei Federal de Incentivo ao Esporte

15h                            Política Nacional de Resíduos Sólidos – palestra de esclarecimentos

15h50                        Apresentação do programa Jovem Aprendiz do Desporto

15h45                        As leis como forma de organização da sociedade clubística

16h40                        Debates, com respostas sobre os temas apresentados.

17h30                        Encerramento.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Poesia vencedora do Prêmio Literário Sindi-Clube/APL fala da sintaxe com criatividade

(Foto: Shutterstock)
(Foto: Shutterstock)

Os versos da poesia vencedora do Prêmio Literário Sindi-Clube/APL dão graça ao exame da estrutura das orações e demonstra como fazer da sintaxe – tão temida nas aulas de português – uma aliada da criatividade na escrita.

 “Análise sintática”, de Vicente Rággio, obteve entusiasmados elogios da comissão julgadora da Academia Paulista de Letras (APL), encarregada de analisar os textos inscritos no concurso.

Em seu parecer, a comissão opinou sobre a obra:

“Análise sintática’ é um modelo de poesia contemporânea. É um poema inteligente que não esconde a sua estrutura. Lembra um belíssimo monumento de tijolo à vista e cimento aparente. Nenhum verso pode ser destacado porque todos atuam num bloco monolítico”.

 

Análise sintática

Vicente Rággio*

Não sei quem foi que disse
que o adjetivo é a alma da oração.
Se foi Drummond, que bom.
Se foi Machado, e acho que foi Machado,
que grande achado.

Se o adjetivo é a alma da oração, o corpo é o sujeito.
E o verbo o que é?
O verbo é o princípio de tudo,
porque sem verbo não tem oração.

Mas deixemos a oração de lado, porque ela pertence ao crente.
E desprezemos também o verbo
que dele se ocupa Deus.
Fiquemos com o sujeito e o predicado,
para ver se Drummond ou Machado
ao dizer o que disseram, tiveram alguma razão.

Um substantivo sem adjetivo
pode até ser correto,
mas se transforma em sujeito sem graça, que passa sem ser notado.
Um bom sujeito requer predicados que o tornem atraente
E, paradoxalmente, rigorosamente incoerente.

Como o suave aroma do perfume intenso,
a serena beleza da mulher fatal,
a formosura da rosa na noite escura,
o jardim encantado dos anões gigantes,
as águas rasas do oceano profundo
a grama úmida do deserto árido.

A pergunta tola do velho sábio,
a gentil ternura do homem rude,
o sorriso perverso da criança ingênua,
o adultério honrado do pai virtuoso,
a traição virtual da esposa honesta.

Como os versos pobres do poeta rico
as rimas ricas do sambista pobre
o anjo torto do aprumado Drummond
o alienista louco do sensato Machado,
ambos, Drummond e Machado,
grandes sujeitos e de muitos predicados.

 

IMG_6770 blog*Vicente Rággio é publicitário, poeta e associado do Club Athletico Paulistano.

Concorreram no Prêmio Literário Sindi-Clube/APL trabalhos de 74 participantes associados de 24 clubes, de dez cidades paulistas, nas categorias poesia, crônica e conto.

Os textos foram analisados pela comissão julgadora constituída por Anna Maria Martins, Mafra Carbonieri (membros da APL) e Joaquim Maria Botelho, presidente da União Brasileira de Escritores.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

“Clubes precisam voltar a ser protagonistas para fortalecer o futebol”

Pode-se dizer que Luiz Carlos Granieri é um homem com clube nas veias.

O vice-presidente do Sindi-Clube para Relações com o Esporte Profissional mostra trajetória marcada pelo associativismo.

Ele tem atuação em quatro clubes paulistanos.

Sindiclube - 12/07/10 - Foto: Miguel Schincariol/Perspectiva
Luiz Carlos Granieri

“Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente o futebol. Levado pelo meu pai, desde criança estou na Sociedade Esportiva Palmeiras, meu clube do coração. Também sou sócio vitalício do Esporte Clube Pinheiros, da mesma forma que sou ligado à Associação Cristão de Moços, em que sou conselheiro, além de militar no Rotary Club”, explica Granieri.

No Palmeiras, Granieri é um dos 15 integrantes do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) e conselheiro vitalício.

Tanta atividade em clubes é explicada pela crença de Granieri na importância dos clubes para a sociedade.

“É uma forma muito positiva de as pessoas se organizarem para levar à frente diferentes e importantes ações de desenvolvimento, como a que beneficia o esporte, por exemplo. A história dos mais de 60 clubes centenários paulistas comprova isso”, explica Granieri, muito envolvido nas comemorações do Palmeiras, que, neste mês, ingressa no grupo das agremiações com mais de cem anos de fundação.

Granieri considera que o esporte profissional, notadamente o futebol, vive um momento de profunda reflexão, depois da campanha decepcionante da Copa do Mundo.

“O vexame foi o ponto culminante dos efeitos negativos da Antiga Lei Pelé que extinguiu a lei do passe e permitiu que o futebol passasse a ser dominado por empresários. Com isso, os clubes deixaram de investir na formação de jogadores, foram transformados em vitrine e ficaram fora de todas as decisões sobre a carreira do futebolista, que se transformou em mercadoria. O resultado foi visto na Copa e se reflete no endividamento dos clubes de futebol”, diz.

O vice-presidente do Sindi-Clube deposita esperança na discussão na Câmara Federal do projeto da Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte.

“Um projeto eficaz para as dívidas do futebol brasileiro precisará contar com substanciais mudanças que devolvam aos clubes o protagonismo na formação de atletas”, afirma Granieri.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.