Conheça as modalidades olímpicas: futebol

Futebol: prata em Londres, sem ouro em olimpíadas (Foto: Charlie Riedel)
Futebol: prata em Londres, sem ouro em olimpíadas (Foto: Charlie Riedel)

O Brasil é conhecido como país do futebol por ser o único pentacampeão mundial e revelar grandes jogadores.

Porém, quando o assunto é a seleção olímpica, a história é diferente.

O time ganhou cinco medalhas ao longo dos anos, nenhuma dourada.

Das pratas, a primeira veio nos jogos de Los Angeles, 1984, a segunda logo após, em Seul, 1988, e a última recentemente, em Londres, 2012, quando o Brasil perdeu na final para o México por 2×1.

As outras duas são bronzes, provenientes das Olimpíadas de Atlanta, 1996, e Pequim, 2008.

Em 2014, a seleção venceu o Torneio Internacional sub-21 em Wuhan, na China.

O grupo comandado por Alexandre Gallo não agradou ao conquistar, também neste ano, o quarto lugar no Sul-Americano sub-20, mesmo garantindo uma vaga para o Mundial sub-20, que será realizado na Nova Zelândia.

O técnico, porém, acredita que o Brasil já tem uma estrutura para conquistar o ouro inédito em 2016.

“Temos uma base e um grupo de atletas muito forte e igual. É uma equipe boa para iniciar a Olimpíada, mas o futebol brasileiro é muito dinâmico e temos que estar sempre observando e monitorando, pois encontramos muitos bons valores. As escolhas serão uma dor de cabeça muito positiva e acho que formataremos um time muito bom”, afirma.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Fique atento aos vencimentos de março, acesse o calendário de obrigações

post calend

O gestor de clube não pode ignorar ou se atrasar em alguns compromissos, pois o esquecimento pode gerar multas e juros.

Para evitar esse transtorno, o calendário das obrigações mensais dos clubes do mês de março está disponível no portal do Sindi-Clube.

A agenda indica os vencimentos de todas as responsabilidades fiscais, para ajudar o administrador dos clubes a se programar e evitar erros que podem gerar multas e juros.

Além dos prazos que não podem ser perdidos, a agenda ainda oferece consulta para as tabelas do Imposto de Renda, contribuição previdenciária, incidência de INSS, FGTS e IRPF sobre vários pagamentos e até de valores para recursos trabalhistas.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

presidentevc

Senhores Presidentes, confiram nesta seção vários aspectos importantes que cercam o dia a dia dos clubes.

As questões abaixo tratam de importantes temas que envolvem a administração clubística.

Então, Presidente, você sabia…

Que a contratação via CLT de antigos prestadores de serviços poderá ensejar a extensão do vinculo ao início da prestação de serviços, ocasionando, eventualmente, formação de passivo trabalhista, em relação a essas verbas e também às reflexivas, como FGTS, férias, 13º salário?

Que o reajuste das taxas de manutenção, administrativas e de cursos deve sempre ser feito com base no orçamento anual, peça fundamental e indispensável para tomada de decisões, ou por indexador previsto pelo estatuto social?

Que a cobrança de juros e multa dos associados inadimplentes deve seguir a regulação contida no estatuto?

Que o estatuto social deve ser adaptado às novas regras trazidas pela Lei 12.868/2013, para que o clube possa pleitear incentivos fiscais para o esporte e manter as isenções do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica, da Cofins e a tributação diferenciada do PIS?

Que o portal do Sindi-Clube traz parecer sobre a matéria relativa à adequação do estatuto e também oferece modelo que pode ser usado como material de consulta?

Que a Lei Antifumo em vigor e válida para todo o país proíbe o consumo de cigarros, cigarrilhas, charutos, cachimbos ou de qualquer outro produto fumígeno em ambientes fechados de uso coletivo, como bares, restaurantes, casas noturnas e ambientes de trabalho?

Que as novas disposições dessa lei federal apenas diferem da lei paulista, em vigor desde 2009, ao proibir fumódromos e consumo de fumígenos em espaços cobertos por toldos?

Que a multa pelo descumprimento da lei recai sobre o dono do estabelecimento e varia entre R$ 2.000 e R$ 1,5 milhão, até a suspensão da licença de funcionamento?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Pepac 2015 realiza congressos técnicos

Vôlei, futsal e handebol definem regras do torneio
Vôlei, futsal e handebol definem regras do torneio

O Pepac (Programa Esportivo para Associados de Clubes) realiza neste sábado (28/2), a partir das 13h30, congressos técnicos das modalidades de vôlei (adulto e máster), futsal e handebol.

O encontro dos técnicos e coordenadores das equipes será feito na sede do Sindi-Clube.

A reunião vai definir os clubes participantes, tabela de jogos e regulamentos.

Os jogos começarão a ser disputados na primeira quinzena de março e se estenderão até o início de dezembro.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de leitura se reúnem na última semana de fevereiro

clube de leitura shutterstock_93752521

Mais duas reuniões de associados de clubes que participam de Clubes de Leitura serão realizadas na próxima semana.

O Atlético São Paulo (SPAC), em 27 de fevereiro, às 16h, discutirá o livro escolhido “O fio das missangas”, de Mia Couto.

Já no dia 28 de fevereiro, na reunião do São Paulo Futebol Clube, às 15h, o livro “A festa da insignificância”, de Milan Kundera será o assunto.

Existem 15 Clubes de Leitura instalados em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão.

Nesses espaços, grupos de associados se reúnem mensalmente para discutir e trocar ideias sobre os livros que estão lendo.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Conheça as modalidades olímpicas: ginástica de trampolim

Ginástica de trampolim conseguiu bons resultados em 2014 (Foto: COB)
Ginástica de trampolim conseguiu bons resultados em 2014 (Foto: COB)

Em 2016, o Brasil será representado nos Jogos Olímpicos pela primeira vez na ginástica de trampolim.

Em 2014, a modalidade obteve bons resultados.

No Festival Desportivo Pan-Americano, no México, Rafael Andrade foi o quarto melhor no individual masculino e Camilla Gomes ficou com a prata no feminino.

A ginástica de trampolim também participou do Pan-Americano do Canadá e a equipe brasileira conquistou cinco medalhas e ainda garantiu uma vaga no trampolim masculino e uma no feminino para os Jogos Pan-Americanos de Toronto, em 2015.

O Brasil também subiu ao pódio no Mundial de Trampolim Age Group, nos Estados Unidos.

O medalhista foi Lucas Henrique do Nascimento, que conquistou o bronze no Tumbling Masculino 15 e 16 anos.

Para fechar o ano de competições internacionais com chave de ouro, os brasileiros fizeram bonito e conquistaram medalhas no Sul-Americano da Bolívia.

No Prêmio Brasil Olímpico, Camilla Gomes foi escolhida como a melhor atleta brasileira do ano no Trampolim.

Tudo isso é uma prova de que a Ginástica Brasileira está trilhando o caminho certo, comenta a presidente da Confederação Brasileira de Ginástica, Luciene Resende.

“Esperamos que os atletas continuem a se dedicas aos treinamentos e que possam representar nosso país nas competições internacionais, visando a preparação para os Mundiais, Jogos Sul-Americanos e Pan-Americanos e Jogos Olímpicos de 2016”, afirmou.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Cinzas, a volta ao normal!

shutterstock_49629544

Nabil Ghorayeb*

Ufa! Quem dançou, dançou! A maioria silenciosa inicia sua volta à vida normal.

Os abusos alimentares e etílicos já mostram o tamanho da conta a ser paga – pior são os abusos de estimulantes, energéticos e drogas.

As tradicionais receitas de comadres e dos mui amigos são várias: tomar azeite puro (argh!), refrigerantes de cola com café e ácido acetilsalicílico (a velha aspirina, AAS e similares) em doses cavalares.

Café amargo com antiácidos e outras dicas menos conhecidas, consideradas apenas alternativas, sem respaldo médico.

Essas conhecidas receitas caseiras não são curativas e nem milagrosas, tendo efeito mais psicossomático do que físico.

Porém, algumas mais radicais podem agravar os sintomas digestivos ou mesmo trazer novos problemas médicos.

Bom, a verdade é que devemos cuidar da famosa “intoxicação” aguda do aparelho digestivo – representada por náuseas, má digestão, vômitos, dores de cabeça, tonturas, gosto amargo/metálico na boca etc. – que é o resultado dos abusos do feriado.

Além da medicação específica, no mínimo por três dias, a orientação é consumir apenas alimentos sem gordura e de fácil digestão, usando pouco sal e nada de açúcar.

Pela sua composição “forte e gordurosa”, evitar os molhos e temperos de toda ordem sem exceções.

Na ocorrência de problemas cardíacos, como palpitações, elevação da pressão, falta de ar, dores no peito e outros, procurar o cardiologista sem delongas, pois certos sintomas não devem perdurar por muito tempo sem diagnóstico e tratamento.

As atividades físicas devem ser reiniciadas gradativamente, começando com duas a três vezes semanais e, dependendo do nível de desgaste durante o carnaval, levar mais tempo para aumentar a intensidade dos treinos.

Analgésicos e anti-inflamatórios devem ser mantidos fora do contexto do tratamento, por não acrescentarem nada de útil e induzirem a riscos ao aparelho digestivo.

Uma certeza: o ano começou! Feliz Ano Novo a todos.

*Nabil Ghorayeb, doutor em Cardiologia, é especialista  em  Cardiologia  e Medicina do Esporte e mantém o site CardioEsporte onde podem ser lidos mais artigos com informações e dicas úteis para a saúde.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades olímpicas: pentatlo moderno

Yane: principal atleta do pentatlo (Foto: CBPM)
Yane: principal atleta do pentatlo (Foto: CBPM)

O pentatlo moderno brasileiro alavancou uma onda de resultados positivos nos últimos anos: Yane Marques, principal atleta da modalidade, conquistou pela quinta vez um ouro no Pan-Americano de Pentatlo Moderno, realizado em julho do ano passado na Cidade do México.

A atleta já havia garantido uma medalha dourada em março, nos Jogos Sul-Americanos de Santiago.

Além dela, Felipe Nascimento também ganhou um ouro, Danilo Fagundes prata e Priscila Oliveira bronze.

No revezamento de duplas, Felipe e Priscila encerraram a competição com outra prata para o Brasil.

Yane ganhou bronze em Londres, 2012 e foi responsável pela primeira medalha olímpica brasileira no esporte.

Ela também obteve uma prata no Pan de Guadalajara, 2011, a única conquistada pelo pentatlo nesta edição.

Esses feitos deixam o presidente da Confederação Brasileira de Pentatlo Moderno, Helio Meirelles, otimista para 2016.

“As perspectivas ultrapassam as expectativas, em relação à possibilidade de medalhas. Após o bronze inédito de Yane, a modalidade passou a receber ainda mais atenção do Ministério do Esporte e do Comitê Olímpico Brasileiro. Isso faz com que o pentatlo moderno brasileiro visualize um futuro promissor, não só para 2016, como também para os próximos ciclos olímpicos”, afirma.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Cursos da Universidade Sindi-Clube tratam de manutenção e redação técnica nos clubes

  • A Universidade Sindi-Clube reinicia atividades em março.
  • Os três primeiros cursos oferecem importantes informações na área de manutenção e desenvolvimento de habilidades de redação técnica.
  • Consulta de conteúdos no portal do Sindi-Clube, assim como inscrição online.


Planeje ações para conservação dos recursos operacionais

Imagem_Planejamento de recursos operacionaisA palestra presencial “Alternativas para implantar processo de manutenção preventiva em clubes” vai informar aos gestores e encarregados como podem ser feitos o planejamento, contratação e supervisão das manutenções preventivas de equipamentos elétricos, informática, hidráulicos, telhados, paisagismo e segurança, entre outros.

Voltada para profissionais que atuam nas diversas etapas de manutenção do clube, a atividade terá como palestrante Mauricio Fanelli de Brito Vianna, engenheiro civil pós-graduado em Gestão de Empresas e Empreendimentos e ex-presidente da Comissão de Obras do Ipê Clube. Haverá transmissão simultânea via internet.

Quando: 11 de março, das 10h às 12h.

 

Bem cuidada, a quadra de tênis de saibro pode durar muito mais

Imagem_Quadras de saibroO clube que deseja ter mais durabilidade de suas quadras de tênis de saibro deve levar em conta a boa manutenção que aumenta a vida útil do equipamento.

É preciso que os zeladores e funcionários estejam preparados para ter esse cuidado e também para realizar pequenos consertos e reformas.

O curso presencial “Manutenção de quadra de tênis de saibro” traz informações importantes para os profissionais encarregados de manter as quadras em boas condições e de aumentar a sua durabilidade.

Os expositores do curso são Cleidismar Francisco Vaz, consultor técnico e construtor de quadras (parte técnica) e Maurício Lima, profissional de Educação Física, com especialização em Gestão de Instalações Esportivas (parte teórica).

Quando: 16 de março, das 9h às 14h.

 

Escrever um bom relatório requer técnicas

Imagem_Redação TécnicaEscrever é uma habilidade cada vez mais requisitada e existem diferenças entre a escrita geral e a escrita técnica utilizada no âmbito do trabalho.

Redigir relatórios, por exemplo, exige do redator clareza de pensamento e dos resultados esperados. O grau de dificuldade vai depender da familiaridade que se tem com as técnicas de redação.

A proposta do curso presencial “Redação técnica: relatórios de ocorrência e outros documentos” é desenvolver habilidades voltadas à qualidade da informação, que apresentam como resultado textos mais eficazes e pessoas que escrevem com segurança e adequação.

A exposição de Vivien Chivalski, jornalista, consultora organizacional, também vai abordar métodos para a escrita correta em e-mails.

Quando: 26 de março, das 9h às 13h.

 

Saiba mais sobre esses cursos e os programados para o primeiro semestre no portal do Sindi-Clube ou pelo telefone (11) 5054-5464.

 

Novo comando nas ações do governo para o esporte é capa da Revista dos Clubes de fevereiro


RevistadosClubes_fev2015capa

Entrevista exclusiva com os novos ministro e secretário de esporte, George Hilton e Jean Madeira, é destaque na capa da edição de fevereiro da Revista dos Clubes.

O novo comando promete ações para consolidar a prática esportiva no país e no estado.

Também há informações dos cursos 2015 da Universidade Sindi-Clube, que já estão com as inscrições abertas.

Outra matéria importante trata da lei federal antifumo: o que fica proibido nos clubes?

Confira a edição completa da Revista dos Clubes aqui.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.