Futsal terá festival de 20 jogos decisivos em busca de troféus do Pepac

IMG_2051Nada menos do que 20 jogos decisivos serão disputados neste sábado para indicar as equipes campeãs da modalidade de futsal do Pepac (Programa Esportivo para Associados de Clubes), série ouro e prata.

O festival de partidas que promete muita emoção começa às 9 horas da manhã, no Nippon Country Club (Estrada dos Vados, 260, Bairro dos Fontes, Arujá, SP).

O torneio, iniciado em março, chega ao fim, depois de 562 jogos disputados.

Participaram 1.261 atletas de 20 clubes, divididos em 65 equipes, inscritos em cinco categorias.

Além do futsal, o Pepac, que é o maior torneio interclubes do país, também desenvolve competições de handebol e vôlei, para associados de 54 clubes da capital, Grande São Paulo e interior.

O blog do Sindi-Clube fará a cobertura deste evento imperdível.

Veja a tabela de jogos do Futsal clicando aqui.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Veja as fotos da participação do Sindi-Clube no Congresso Brasileiro de Clubes

2014-11-21_SINDI_CONGRESSO-137 blogAs fotos da participação do Sindi-Clube no Congresso Brasileiro de Clubes, realizado de 21 a 23 de novembro, em Campinas, no hotel Royal Palm Plaza, estão disponíveis no facebook da entidade.

O “Encontro de Soluções Sindi-Clube e Universidade Corporativa” foi marcado pela presença de dirigentes e gestores, que assistiram a palestras com temas importantes para o auxílio na administração dos clubes.

Entre os temas expostos, estavam a lei federal de incentivo ao esporte, legislação do Programa Nacional de Resíduos Sólidos e leis que regem os clubes.

Outro ponto importante foi o lançamento oficial do programa de aprendizagem para clubes Jovem Aprendiz no Desporto (Jade) do Ministério do Trabalho e Emprego.

Além disso, o Sindi-Clube montou um estande ambientado para servir de ponto de encontro dos dirigentes paulistas, receber a visita de diretores e presidentes de clubes de todo o país e demonstrar os serviços que oferece.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Confira o calendário de obrigações de dezembro e fique atento aos vencimentos

shutterstock_126537752O gestor de clube não pode ignorar ou se atrasar em alguns compromissos, pois o esquecimento pode gerar o multas e juros.

Para evitar esse transtorno, o calendário das obrigações mensais dos clubes do mês de dezembro está disponível no portal do Sindi-Clube.

Trata-se de um roteiro completo que, mensalmente, indica todas as obrigações fiscais e acessórias, previsão de feriados e de pagamento de salários, além de informar índices atualizados e tabelas.

Nele você encontra as inúmeras obrigações fiscais (pagamento de tributos, taxas e contribuições) e acessórias (as diversas declarações que prestam informações, como DIRF, EFD, entre outras).

A agenda também inclui a data de pagamento da contribuição negocial patronal, marcada para o dia 8 de dezembro.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades olímpicas: vôlei de praia

Juliana e Maria Elisa: título no Circuito Mundial (Foto: CBV/Divulgação)
Juliana e Maria Elisa: título no Circuito Mundial
(Foto: CBV/Divulgação)

O vôlei de praia brasileiro é reconhecido mundialmente pelos títulos conquistados, que tornaram o país um dos principais na modalidade.

Só neste mês, as duplas que representam a seleção conquistaram quatro medalhas no Sul-Americano do Equador, sendo um ouro e uma prata para a equipe feminina e um ouro e um bronze para a masculina.

Além disso, a dupla Juliana e Maria Elisa faturou o título do Circuito Mundial de Vôlei de Praia.

Na última olimpíada, realizada em Londres, 2012, o Brasil ficou em terceiro lugar no ranking desse esporte, com uma prata no masculino e um bronze no feminino.

Já no Pan-Americano de Guadalajara, 2011, conseguiu o primeiro lugar, com ouro para ambas as equipes.

Desde que o vôlei de praia entrou para o programa de competições das olimpíadas, em 1996, o Brasil sempre esteve presente entre as duplas premiadas, o que justifica o constante favoritismo durante os jogos.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as condições para a concessão da meia-entrada em eventos organizados pelos clubes

meia entrada_foto
Foto: Shutterstock

A Consultoria Sindi-Clube esclarece as condições para a concessão de meia-entrada em eventos promovidos pelos clubes, conforme prevê a Lei nº 12.933, sancionada em 26 de dezembro de 2013.

O regulamento disciplina a autorização do benefício do pagamento da metade do valor cobrado do público em geral para o ingresso de estudantes, idosos, pessoas com deficiência e jovens de 15 a 29 anos comprovadamente carentes, em espetáculos artístico-culturais e esportivos.

Os realizadores desses eventos devem garantir 40% do total dos ingressos para essa finalidade.

Segundo a Lei, a meia-entrada é assegurada para o acesso de estudantes a salas de cinema, teatros, espetáculos musicais e circenses e eventos educativos, esportivos, de lazer e entretenimento, em todo o território nacional, promovidos por quaisquer entidades e realizados em estabelecimentos públicos ou particulares.

Terão direito ao benefício os estudantes regularmente matriculados nos níveis e modalidades de educação e que comprovem sua condição, mediante a apresentação, no momento da aquisição do ingresso e na portaria do local de realização do evento, da Carteira de Identificação Estudantil (CIE).

A CIE é emitida pela Associação Nacional de Pós-Graduandos, União Nacional dos Estudantes, União Brasileira dos Estudantes Secundaristas, entidades estaduais e municipais filiadas àquelas, diretórios centrais dos estudantes e centros e diretórios acadêmicos, com prazo de validade renovável a cada ano, conforme modelo único nacionalmente padronizado, com certificação digital do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação.

A representação estudantil é obrigada a manter o documento comprobatório do vínculo do aluno com o estabelecimento escolar pelo mesmo prazo de validade da CIE (data de sua expedição até o dia 31 de março do ano subsequente).

Também têm direito à meia-entrada as pessoas com deficiência, inclusive seu acompanhante, quando necessário.

Da mesma forma, farão jus ao benefício os jovens de 15 a 29 anos de idade de baixa renda, desde que inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

40% dos ingressos disponíveis

A concessão do direito ao benefício da meia-entrada deve ser de 40% do total dos ingressos disponíveis para cada evento.

O cumprimento do porcentual será aferido por meio de instrumento de controle que faculte ao público o acesso a informações atualizadas referentes ao quantitativo de ingressos de meia-entrada disponíveis para cada sessão.

As produtoras dos eventos devem divulgar o número total de ingressos e o número de entradas destinados aos usuários da meia-entrada, em todos os pontos de venda.

O aviso de que houve o esgotamento dos ingressos de meia-entrada deve ser feito de forma visível e clara, quando for o caso.

Os estabelecimentos que promovam os eventos deverão afixar cartazes em que constem as condições estabelecidas à meia-entrada, com os telefones dos órgãos de fiscalização, controle que é feito pelos órgãos públicos competentes federais, estaduais e municipais.

Nos festivais gastronômicos e jantares não se aplica a meia-entrada.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades olímpicas: nado sincronizado

Brasileiras comemoram bronze no último Pan-Americano  (Foto: CBDA)
Brasileiras comemoram bronze no último Pan-Americano
(Foto: CBDA)

O nado sincronizado brasileiro esteve presente em praticamente todas as edições olímpicas em que a modalidade foi disputada, mas sem conseguir medalhas.

A seleção oscilou entre 15ª e 12ª colocação.

Os resultados positivos obtidos este ano, porém, trazem a esperança da medalha inédita em 2016.

No Campeonato Sul-Americano, realizado em outubro, na Argentina, o Brasil teve atuação perfeita e conquistou o ouro em todos os títulos disputados: solo, dueto, equipe rotina técnica e rotina livre combinada.

Este resultado garantiu a presença das meninas no Pan-Americano de 2015, em Toronto.

No último Pan, na cidade de Guadalajara, no México, em 2011, as brasileiras trouxeram para casa dois bronzes.

Também em outubro, a seleção disputou a copa do mundo de nado sincronizado em Quebéc, no Canadá, e ficou em quinto lugar na rotina livre combinada – melhor resultado do país na história da competição.

“Nós sabemos do nosso favoritismo, mas os resultados deste sul-americano superaram as nossas expectativas. Temos mais um ano e meio de treinamento para alcançar o maior objetivo, que é representar muito bem o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016. As medalhas conquistadas pelas atletas brasileiras vêm reforçar que o trabalho está sendo bem realizado e os esportes aquáticos brasileiros continuam em evolução” afirma o Presidente da Confederação Brasileira Desportos Aquáticos, Coaracy Nunes Filho.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clubes de Leitura fazem reuniões para discutir livros

shutterstock_62245591Grupos de associados que participam de Clubes de Leitura têm reuniões programadas.

Em 20 de novembro, às 20h, no Clube Jundiaiense, de Jundiaí, a obra escolhida é “Diálogos e Sermões de Frei Eusébio do Amor Perfeito”, de Mafra Carbonieri.

A Associação Brasileira Hebraica terá duas reuniões, em 22/11.

Na primeira, às 15h, os associados terão como tema o livro “Minha vida sem banho”, de Bernardo Ajzenberg.

Às 17h, o assunto será “Essa coisa brilhante que é a chuva”, escrito por Cintia Moscovich.

Já existem 15 Clubes de Leitura em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa do Sindi-Clube é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão entre associados de clubes que se interessam por literatura e gostam de trocar impressões sobre o que leem.

Departamentos culturais de clubes interessados em montar novos grupos de difusão literária obtêm mais informações pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja as fotos do projeto “Encontros na Academia: redescobrindo autores”

2014-11-13_SINDI_APL-134POSTJá estão disponíveis no Facebook do Sindi-Clube as fotos do primeiro “Encontros na Academia: redescobrindo autores”, ação do Sindi-Clube voltada às atividades culturais dos clubes, em parceria com a Academia Paulista de Letras e a União Brasileira de Escritores, realizado na noite da última quinta-feira (13/11).

No primeiro Encontro, os visitantes puderam assistir à palestra “A psicologia e a criação literária em Eça de Queirós”, proferida pelo escritor Mafra Carbonieri, membro da APL.

O intuito é promover o debate sobre a vida e obra de autores importantes da literatura brasileira e mundial, bem como aproximar os associados de clubes do universo das letras.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

“Encontro de Soluções” no Congresso de Clubes terá sessão de perguntas e respostas com consultores do Sindi-Clube

Logo encontro soluções

A participação do Sindi-Clube no Congresso Brasileiro de Clubes, que será realizado de 21 a 23 de novembro, em Campinas, no hotel Royal Palm Plaza, será marcada pela realização, no abertura do evento, do “Encontro de Soluções Sindi-Clube e Universidade Corporativa”.

Um dos destaques do programa está na parte final do evento, em que os dirigentes e gestores de clubes participantes poderão dirigir perguntas, com temas livres, aos consultores do Sindi-Clube das áreas: jurídica, universidade corporativa, aprendizagem, tecnologia da informação, esportes, cultural e comunicação.

“O objetivo é encerrar o painel com a discussão e solução de dúvidas sobre temas referentes a toda a administração dos clubes. Nessa parte final, os consultores do Sindi-Clube  poderão oferecer explicações não apenas sobre a legislação, como também acerca dos convênios que a entidade disponibiliza e os cursos que a Universidade Sindi-Clube oferece”, explica o diretor-executivo da entidade, Cláudio Lauletta.

Além disso, o Sindi-Clube irá montar no Congresso um estande ambientado para servir de ponto de encontro dos dirigentes paulistas, receber a visita de diretores e presidentes de clubes de todo o país e demonstrar os serviços que o Sindi-Clube oferece.

Temas do painel

A partir das 14 horas do dia 21 de setembro, o “Encontro de Soluções” serão apresentados importantes temas (veja programa abaixo) para dirigentes e gestores de clubes.

O primeiro assunto, “Como aproveitar no clube os benefícios da Lei Federal de Incentivo ao Esporte” será exposto pelo coordenador do Ministério do Esporte, José Roberto Gnecco.

A Política Nacional de Resíduos Sólidos estabelece que os clubes tenham um Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS).

José Valverde, relator da lei de Resíduos Sólidos, vai orientar como instituir nos clubes o PGRS e atender o que determina a lei.

Em seguida, representantes do Ministério do Trabalho farão uma exposição do Jovem Aprendiz do Desporto, que teve a colaboração do Sindi-Clube na viabilização do programa de aprendizagem recém-criado.

O painel do “Encontro de Soluções” terá como assunto seguinte “As leis como forma de organização da sociedade clubística”, exposto pelo consultor jurídico do Sindi-Clube Valter Piccino, antes do encerramento, feito com a sessão de esclarecimentos, com participação dos consultores da entidade.

Encontro de Soluções Sindi-Clube e Universidade Corporativa

21 de novembro

14h                            Como aproveitar os benefícios da Lei Federal de Incentivo ao Esporte

15h                            Política Nacional de Resíduos Sólidos – palestra de esclarecimentos

15h50                        Apresentação do programa Jovem Aprendiz do Desporto

15h45                        As leis como forma de organização da sociedade clubística

16h40                        Debates, com respostas sobre os temas apresentados.

17h30                        Encerramento.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Crônica finalista do Prêmio Literário Sindi-Clube/APL fala da esperança trazida pela chuva

chuva C
Foto, fonte: http://www.pinterest.com/pin/389420699000916873/

O autor da crônica “Chuva”, Mário Sérgio Fioretti, que ficou em segundo lugar do gênero no Prêmio Literário Sindi-Clube/APL, adotou um tom quase confessional para descrever a sensação que se tem quando se avizinha a chuva e pensa-se no que poderia ir junto com a correnteza.

Chuva

Mário Sérgio Fioretti*

Ouvi os trovões, vi os raios caírem. E estou esperando pela chuva.

Uma chuva que não seja fraca, que venha com um pouco de vento e muita água.

Água que bata nas paredes, espalhe pelas janelas e passe através das árvores.

Que corra pelas sarjetas e flua pelos bueiros e galerias, desaguando com força e vontade num rio qualquer.

Estou esperando por uma chuva que lave minha alma e a alma de um milhão de outras pessoas.

Que não inunde nada, mas que jorre forte do céu e leve na sua correnteza toda a sujeira da minha cidade.

Não leve apenas o pó em suspensão e a lixarada das ruas, mas também o barulho e os maus cheiros. Leve a maldade e a insegurança, a falta de cidadania, leve as pichações dos prédios e monumentos que eu amo.

Que leve também a pressão do que é esperado eu fazer, a falta de tempo, a ansiedade por cumprir todos os compromissos do mês e deixe mais leve tudo o que carrego comigo.

Enquanto cair, que venha acompanhada de mais trovões, como que para anunciar que é a chuva definitiva, forte, mas apaziguadora.

Que suas grandes e pesadas gotas estejam carregadas de paz, e que as sinta na sua totalidade enquanto saio para o céu aberto e me encharco desse liquido raro. Que eu sinta meus cabelos grudarem na minha testa e meus olhos se embaçarem. Sinta a água fria descendo pelo meu tórax e escorrendo pelas minhas pernas.

Aí eu gostaria que ela começasse a diminuir de intensidade para que eu possa ver a correnteza indo embora e levando para os ralos tudo o que precisa ser levado. Para sempre.

E quando ela passar, que tudo esteja limpo e fresco, num silencio suficiente para que eu possa ouvir os últimos pingos serem pingados, e o lento tornar das coisas que eu gosto.

E em paz.

 

*Mário Sergio Fioretti, associado do Esporte Clube Pinheiros, é advogado e professor universitário.

Concorreram no Prêmio Literário Sindi-Clube/APL trabalhos de 74 participantes associados de 24 clubes, de dez cidades paulistas, nas categorias poesia, crônica e conto.

Os textos foram analisados pela comissão julgadora constituída por Anna Maria Martins, Mafra Carbonieri (membros da APL) e Joaquim Maria Botelho, presidente da União Brasileira de Escritores.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.