Fique por dentro dos vencimentos de agosto, acesse o calendário de obrigações

shutterstock_84429304

O gestor de clube deve estar atento às datas do calendário de obrigações mensais dos clubes para ficar livre de prejuízos de multas e juros.

O calendário de compromissos referente ao mês de agosto já está disponível no portal do Sindi-Clube.

A agenda indica os vencimentos de todos os compromissos fiscais, para ajudar o administrador dos clubes a se programar e evitar erros que podem gerar multas e juros.

Entre as indicações, está o vencimento, em 8 de agosto, da quarta parcela da contribuição negocial patronal de 1% sobre a folha salarial de julho.

Além dos prazos que não podem ser perdidos, a agenda ainda oferece consulta para as tabelas do Imposto de Renda, contribuição previdenciária, incidência de INSS, FGTS e IRPF sobre vários pagamentos e até de valores para recursos trabalhistas.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja as fotos do Encontro com dirigentes realizado em Presidente Prudente

IMG_0267

Veja no Facebook do Sindi-Clube as fotos do Encontro com dirigentes realizado pelo Sindi-Clube em Presidente Prudente, em 26/7.

Os diretores e consultores da entidade esclareceram todos os tipos de dúvidas sobre a administração dos clubes e também apresentaram os serviços e convênios que o Sindi-Clube disponibiliza.

Os “Encontros com dirigentes” prosseguem até novembro. Depois de Presidente Prudente, o evento será realizado em Marília, em 9 de agosto, no Quality Hotel Convention Center (St Aimores, 501).

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Palestra gratuita explica que atendimento e qualificação turbinam academias de clubes

shutterstock_160637816As academias de ginástica se constituem num dos principais atrativos para conquistar e manter associados.

Para manter esse serviço ativo e vencer a concorrência, os clubes devem estar atentos ao atendimento e à qualificação técnica oferecidos.

A palestra presencial “Investir em atendimento e qualificação técnica é o segredo do sucesso nas academias de clube” chama a atenção dos gestores para a importância da atualização, com atenção à variedade de exercícios e programas de aulas existentes atualmente no mercado de fitness e saúde.

A exposição, dirigida a gestores, coordenadores de área e professores de academias, também explicará como agregar valor ao serviço por meio do atendimento oferecido, frente às novas exigências do consumidor.

O instrutor é Gil de Paula, consultor na área da saúde e fitness.

Transmissão simultânea via internet.

Participação gratuita para gestores de clubes associados ao Sindi-Clube.

Quando: 26 de agosto, das 10h às 12h. Mais informações (11) 5054-5464.

Saiba mais sobre a palestra aqui.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades paraolímpicas: tênis em cadeira de rodas

Modalidade está nos Jogos desde 1992 (Foto: CPB)
Modalidade está nos Jogos desde 1992 (Foto: CPB)

O tênis em cadeira de rodas foi criado em 1976, nos Estados Unidos, quando foram construídas as primeiras cadeiras adaptadas para o jogo.

Oito anos depois, foi fundada a Federação Internacional da modalidade.

A Paraolimpíada de Barcelona, em 1992, foi a primeira que colocou medalhas em jogo.

Desde então, homens e mulheres disputam nas quadras em duplas ou individualmente.

As semelhanças com o esporte convencional são muitas, mas existe a regra dos dois quiques que determina que o atleta cadeirante precisa mandar a bola para o outro lado antes que ela toque no chão pela terceira vez.

As cadeiras utilizadas também são esportivas, com rodas adaptadas para um melhor equilíbrio e mobilidade.

Não há diferença em relação às raquetes e às bolas.

No Brasil, o primeiro atleta a ter contato com o tênis em cadeira de rodas foi José Carlos Morais.

Ele conheceu o esporte na Inglaterra, quando competia com a seleção de basquete em cadeira de rodas.

Em 1996, Morais foi aos Jogos Paraolímpicos de Atlanta e, ao lado de Francisco Reis Junior, tornou-se o primeiro brasileiro a representar o país na modalidade.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Seminário de Esportes ganha site para inscrições, acesse!

2º BANNER SITEA Universidade Sindi-Clube colocou no ar um site totalmente dedicado à segunda edição do Seminário de Esportes.

Ao acessar a página, coordenadores, professores e instrutores de esportes, público ao qual é dirigido o evento, terão acesso à programação do Seminário.

Também há a apresentação dos palestrantes e a inscrição online, que é feita rapidamente.

O Seminário de Esportes, além de conteúdo voltado para gestores de esportes, traz como principal novidade workshops voltados a profissionais que atuam nas várias modalidades esportivas nos clubes.

Os profissionais de esportes dos clubes devem confirmar participação logo, pois as vagas são limitadas.

Mais informações sobre o Seminário de Esportes podem ser obtidas pelos telefones (11) 5054-5464,  2218-0005,  2218-0422 ou pelo e-mail seminariodeesportes2014@gova.com.br

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Clube de Leitura tem reunião na próxima semana

“A elegância do ouriço”, lido no Anhembi Tênis Clube
“A elegância do ouriço”, lido no Anhembi Tênis Clube

Mais uma reunião de grupos de associados de clubes que se interessam por literatura será realizada na próxima semana.

No Anhembi Tênis Clube, o livro escolhido para discussão é “A elegância do ouriço”, de Muriel Barbery, em encontro marcado para 1º de agosto, às 20h.

Existem 14 Clubes de Leitura instalados em entidades associadas ao Sindi-Clube.

A iniciativa é feita em parceria com a editora Companhia das Letras e Academia Paulista de Letras e tem alcançado grande repercussão.

Nesses espaços, grupos de associados se reúnem mensalmente para discutir e trocar ideias sobre os livros que estão lendo.

Em 21 de agosto, o Sindi-Clube vai realizar em sua sede um encontro de mediadores de Clubes de Leitura.

A reunião estará aberta a interessados em montar novos grupos de difusão literária. Mais informações: (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Faça a diferença com atitudes e hábitos adequados nas relações pessoais e profissionais

shutterstock_133714319Ter sucesso ou fracasso nas relações pessoais ou profissionais também depende de a pessoa observar a etiqueta que reúne uma série de regras, atitudes e hábitos que dela se espera.

O curso presencial “Etiqueta empresarial para profissionais de clubes” apresenta e discute informações e técnicas comportamentais que dão desenvoltura e naturalidade em qualquer situação vivida no ambiente de trabalho.

O objetivo é facilitar o desempenho profissional dos participantes, tendo em vista as regras de comunicação e de etiqueta.

O curso é dirigido a quem deseja melhorar o relacionamento interpessoal e a postura no trabalho.

A instrutora é Tânia Zarpelão, socióloga e consultora organizacional e em treinamento, especialista em RH pela Fundação Getúlio Vargas.

Quando: 13 e 20 de agosto, das 9h às 13h. Mais informações: (11) 5054-5464.

Saiba mais sobre o curso aqui.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Ainda há vagas para palestra gratuita que ensina como lidar com crises nas redes sociais nos clubes

redes sociais
Restam poucas vagas para acompanhar de forma presencial a palestra da Universidade Sindi-Clube “Gestão de crises digitais, formas de monitoramento no ambiente dos clubes”, que tem inscrição gratuita para gestores de clubes associados ao Sindi-Clube.

Haverá também transmissão via internet da palestra, sem limite de vagas, que será realizada em 30 de setembro, às 10h.

A exposição terá como tema o aumento da importância das redes sociais, que obriga as organizações, inclusive clubes, a se adaptar para encontrar formas de relacionamento com seus públicos nesses novos meios de comunicação.

Será explicado como lidar com os impactos das críticas recebidas, identificar os casos, desenvolver táticas para mudar o quadro, além de maneiras de prevenir crises.

Dicas para gestores

A palestra abordará processos utilizados por grandes marcas que podem ser úteis aos clubes no monitoramento das redes sociais para identificação de ameaças, tendências e expectativas dos públicos alvo e para as tomadas de decisões e administração de ações corretivas (legais e/ou de esclarecimento).

O objetivo é oferecer dicas práticas para gestores e profissionais de comunicação e marketing que atuam com as mídias digitais em clubes.

O palestrante é Eduardo Natividade, consultor estratégico de comunicação. Haverá transmissão simultânea via internet.

Quando: 30 de julho, das 10 às 12h. Inscrições e mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 5054-5464.

Saiba mais sobre o curso aqui.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades paraolímpicas: futebol de 7

Futebol de 7: Brasil já conquistou duas pratas
Futebol de 7: Brasil já conquistou duas pratas (Foto: Getty Images/Phil Cole)

Com grande crescimento em paraolimpíadas, o Futebol de 7, adaptação do esporte mais popular do mundo, entrou no programa dos Jogos de Nova Iorque, em 1984.

O Brasil estreou em Barcelona (1992) e colocou-se em sexto lugar. Depois, conseguiu suas melhores classificações em Sidney (2000) e Atenas (2004), quando conquistou prata nas duas ocasiões.

Apenas homens podem praticar o esporte destinado a atletas com paralisia cerebral, decorrente de sequelas de traumatismo crânio-encefálico ou acidentes vasculares cerebrais.

Os jogadores são avaliados antes das competições e classificados de 5 a 8, sendo a oitava de maior potência funcional.

Todas as classificações devem estar em quadra, há uma regra que determina que, pelo menos, um integrante da classe 5 ou 6 esteja em campo durante todo o tempo de partida e, no máximo, dois da 8.

Atletas de classe 5, com comprometimento nos membros inferiores e que têm restrições para realizar o passe e o chute, comumente atuam como goleiros.

As regras são da Fifa, com algumas adaptações: cada equipe conta com seis jogadores de linha e mais o goleiro, em vez dos tradicionais 11; não há impedimento; a partida tem dois tempos de 30 minutos cada; e o arremesso lateral, normalmente feito com duas mãos no futebol, pode ser executado com uma só.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

 

Paulistas são 38% dos clubes que pediram recursos da Lei Pelé

icones esportes

A Confederação Brasileira de Clubes (CBC) divulgou a lista de 29 clubes que solicitaram recursos previstos na Lei Pelé. Desses, 11 são paulistas, 38% do total, sendo quatro deles do interior de São Paulo.

A CBC é a entidade legalmente encarregada de receber e analisar as propostas, para posterior liberação de verbas para o desenvolvimento de projetos de formação esportiva em modalidades olímpicas e paraolímpicas.

Esses recursos são repassados à CBC pelo Ministério do Esporte e correspondem a 0,5% do arrecadado com loterias.

Os clubes responderam a dois editais de chamamento que prevê a destinação de recursos para a compra de equipamentos para a formação de atletas.

O primeiro deles prevê a destinação de R$ 20 milhões para o esporte olímpico, sendo que os projetos poderiam ter valor mínimo de R$ 100 mil e máximo de R$ 2 milhões.

O outro edital foi destinado ao esporte paraolímpico, no valor de R$ 6 milhões, para projetos com valor mínimo de R$ 100 mil e máximo de R$ 500 mil.

Agora, os projetos serão encaminhados para análise da Comissão Técnica.

Uma vez aprovados, os recursos serão autorizados à aplicação pelos clubes.

Essa liberação marcará o início de uma consistente via de financiamento, na década do esporte.

Veja aqui a relação dos clubes aptos a receber recursos da Lei Pelé.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.