eSocial vai ficar para 2015

esocial-1374759873

 

O governo adiou pela quinta vez o cronograma do eSocial e transferiu para 2015 a obrigatoriedade de adesão ao novo sistema que unifica em um único ambiente online todas as informações fiscais, previdenciárias e trabalhistas que as empresas são obrigadas a enviar ao órgãos oficiais.

Agora, a previsão é de que o eSocial comece a funcionar a partir do meio do ano que vem, primeiramente para as grandes empresas.

O cronograma para as demais empresas ainda está em discussão, assim como as regras, que deverão ser simplificadas.

No futuro, o eSocial será obrigatório para todas os estabelecimentos do país, desde os microempreendedores Individuais.

O novo prazo foi formalizado por representantes do governo em reunião na Fenacon (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis).

A instituição do eSocial vem passando por sucessivos adiamentos.

Em 17 julho do ano passado, o Ato Declaratório Executivo nº 5 aprovou o leiaute do eSocial, com as regras para funcionamento do sistema, e instituiu a data de janeiro de 2014 para início da obrigatoriedade de adesão ao sistema.

Esse prazo inicial foi adiado posteriormente, mas sem divulgação oficial, para abril deste ano, que acabou não sendo cumprido.

O Sindi-Clube acompanha esses desdobramentos e, na próxima quarta-feira (28/5), às 10h, a Consultoria Jurídica Online estará aberta para perguntas dos gestores dos clubes sobre o eSocial, via internet.

Para participar é necessário fazer inscrição pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

O calendário de obrigações dos clubes para junho já está no portal do Sindi-Clube. Consulte!

post calend

Há compromissos que o gestor de clube não pode ignorar ou se atrasar, pois um esquecimento pode gerar o prejuízo de multas.

Para evitar esse transtorno, o calendário das obrigações mensais dos clubes, referente ao mês de junho, já está disponível no portal do Sindi-Clube.

Trata-se de um roteiro completo que, mensalmente, indica todas as obrigações fiscais e acessórias, previsão de feriados e de pagamento de salários, além de informar índices atualizados e tabelas.

No calendário estão incluídas as inúmeras obrigações fiscais (pagamento de tributos, taxas e contribuições) e acessórias (as diversas declarações que prestam informações, como DIRF, EFD, entre outras).

A agenda também inclui a data de pagamento da contribuição negocial patronal, marcada para o dia 9 de junho.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Exibição de jogos da Copa pela TV deve observar regulamento

psot

A exibição dos jogos da Copa pela TV em locais públicos deve cumprir as regras definidas no regulamento divulgado pela Rede Globo, emissora que adquiriu da Fifa os direitos exclusivos de transmissão do Mundial de Futebol.

A norma estabelece que será permitida a exibição pública dos jogos, desde que não haja cobrança direta ou indireta de taxas de entrada ou atividades com patrocínio em locais como bares, restaurantes, estádios e espaços abertos.

Quando o exibidor das imagens auferir qualquer tipo de vantagem será necessária uma licença formal da emissora.

Consulte todas as condições do regulamento no portal do Sindi-Clube, na seção ‘Jurídico’, ‘Copa, exibição de jogos’.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Presidente, você sabia? Confira uma série de perguntas

shutterstock_53841343

Senhores Presidentes, confiram nesta seção, destinada a chamar a atenção sobre vários aspectos importantes da administração, questões tratam de vários aspectos que envolvem a administração dos clubes.

Então, Presidente, você sabia…

Que o empregador com 100 ou mais empregados está obrigado a preencher de 2% a 5% dos seus cargos com beneficiários reabilitados ou pessoas portadoras de deficiência, habilitadas perante o INSS?

Que o adicional de periculosidade é devido apenas aos trabalhadores vinculados diretamente às atividades de segurança patrimonial e pessoal, tais como vigias e vigilantes, integrantes do quadro da segurança orgânica do clube?

Que porteiros e controladores de acesso não estão incluídos nesse rol e não têm direito a receber o adicional, pois não exercem atividades caracterizadas como de segurança?

Que o contrato de trabalho de trabalhador aposentado por invalidez está suspenso, independente do tempo que assim permanecer, não sendo possível efetuar qualquer pagamento decorrente do vínculo, assim como promover sua rescisão, ainda que seja a pedido do funcionário?

Que o estágio curricular não enseja vínculo empregatício de qualquer natureza, mas o termo de compromisso firmado entre o estudante e o clube deve constar na carteira de trabalho, na parte destinada às anotações?

Que o Sindi-Clube mantém convênio com o Centro de Integração Empresa Escola (CIEE) para que os clubes associados possam desfrutar de um desconto substancial nas taxas de contratação de estagiário?

Que compete à autoridade judiciária disciplinar, através de portaria, autorizar, mediante alvará, a entrada e permanência de criança ou adolescente, desacompanhados dos pais ou responsável, em estádio, ginásio e campo esportivo, bailes ou casa que explore diversões eletrônicas?

Se, depois da leitura dessas perguntas, o presidente mostrou-se inteirado de todas essas questões, parabéns!

Porém, em caso de dúvida, procure esclarecimentos do Sindi-Clube, sempre a postos para orientá-lo: (11) 5054-5464 ou juridico@sindiclubesp.com.br.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades paraolímpicas: hipismo

Hipismo 1

O hipismo estreou na Paraolimpíada nos Jogos de Nova Iorque 1984.

Porém, a modalidade só voltou oficialmente ao programa dos Jogos de Sydney 2000.

A única disciplina praticada é o adestramento.

Em 2003, Marcos Fernandes Alves, o Joca, garantiu a primeira vaga do Brasil em uma Paraolimpíada, em Mar del Plata.

Em Pequim 2008, o pais competiu pela primeira vez com a equipe completa e Joca foi o nome principal da competição, conquistando duas medalhas de bronze, uma no estilo livre e outra na prática individual.

Joca Hipismo
Joca: medalhista em 2008

Em Londres 2012, novamente o país foi com a sua equipe completa, mas não obteve nenhuma medalha na competição.

O hipismo paralímpico é praticado por atletas com vários tipos de deficiência, em cerca de 40 países. A competição de hipismo é mista.

Ou seja, cavaleiros e amazonas competem juntos nas mesmas provas.Nessas competições, não só os competidores como também os cavalos recebem medalhas.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Funcionários de clubes poderão compensar horas para ver jogos da Copa

Post blog copa

Os funcionários dos clubes vão poder compensar as horas não trabalhadas para ver os jogos da seleção brasileira na Copa.

O acordo foi firmado pelo Sindi-Clube com o Sindesporte, sindicato que representa os trabalhadores.

O ajuste é válido no período da realização dos jogos de futebol, entre os dias 12 de junho e 13 de julho, e permite que os trabalhadores e empregadores, em comum acordo, estabeleçam as formas de compensação das horas do trabalho que venha a ser suspenso por dispensa ou interrupção da jornada.

Leia a íntegra do acordo no portal do Sindi-Clube, na seção Jurídico, depois em Convenções.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Curso explica que a gestão de sucesso deve abranger todos os setores do clube

aaaashutterstock_115350094

O curso presencial da Universidade Sindi-Clube “Ferramentas de gestão” dá ao administrador do clube informações para que seja alcançada abrangência de gestão, pois ações fragmentadas não alcançam sucesso.

A exposição vai explicar como atuar com visão dirigida a todos os setores do clube para que os objetivos das ações desenvolvidas tenham efeito mais amplo e não percam eficácia.

A exposição é dedicada a gerentes, supervisores e coordenadores dos clubes.

O expositor é o consultor do Sindi-Clube Reginaldo Teixeira Rosa, professor de Educação Física com especialização em Administração Esportiva pela FGV.

Saiba mais sobre o curso aqui.

Quando: 27 de maio, das 9h às 13h. 

Mais informações, (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja as fotos dos Encontros com dirigentes realizados em Sorocaba e São José dos Campos

IMG_9307

Veja no Facebook do Sindi-Clube as fotos dos Encontros com dirigentes realizados pelo Sindi-Clube em Sorocaba, 10/5, e em São José dos Campos, 17/5.

Os diretores e consultores da entidade esclareceram todos os tipos de dúvidas sobre a administração dos clubes e também apresentaram os serviços e convênios que o Sindi-Clube disponibiliza.

Os “Encontros com dirigentes” prosseguem até novembro. Depois de São José dos Campos, o evento será realizado em Piracicaba, em 24 de maio, no Beira Rio Hotel, Rua Luiz De Queiroz, 51, centro. 

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 5054-5464.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Veja as fotos da “Imersão em RH”, realizada pela Universidade Sindi-Clube

IMG_0399

Veja no Facebook do Sindi-Clube as fotos da “Imersão em RH”, realizada pela Universidade Sindi-Clube na última sexta-feira (16/05).

O evento teve como propósito reunir profissionais de recursos humanos para realizar uma releitura do papel que exercem nos clubes, além de analisar e refletir sobre suas funções.

A ideia surgiu a partir de uma necessidade de atualização sobre as novidades do mercado na área, identificada pelos gestores de RH nas reuniões que a Universidade realiza mensalmente.

A Imersão foi conduzida por Tânia Zarpelão, consultora em treinamento, especialista em RH, que possibilitou a reflexão sobre as ações ou a falta delas no dia a dia dos profissionais.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.

Conheça as modalidades paraolímpicas: tiro com arco

Modalidade está na Paraolimpíada desde a primeira edição. (Crédito: CPB)
Modalidade está na Paraolimpíada desde a primeira edição. (Foto: CPB)

O tiro com arco é uma das mais tradicionais modalidades dos Jogos Paraolímpicos e esteve presente em todas as edições, a começar de Roma, em 1960.

Desde o início, as provas eram disputadas por homens e mulheres.

Além das provas individuais, a modalidade ainda conta com a disputa por equipes.

Competem tetraplégicos, paraplégicos e pessoas com mobilidade limitada nos membros inferiores.

As regras da modalidade são quase as mesmas das adotadas pela Federação Internacional de Tiro com Arco.

Uma distância de 70 metros separa os atletas do alvo, que mede 1,22 metro de diâmetro, sendo formado por dez círculos concêntricos.

O mais externo vale um ponto. A partir daí, quanto mais próxima do círculo central estiver a flecha, maior a pontuação obtida.

O formato de disputa do tiro com arco é chamado de round olímpico.

Um total de 96 arqueiros – 64 homens e 32 mulheres – participam da competição, tanto no individual como por equipe.

O Brasil ainda não obteve conquistas de medalhas nessa modalidade paraolímpica.

Visite o portal do Sindi-Clube e saiba mais de assuntos que interessam ao seu clube.