Dicas para a prática de esportes aquáticos no verão

shutterstock_299864654

Nabil Ghorayeb*

Com a chegada do verão, as atividades físicas aquáticas costumam ganhar novos adeptos.

Ao contrário do que muita gente pensa, as atividades aquáticas não são restritas às pessoas de idade ou com lesões.

Na água o esforço é maior, portanto, associar atividades aquáticas aos treinos de musculação traz resultados positivos para o corpo e a saúde do coração.

A natação é um dos esportes mais completos porque auxilia na perda de peso, corrige a postura, melhora a capacidade respiratória, aumenta o condicionamento físico, entre outros benefícios.

Mas, quando falamos de esportes ou atividades aquáticas, existem diversas modalidades para quem pretende praticar exercícios físicos e se refrescar ao mesmo tempo.

A vantagem de praticar esportes na água é, acima de tudo, a redução de todo e qualquer tipo de impacto.

A pressão da água durante a atividade física também exerce um papel importante na circulação e favorece a drenagem linfática.

Isso significa que atividades aquáticas podem melhorar a circulação sanguínea, além de prevenir e melhorar os inchaços e as celulites.

Entre os benefícios para quem adere à prática esportiva na água estão o aumento da resistência física e cardiopulmonar, assim como uma eficiente melhora da coordenação motora.

A natação mobiliza o organismo como um todo, em um trabalho que envolve força, resistência muscular e estímulo cardiovascular aeróbico, além de ser uma atividade relativamente segura – já que o impacto é mínimo no ambiente aquático.

A realização de um check-up antes da atividade física é de extrema importância para a saúde do atleta.

Quando realizamos o check-up podemos identificar possíveis problemas cardíacos e realizar um tratamento adequado no esportista, antes mesmo de fazer uma atividade que não condiz com a sua saúde.

Em alguns casos, o atleta não sabe que possui um problema cardíaco e, quando inicia o exercício, sente dificuldades, o que pode acarretar diversos riscos à saúde como infartos, arritmias, entre outros.

Conheça algumas atividades físicas aquáticas

Hidroginástica: há muito tempo as atividades físicas realizadas em piscina são uma ótima maneira de entrar em forma. A hidroginástica, por exemplo, combina momentos de relaxamento com os de exercícios musculares, que resultam em ganho no condicionamento físico. Considerada uma alternativa para um programa tradicional de exercícios com o benefício de diminuir o impacto e esforço nas articulações, a hidroginástica melhora a circulação, a capacidade respiratória, flexibilidade, força e resistência muscular.

Porém, é importante realizar exercícios com peso antes e depois da hidroginástica, durante 20 minutos. Esse procedimento promoverá a fixação do cálcio nos ossos, além de prevenir e corrigir a osteoporose.

Natação: é a atividade física aquática mais completa que existe.

Trabalha todos os músculos de forma equilibrada e beneficia a capacidade respiratória, além de melhorar o condicionamento físico. É indicada para todas as idades, inclusive gestantes e bebês.

Water ioga: essa modalidade, recente nas academias, é a yoga tradicional adaptada para o meio aquático.

A resistência da água intensifica o exercício propiciando uma queima maior de calorias.

Polo aquático: esporte semelhante ao handebol na água, desenvolve toda a musculatura do corpo, principalmente tronco e membros superiores.

Trabalha também a coordenação e o reflexo.

Nado sincronizado: esta modalidade auxilia na melhoria da flexibilidade, agilidade e condicionamento físico.

Trabalha a musculatura do corpo todo, principalmente das pernas.

Watsu: técnica de hidroterapia indicada para relaxamento com movimentos do zen-shiatsu. Deve ser praticado em piscina aquecida com temperatura de 35º, aproximadamente, para relaxar ainda mais.

PS: lembremse que a bebida alcoólica não é reidratante, aumenta a diurese e provoca piora da hidratação no calor excessivo.

*Nabil Ghorayeb, doutor em Cardiologia, é especialista  em  Cardiologia  e Medicina do Esporte e mantém o site CardioEsporte onde podem ser lidos mais artigos com informações e dicas úteis para a saúde.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Não perca os prazos, consulte o calendário de obrigações de fevereiro no portal do Sindi-Clube

shutterstock_100682044O calendário das obrigações mensais de fevereiro já está disponível no portal do Sindi-Clube, para auxiliar os gestores a recordar as datas importantes e não atrasar compromissos dos clubes.

A agenda inclui as datas de pagamento de salários, índices atualizados e tabelas, importantes para que o clube não tenha prejuízos de multas e juros.

Além dos prazos que não podem ser perdidos, o calendário também lembra as obrigações fiscais (pagamento de tributos, taxas e contribuições) e acessórias (as diversas declarações que prestam informações).

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Manual de Piscinas divulga terceiro volume na Biblioteca Virtual

shutterstock_320869967

O terceiro volume do Manual de Piscinas, que tratará dos parâmetros físico-químicos na manutenção de parques aquáticos, já está disponível para consultas na Biblioteca Virtual da Universidade Sindi-Clube.

A coleção, que terá 12 fascículos sobre tratamento químico de piscinas de clubes, pode ser acessada no portal do Sindi-Clube.

O acesso ao conteúdo é feito gratuitamente por meio de login e senha que serão fornecidos pela Universidade aos gestores de clubes associados à entidade. Basta solicitar pelo e-mail universidade@sindiclubesp.com.br ou pelo telefone 11 5054-5464.

Além do Manual de Piscinas, também pode ser consultado na Biblioteca o Manual de Atendimento ao Associado, que explica itens importantes para o bom relacionamento.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

O fim das dúvidas administrativas, online

imagem Consultoria-online

  • Quais são os dias que devem ser pagos como feriados?
  • Contrato de trabalho com prazo determinado, como proceder?
  • Quais são os limites para multas por inadimplência?

Essas e outras dúvidas têm respostas precisas na consultoria jurídica gratuita online, que o Sindi-Clube oferece em todas as quartas-feiras, das 10h às 12h.

Via internet, é uma boa oportunidade de atualização para gestores em temas administrativos.

A consultoria responde questões de assuntos trabalhistas, tributários e estatutários dos clubes.

Para participar é necessário antes fazer inscrição.

Basta ligar para (11) 5054-5464 ou enviar e-mail para cursos@sindiclubesp.com.br.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Roupa branca para babás nos clubes não causa discriminação social, diz Ministério Público

foto babá

O Conselho Superior do Ministério Público de São Paulo determinou o trancamento de inquérito civil instaurado para apurar eventual prática de discriminação social por parte de clubes de São Paulo, pela exigência de que as babás que acompanham crianças associadas estejam vestidas com roupa branca para ingressar em suas dependências.

O colegiado reconheceu a licitude e legitimidade da autorregulamentação das entidades privadas e seus espaços e concluiu não ter havido ferimento ao princípio da isonomia ou discriminação social.

Estatuto

De acordo com o relator do caso, procurador de Justiça Pedro de Jesus Juliotti, por se tratarem de entidades privadas, os clubes podem restringir ou barrar o ingresso de pessoas que não sejam associadas, nos termos autorizados em seus estatutos.

Segundo Juliotti, os clubes podem impedir o acesso de não associados as suas dependências, assim como condicionar o ingresso dessas pessoas ao cumprimento de determinadas condições voltadas ao bom funcionamento, segurança e controle do local.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Musculação complementa o treino de corrida e auxilia busca pela boa forma

shutterstock_92905789

Gustavo Luz*

A musculação é uma das atividades físicas complementares mais praticadas pelos corredores nas grandes cidades do país.

Se você souber adequar esta atividade à realidade do seu dia a dia, equilibrando treinos e descanso, é provável que colha benefícios para a sua saúde.

Confira abaixo três dúvidas frequentes dos praticantes de musculação:

Tenho que alongar antes de malhar?
Não. É muito importante que você pratique o alongamento em algum momento do seu dia ou da sua semana. Mas antes de malhar é importante que você aqueça. Isso mesmo, aquecer para malhar, e uma boa maneira de fazer isso é começar o seu treino com cargas mais leves e ir aumentando os pesos aos poucos. Não adianta correr na esteira e achar que aqueceu para a musculação.

É melhor fazer aeróbico antes ou depois de malhar?
Depende do seu objetivo. Se você está querendo perder peso e diminuir o percentual de gordura, talvez seja melhor se programar para fazer o treino aeróbico antes de malhar. Assim, você dá prioridade à atividade que, provavelmente, exigirá um maior gasto calórico, e, quando for malhar, seu corpo pode queimar algumas calorias a mais. Isso porque após a atividade aeróbica seu corpo ainda precisa de um tempo para voltar ao ritmo de repouso e se recuperar. Assim sua frequência cardíaca fica um pouco mais elevada por um tempo, gastando mais calorias, potencializando o seu gasto calórico total do treino.

Para emagrecer, é melhor correr na esteira ou na rua?
É difícil apontar qual a melhor alternativa. Em termos de gasto calórico, consumo de energia e condicionamento aeróbico, as duas atividades são parecidas. Um grande benefício da esteira é o maior controle da situação. Podemos monitorar variáveis como velocidade e inclinação de forma mais refinada. E, por outro lado, o treino na rua tem a vantagem da variação de estímulos. Você se distrai com paisagens, caminhos e até mesmo imprevistos. O mais importante é treinar.

*Gustavo Luz, educador físico, treinador de corrida e triatlo desde 2006 e praticante há quase 15 anos. Diretor técnico da G-Luz Top Team, vive atento a tudo que se refere a fisiologia do exercício. Também fala com o conhecimento empírico de quem está sempre frequentando as competições.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Convênio favorece desenvolvimento de aplicativos e desperta interesse de clubes

shutterstock_86181751

Convênio entre o Sindi-Clube e a Total Mobi oferece aos clubes associados desconto de 37,5% no desenvolvimento de aplicativos.

O abatimento reduz para R$ 5.000,00 o preço de aquisição da ferramenta que, normalmente, seria de R$ 8.000,00

O diretor da Total Mobi, Sergio Cury, informa que essa vantagem proporcionada pelo convênio tem atraído a atenção dos clubes.

“A Associação Brasileira A Hebraica de São Paulo, o Clube Campineiro de Regatas e Natação e o Tênis Clube de Campinas já estão com as negociações avançadas para a aquisição do aplicativo. Com ele, os clubes terão funções como envio de alertas ilimitados, informando, por exemplo, sobre reservas e cardápios de restaurantes, agenda de eventos integrada com o calendário do smarthphone e outras notícias importantes”, diz.

O aplicativo também tem outras utilidades que podem auxiliar e aperfeiçoar o relacionamento com os associados, como GPS para indicar como chegar ao clube, agenda telefônica que permite ligar com um clique para diversos setores, formulários para solicitações diversas.

Os clubes interessados devem procurar o Sindi-Clube para obter mais informações.

Aplicativo do Pepac

O Sindi-Clube usa a experiência do aplicativo desenvolvido pelo Total Mobi no Pepac (Programa Esportivo para Associados de Clubes).

homepepacOs usuários são os 3.400 atletas participantes dos torneios de vôlei, futsal e handebol e também as comissões técnicas, árbitros e demais interessados, como familiares dos jogadores.

Com design intuitivo, a ferramenta dispõe de nove funções acessíveis. Na tela principal, é possível conferir fotos e navegar pelos menus e utilizar os serviços oferecidos.

Conectado a uma rede de dados, o aplicativo dá acesso a tabelas de jogos e classificação, mapa para localização dos clubes participantes com GPS integrado e conectividade com o Facebook e Twitter.

O aplicativo, nas versões para iOS, Android e Windows Phone, está à disposição nas lojas online para celulares e podem ser baixados gratuitamente.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia?

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos relevantes que cercam o dia a dia dos clubes.

Os itens abaixo tratam de importantes questões sobre a rotina dos clubes, nas áreas jurídica, formação esportiva e marketing.

Então, Presidente, você sabia?

Que o clube deve fazer constar no estatuto todos os tipos de vínculos com o sócio titular que podem determinar quem são os dependentes?

Que os estatutos sociais podem mencionar como dependentes aqueles assim definidos nas legislações do Imposto de Renda e da Previdência Social?

Que antes de adotar o arquivamento de dados de associados em sistemas informatizados, antes anotados em livros, é necessária previsão no estatuto social, respaldada por resolução da diretoria?

Que o prazo para apresentação de projetos que pleiteiam recursos da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte (LPIE) foi prorrogado para 31 de janeiro?

Que a LPIE concede crédito correspondente ao valor do ICMS destinado pelos contribuintes a projetos esportivos credenciados pela Secretaria Estadual de Esportes?

Que cada clube pode apresentar até três projetos para análise, limitados a 69 mil Ufesps (cerca de R$ 1,3 milhão) e que, em 2015, a renúncia fiscal do Estado para a LPIE fim foi de R$ 81 milhões?

Que possuir um bom plano de marketing com ações estratégicas interessa ao clube, independente do porte, pois traz resultados positivos e agrega valor à instituição?

Que a pesquisa de opinião, atrelada ao plano de marketing dos clubes, traz informações valiosas sobre hábitos de consumo, opiniões, necessidades dos associados e, além disto, contribui para o planejamento estratégico, criando um marco no sucesso da gestão?

Que o clube é um poderoso canal de comunicação segmentado que interage diretamente com um público selecionado e que o Sindi-Clube oferece consultoria gratuita (consultoriademarketing@sindiclubesp.com.br) para a formulação de planos de marketing para clubes?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-ClubeClube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades olímpicas: futebol feminino

Futebol feminino: grandes conquistas em 2015 (Foto: CBF)
Futebol feminino: grandes conquistas em 2015 (Foto: CBF)

As atletas da seleção brasileira de futebol estão focadas para ganhar o ouro inédito em casa.

Elas chegaram à Granja Comary, no último dia 11, para iniciar a preparação para a Olimpíada do Rio, que ocorrerá em agosto deste ano.

A primeira semana na Granja foi de exames físicos e médicos.

Depois, as jogadoras iniciaram o treinamento em campo, sob o comando de Oswaldo Alvarez, o Vadão.

Depois de um 2014 cheio de derrotas, 2015 foi expressivo para as meninas.

Após garantir a medalha dourada no Pan-Americano de Toronto, em julho, e vencer o hexacampeonato do Torneio Internacional, em dezembro, estão ainda maiores as expectativas de que essa geração alcance o primeiro lugar.

Desde que a versão feminina da modalidade entrou para a grade da competição, em 1996, o Brasil conquistou apenas duas pratas.

Na última edição, realizada em Londres, 2012, as brasileiras foram eliminadas pelo Japão, nas quartas de final.

O próximo compromisso da seleção é a Copa Algarve, em Portugal, no início de março. É o último campeonato preparatório antes dos Jogos Olímpicos.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Olimpíada e Paraolimpíada terão piscinas de alta tecnologia que podem ser utilizadas em clubes

Myrtha: versatilidade também para o lazer
Myrtha: versatilidade também para o lazer

As piscinas Myrtha, consideradas as mais modernas do mundo, utilizadas em campeonatos mundiais e em Jogos Olímpicos, estarão presentes na Olimpíada do Rio de Janeiro – tanto as de competição como a de aquecimento serão da marca italiana.

Da mesma forma, na Paraolimpíada, as competições aquáticas que serão disputadas no Centro Paraolímpico Brasileiro, a ser inaugurado proximamente em São Paulo, também terão a chancela da Myrtha.

Esporte Clube Pinheiros e Clube de Regatas do Flamengo, que são formadores de nadadores, estão entre as entidades que investiram na construção de piscinas Myrtha.

São equipamentos que têm, como principal característica, o sistema de transbordamento contínuo, que garante condições de uma piscina rápida e eficiente para os usuários de todas as raias.

O ex-nadador e medalhista olímpico Gustavo Borges, divulgador da marca Myrtha no Brasil, além da tecnologia que absorve a formação de ondas e facilita o nado, aponta a rapidez na instalação como um dos importantes benefícios para o clube.

“A grande vantagem da Myrtha para os clubes, que não podem fechar seus parques aquáticos por muito tempo, está na montagem e manutenção da piscina. A organização e a praticidade da obra permitem a implantação do novo equipamento rapidamente. Dependendo da obra civil, a construção e entrega da nova piscina pode ser feita em até três meses”, afirma.

Tecnologia avançada

As piscinas Myrtha utilizam tecnologia de ponta. Um software específico, com um sistema de jateamento (entrada de água na piscina), permite ao nadador utilizar a piscina, mesmo com as bombas ligadas, com garantia de nenhuma interferência na prática da natação.

O sistema também apresenta uma homogeneização perfeita, não deixando zonas mortas em relação à circulação da água.

Um sistema de filtração não utiliza o ralo do fundo para captação de água. A piscina transborda continuamente, a água vai para um tanque onde é feita a filtragem e retorna renovada à piscina.

O sistema de alto desempenho garante, ainda, uma economia de 80% de água, já que não gera retrolavagem.

Piscinas de lazer

As vantagens da tecnologia da Myrtha não se aplicam apenas às piscinas de alto rendimento. Clubes que tenham piscinas de lazer também podem modernizar seus equipamentos.

“Os modelos da Myrtha têm várias aplicações, com versatilidade inclusive para lazer. As piscinas assumem diferentes formatos e acessórios. Podemos, por exemplo, colocar dentro da piscina uma estrutura para fisioterapia, como também equipamentos para recreação, como escorregadores. A estrutura de base que define a piscina é constituída por seções de aço aparafusados que agem como a estrutura de suporte para os painéis de parede. Oferecemos garantia de 15 anos para toda a estrutura e para vazamentos”, explica Haller Ramos de Freitas Junior, diretor da Myrtha no Brasil.

Visite o portal  e curta a página do Sindi-Clube no Facebook para saber mais de assuntos que interessam ao seu clube.